Universidade federal de são carlos



Baixar 0.66 Mb.
Página36/48
Encontro04.03.2018
Tamanho0.66 Mb.
1   ...   32   33   34   35   36   37   38   39   ...   48

VIII – ANEXOS





      1. DIÁRIO DE AULA – 10/05/07

Meu estágio começaria na segunda-feira, mas houve conselho de classe, e, além disso, fui à escola na quinta passada e disseram que não havia mais vaga para estágio. Assim, fui ontem pela primeira vez e pedi para assistir as aulas.

Ontem eu assisti as aulas da 5a e 6aseries do EJA (ensino de jovens e adultos).

A característica básica destas turmas é a maioria de alunos composta de adultos, sendo que existem muitos idosos.

A dificuldade deles é evidentemente maior do que outros alunos dos cursos regulares, mas, porém há uma peculiaridade, que a indisciplina é praticamente inexistente, além de um interesse enorme no aprendizado, principalmente na 5a. série. Isto ficou evidente numa conversa com a professora Fátima, onde durante o intervalo ela comentou que "eles tem vontade de aprender, mas tem uma dificuldade enorme, e já os meninos da manhã têm muita facilidade, mas nenhum interesse". Estas diferenças são interessantes. Vamos nos aprofundar no tema e discutir na próxima aula. Levarei para você alguns textos sobre a Educação de Jovens e Adultos.

Na aula de ontem o assunto foi o uso do transferidor, onde ela mostrou na lousa como se faz um ângulo de 45° e pediu para a turma fazer outros três diferentes (80°, 110°, 90°).

A professora, pós mostrar como se fazia o ângulo de 45° na lousa, foi nas carteiras atender aos alunos, e mostrar como se fazia ou verificar se estava certo, reforçando os corretos.

Neste ponto me lembrei de PSICOLOGIA DE APRENDIZAGEM, a respeito de condicionamento de Pavlov, de reforço positivo. Como você analisaria o episódio sob a ótica da Psicologia da Aprendizagem?

Observando a metodologia de ensino, me lembrei de nossas aulas, a respeito do texto “El Diário Del Profesor: Un recurso para la investigación en la aula", de Rafael Polán e José Martín, onde se encaixa perfeitamente com a maneira tradicional de ensinar, pois de acordo com o resumo de aula

sabemos que:

A maneira tradicional de ensinar: É a transmissão verbal de conteúdos sem conexão com a realidade, ignorando uma serie de concepções, como:

a) O conhecimento científico está acabado, absoluto, verdadeiro.

b) Aprender é apropriar-se do conhecimento, sem interpretações.

c) Aprender é um acontecimento individual.

Assim, temos uma pergunta freqüente dos alunos: "Está Certo?", ó "É assim que faz?", como se existisse uma única maneira certa, o que vai de encontro com o texto de Polán. Você destacou três pontos muito importantes sobre a maneira tradicional de ensinar. Precisamos nos aprofundar em cada um deles.

Na 6a série se repetiram as perguntas se repetiram.

O tema da aula foi revisão de frações, sendo que ela pediu para os alunos fazerem multiplicação, divisão e subtração de frações.

Notei grande dificuldade dos alunos em divisão e subtração, pois não lembravam as regras, que a meu ver tinham sido decoradas na 5a serie.

Também aqui os alunos estavam ligados à assimilação de regras, principalmente na divisão de frações, mas ao passo que eu refletia sobre o assunto, eu não saberia ali naquele momento, como explicar o assunto, sem a regra básica decorada, mas eu já teria noção de como passar uma aluna construtivista sobre soma e subtração de frações. Levante essa questão na próxima aula. Até lá, pense um pouco mais sobre o tema e procure ler alguma coisa a respeito.

Novamente se repetiu a indisciplina baixa.

Outro fato importante que foi esquecido por mim no relato acima, é que durante a aula na 5a serie, enquanto a professora explicava na lousa ou atendia aos alunos, eu circulei pela classe para observei como os alunos estavam realizando os exercícios e tirei algumas dúvidas.

Para os alunos, eu serei como um monitor, e ouvi frases do tipo: “Agora temos um monitor” O nosso objetivo é que vocês participem da aula, auxiliando o professor, como monitores.



1   ...   32   33   34   35   36   37   38   39   ...   48




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual