Universidade Federal Fluminense



Baixar 1.22 Mb.
Página290/334
Encontro27.05.2018
Tamanho1.22 Mb.
1   ...   286   287   288   289   290   291   292   293   ...   334
IV – Pesquisa de campo

Este estudo se caracteriza como uma pesquisa exploratória no campo de investigação da educação física inclusiva e educação física adaptada, uma vez que realiza uma aproximação da temática com a realidade cotidiana dos alunos PNEE, com o intuito de levantar o discurso deles sobre a Educação Física Escolar. O design utilizado foi o da pesquisa de levantamento, onde 24 alunos PNEE que estudam em turmas regulares do ensino fundamental e turmas especiais, foram interrogados através da técnica de entrevista. Estes alunos pertencem a instituições públicas situadas na Zona Norte e Oeste do Município do Rio de Janeiro.

As informações coletadas na entrevista de perguntas fechadas, realizadas com alunos PNEE foram que todos sem exceção participam da aula de educação física, porém a maioria costuma realizar somente com a sua turma, ou seja, somente com os colegas também PNEE. Logo a questão que versava se eles costumavam ser dispensados da aula de educação física, apenas 2 responderam que SIM, mas todos responderam que o professor modifica as aulas para que eles possam participar.Quando a questão verificou se os colegas de outras turmas gostam de fazer aulas junto com eles apenas 7 disseram que NÃO, e sobre as dificuldades de realizar algumas atividades durante a aula todos afirmaram que tem apoio dos professores ou dos colegas. O que ficou marcante foi que a maioria deles não gosta de realizar aulas de educação física somente com a sua turma, percebe-se que eles gostam de ser incluídos ou integrados em outras turmas, durante a aula de educação física.

V – Conclusão

Com este estudo pode-se observar que a EFA ou educação física especial é bem recente no Brasil, e que a mesma tem como objetivo no âmbito escolar desenvolver as habilidades motoras do aluno portador de deficiência, já a educação física inclusiva, vem sendo apresentada através da nova tendência da educação especial, que é incluir a todos. A pesquisa empírica demonstrou que os alunos PNEE têm o desejo de serem incluídos nas turmas regulares durante a aula de educação física, visto que quando eles têm dificuldades de realizar atividades tem apoio dos colegas, e isto nos faz refletir que os alunos PNEE sentem também a necessidade de ser integrado não só na escola, mas realmente na sociedade como pessoa de direitos e deveres.

A autora, Flavia Fernandes de Oliveira, é membro da LIRES – UGF e do ILAFIT ( Instituto latino Americano de Atividade Física Terapêutica)



Baixar 1.22 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   286   287   288   289   290   291   292   293   ...   334




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual