Universidade Federal Fluminense


III - Educação física inclusiva o que seria?



Baixar 1.22 Mb.
Página289/334
Encontro27.05.2018
Tamanho1.22 Mb.
1   ...   285   286   287   288   289   290   291   292   ...   334
III - Educação física inclusiva o que seria?

A educação física brasileira vem caminhando junto às novas tendências da educação, com isso ela deve propiciar aos alunos PNEE e aos ditos “normais” atividades corporais que possibilitam uma atitude de respeito, aceitação e solidariedade.

O conceito de escola inclusiva é notório no que diz respeito a incluir todos os alunos, celebrando as diferenças nas turmas regulares. Mas quando falamos em educação física inclusiva, o professor de educação física muita das vezes diz não está preparado para tal, pois criar adaptações para que todos participem se torna difícil. CARMO (2002), diz que os profissionais ao se adaptarem estão sendo criativos, e que com isto estão trabalhando para manter o princípio da igualdade social.

Sabemos que as adaptações nas aulas de educação física para os alunos portadores de deficiência (visual, auditiva, mental e física) são um grande desafio, mas se refletirmos com cuidado verificaremos que não existem turmas homogêneas, porque sempre há alunos portadores de necessidades especiais, alunos com dificuldades de aprendizagem, com deficiência motora, com problemas psíquicos, emocionais entre outros. Enfim adaptamos sempre para que todos participem das atividades. RIBEIRA (2000), fala que o aluno com deficiência é que se adaptará, mas o professor é que tem o papel decisivo no seu desenvolvimento integral, e portanto a educação física como disciplina poderá ser a mais importante para integração desses alunos.

O movimento inclusivo nas aulas de educação física, significa que os alunos participem das aulas de forma integral, contudo, as aulas de educação física inclusiva deveriam se realizar com um professor de educação física e um auxiliar, para facilitar mobilização dos alunos durante as atividades. Incluir 5 alunos PNEE em com turma de 30 alunos, e pedir que um único professor realize a inclusão se torna inviável. Dessa forma é recomendável, incluir em cada turma no máximo 2 alunos deficientes, para que os mesmos possam participar sem causar grandes constrangimentos.



Baixar 1.22 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   285   286   287   288   289   290   291   292   ...   334




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual