Universidade Federal do Pará



Baixar 0.53 Mb.
Página6/11
Encontro04.03.2018
Tamanho0.53 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11
RESULTADOS E DISCUSSÃO

O Participante A realizou ao todo 24 sessões de treino e teste para a formação de classe de equivalência, entre 12 a 32 tentativas por sessão. Os resultados estão demonstrados na Figura 3.



Figura 3. Resultado das sessões de treino e teste para formação de Classes de Equivalência do Participante A. A linha vertical preta (cruzando em 90%) indica a precisão de desempenho exigida. As colunas em cinza indicam as sessões de treino. As colunas em branco indicam as sessões de teste.
Os resultados sugerem que o desempenho do Participante A mostrou alta precisão no inicio do treino, atingindo critério em poucas sessões para cada conjunto nas Fases 1 (Treino AA), 2 (Treino BB) e 3 (Treino AABB) do procedimento. O teste que indica se houve emergência de transitividade (Fase 4 - Teste AB) através de sondas inseridas na sessão alcançou 88,89% de acertos, com apenas um erro a mais do que o desempenho exigido. Os treinos seguintes foram remediativos para que ocorresse a discriminação condicional arbitrária de emparelhamento ao modelo AB (Fase 5 – Treino AABBAB). A sessão seguinte manteve o nível de erro do teste anterior, porém nas sessões seguintes a precisão do desempenho do participante foi diminuindo e ficando cada vez mais variável. Como remediação, foram realizadas sessões com tentativas AB somente. Embora a precisão do desempenho do participante tenha avançado gradativamente, seu treino foi prejudicado por comportamento de fuga e esquiva durante as sessões. A criança passou a apresentar um padrão de comportamento durante as sessões em que emitia respostas de levantar-se da cadeira e errar em sequencia respostas a tentativas que já havia acertado. Não havia consequência programada para erro na sessão, iniciando imediatamente a próxima tentativa. Dessa forma, errar em sequencia encerrava a sessão em menos tempo. Para fins remediativos foram realizadas sessões com menos tentativas, porém o padrão se manteve. Sua participação foi encerrada mesmo sem atingir o critério da formação de classes de equivalência para não expor a criança, considerando que o conjunto de estímulos reforçadores não poderia ser mudado durante o treino.

Mesmo sem a obtenção do critério preestabelecido para a formação de classes de equivalência, e em função de se ter verificado responder acima do nível de acaso, foi realizada a Fase 6 (Teste BA) para verificar se alguma relação de simetria de transitividade havia emergido. A Figura 4 mostra os resultados das sondas inseridas nos testes AB e BA.





Figura 4. Resultado das Sondas no Teste AB e no Teste BA do Participante A.
Os resultados do teste AB demonstram que o Participante A acertou duas de cada configuração de resposta ao modelo de classes arbitrárias, acertando a primeira e a última tentativa, tanto em A1B1 quanto em A2B2. Os resultados do teste BA indicam que o Participante acertou todas as tentativas de sonda de B1A1, porém acertou somente uma tentativa de B2A2. Ambos os resultados sugerem que não houve emergência de Transitividade e não apontam dados suficientes para inferir se houve formação de classes para o Participante A, considerando que o critério estabelecido era de acerto na primeira tentativa de cada relação testada e em pelo menos cinco das seis tentativas de sonda.

Posteriormente foram realizados os procedimentos dos testes 1, 2 e 3 do método para avaliar se a exposição a figuras de faces associadas a estímulos reforçadores aumentava a duração e a frequência de observação a faces de adultos. Os resultados podem ser verificados a partir da Figura 7.



Os resultados do Participante B nos treinos e nos testes de formação de classe de equivalência estão demonstrados na Figura 5.


Figura 5. Resultado das sessões de treino e teste para formação de Classes de Equivalência do Participante B. A linha vertical preta (cruzando em 90%) indica a precisão de desempenho exigida. As colunas em cinza indicam as sessões de treino. As colunas em branco indicam as sessões de teste.

*Teste BA cancelado por respostas consecutivas de erro.


O Participante B realizou ao todo 24 sessões, entre 12 a 30 tentativas por sessão. Para o Participante B, a apresentação dos estímulos foi feita manualmente devido à não adaptação ao sistema PCR, mesmo após sessões de treino com estímulos não experimentais. Seus resultados demonstram que o Participante atingiu 100% em todas as fases iniciais de treino (Treino AA, Treino BB e Treino AABB). O teste da Fase 4 (Teste AB), no entanto, teve apenas 78% de acerto. Através dos treinos de AABBAB o Participante B em 3 sessões atingiu critério para realizar a Fase 6 (Teste BA). Na primeira sessão de Teste BA o Participante cometeu erros seguidos nas Tentativas AB. Foi, portanto, dada por encerrada a sessão e retornou-se para o treino da fase anterior. Nos treinos seguintes (AABBAB), foram sendo inseridas cada vez mais tentativas arbitrárias (AB) e diminuindo as tentativas de identidade (AA e BB). Após uma sessão de mais de 90% de acertos foi realizado o teste BA, tendo resultado de 78% de acertos. Como os resultados não mostraram a formação de classes de equivalência, foram treinadas as relações BA e encerrada a fase de treino após atingir o critério de mais de 90% de acertos em uma sessão. Os resultados das sondas realizadas nos testes AB e BA estão representados na Figura 6.





Baixar 0.53 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual