Universidade do Estado de Santa Catarina udesc



Baixar 137.5 Kb.
Encontro04.03.2018
Tamanho137.5 Kb.
#184



UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA – UDESC

Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED


PLANO DE ENSINO


DEPARTAMENTO:


CIÊNCIAS HUMANAS

ANO/SEMESTRE:

2012-1

CURSO:


PEDAGOGIA

FASE:



DISCIPLINA:

TEORIAS DA APRENDIZAGEM

TURNO:

matutino

CARGA HORÁRIA:

60 horas.aula

CRÉDITOS:

04

PROFESSOR:

TITO SENA email: tito.sena@udesc.br


1 EMENTA

Teorias de aprendizagem e processos de conhecimento na sociedade atual.





2 HORÁRIO DAS AULAS

DIA DA SEMANA

HORÁRIO

CRÉDITOS

Quarta

09:20 às 11:50

03

Quinta

11:00 às 11:50

01



3 OBJETIVOS



3.1 OBJETIVO GERAL

Apresentar e debater junto a(o)s aluna(o)s do curso de Pedagogia, algumas das principais teorias de aprendizagem.






3.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS




  1. Proporcionar aos alunos do curso de Pedagogia, conhecimentos sobre as teorias de aprendizagem.

  2. Possibilitar visão crítica sobre as concepções de pessoa, sociedade, conhecimento, educação, escola e relação professor/aluno presentes nas teorias de aprendizagem;

  3. Promover aproximações com as outras disciplinas da 6ª fase, como Pesquisa e Prática Pedagógica IV, Currículo Conhecimento e Cultura II, Alfabetização II, Organização e Gestão da Educação II, e disciplinas das fases precedentes.


4 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO



Unidade I: Revisão – Fundamentos

  • Concepções inatistas, ambientalistas e interacionistas.

  • Abordagens comportamentais, gestálticas, humanistas, cognitivas e sistêmicas

  • Teorias clássicas de desenvolvimento cognitivo

- Métodos e/ou sistemas educacionais: Freinet, Montessori, Waldorf, Freire, etc.
Unidade II: Teorias de Aprendizagem: algumas elaborações

  • Teoria da Aprendizagem Social de Albert Bandura

  • Teoria de Ensino de Jerome Bruner

  • Teoria da Aprendizagem Significante de Carl Rogers

  • Teoria de Aprendizagem Significativa de David Ausubel

  • Teoria da Modificabilidade Cognitiva Estrutural de Reuven Feuerstein

  • Teoria da Atividade (Vygotsky, Leontiev, Davydov)


Unidade III: Teorias de Aprendizagem em Ambientes Computacionais (TAAC)

  • Possibilidades de ensino e aprendizagem através de mídias eletrônicas

  • Ambientes Virtuais de Ensino e Aprendizagem (AVEA)






5 METODOLOGIA

- Aulas expositivas com recursos audiovisuais;

- Exibição de trechos de filmes e documentários;

- Aulas conjuntas com convidados especiais e/ou professores de disciplinas afins;

- Oficinas, debates interativos, etc.




6 CALENDÁRIO DAS AULAS




MÊS

DIAS

Fevereiro

Março


15 – 16 – 22 – 23 – 29 .................................................= 11 aulas

01 – 07 – 08 – 14 – 15 – 21 – 22 – 28 – 29 .................... = 17 aulas



Abril

04 – 11 – 12 – 18 – 19 – 25 – 26 ................................. = 15 aulas

Maio

02 – 03 – 09 – 10 – 16 – 17 – 23 – 24 – 30 - 31.............. = 20 aulas

Junho (alternativas)



( Total só quartas = 48 aulas) Total ….......= 63 aulas

06 – 13 – 30 – 27 (12 aulas)





7 AVALIAÇÃO

A avaliação na disciplina será dividida em um conjunto de itens:



  1. Verificação do aproveitamento do conteúdo da disciplina através de elaborações escritas para cada unidade, sendo assim distribuídas:

1ª unidade: atividade reflexiva individual sem consulta bibliográfica – peso 3;

2ª unidade: atividade reflexiva em duplas com consulta bibliográfica – peso 2

Aula ilustrativa do autor com plano de aula - Peso 3

3ª unidade: comentário crítico em duplas – Peso 2;

  1. Freqüência e participação ativa nas atividades individuais e coletivas;

  2. Contribuições através de pesquisa pessoal (revistas, jornais, sites, etc.);

  3. Participação em palestras, eventos e cursos correlacionados com a disciplina.



8 BIBLIOGRAFIA



1. BÁSICA

ARAÚJO, Julio César.(org.). Internet e Ensino: novos gêneros, outros desafios. Rio de Janeiro: Lucerna, 2007.


AUSUBEL, David.; NOVAK, Joseph. & HANESIAN, Helen. Psicologia Educacional. Rio de Janeiro:

Interamericana, 1980.


BANDURA, Albert. Modificação do comportamento. Rio de Janeiro: Interamericana, 1972.
BRUNER, Jerome. Uma nova teoria de aprendizagem. Rio de Janeiro.: Edições Bloch, 1976
CABRAL, Loni Grimm; SOUZA, Pedro de; LOPES, Ruth; PAGOTTO, Emílio (orgs.). Linguística e Ensino: novas tecnologias. Blumenau: Nova Letra, 2001
FARAH, Rosa Maria (org.). Psicologia e Informática: o ser humano diante das novas tecnologias. São Paulo: Oficina do Livro, 2004.
FEUERSTEIN, Reuven. “Teoria de la Modificabilidad Cognitiva Estructural”.In:FEUERSTEIN. R.; BELTRÁN, J. e otros. ¿Es modificable la inteligencia? Nueva Escuela 37. Madri: Bruño, 1996.
LIBÂNEO, José Carlos. “A didática e a aprendizagem do pensar e do aprender: a Teoria Histórico-cultural da Atividade e a contribuição de Vasili Davydov”; Revista Brasileira da Educação, n° 27, set/dez 2004. ANPEd.
MOREIRA, Marco Antonio. Teorias de Aprendizagem. São Paulo: EPU, 1999
PALANGANA, Isilda Campaner. Desenvolvimento e aprendizagem em Piaget e Vygotsky. São Paulo: Summus, 2001.
PIAGET, Jean. Epistemologia Genética. São Paulo: Martins Fontes, 2002
ROGERS, Carl. Liberdade para aprender. Belo Horizonte: Interlivros, 1978.
ROSA, Jorge La.(org.) Psicologia e Educação: O Significado do Aprender. Porto Alegre:

EDIPUCRS, 2001.


TAILLE, Yves de; OLIVEIRA, Maria Kohl; DANTAS, Heloisa. Piaget, Vygotsky, Wallon:

Teorias psicogenéticas em discussão. São Paulo: Summus, 1992.
VYGOTSKY, Lev Semenovich. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. São Paulo: Martins Fontes, 1996.
WALLON, Henri. A evolução psicológica da criança. Lisboa, Portugal: Edições 70, 1998.
2. Complementar
BRUNER, Jerome. O Processo da Educação. São Paulo.: Nacional, 1978.
BEYER, Hugo Otto. O fazer psicopedagógico: a abordagem de Reuven Feuerstein a partir de Piaget e Vygotsky. Porto Alegre: Mediação, 1996.
CORIA-SABINI, Maria A. Psicologia aplicada à educação. São Paulo: EPU, 1986
CHARLOT, Bernard. Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre: Artmed, 2000.
DANIELS, Harry.(org.). Vygotsky em foco: pressupostos e desdobramentos. Campinas,SP:Papirus, 1994.
DANTAS, Heloysa. A infância da razão: uma introdução à psicologia da inteligência de

Henry Wallon. São Paulo: Manole Dois, 1990.
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São

Paulo: Paz e Terra, 1996.


FREITAS, Maria Teresa de Assunção. Vygotsky & Bakhtin: Psicologia e Educação: um intertexto. São Paulo: Ática, 1996.
GADOTTI, Moacir. Pedagogia da práxis. São Paulo: Cortez: Instituto Paulo Freire,1998
GAGNÈ, Robert. Como se realiza a aprendizagem. São Paulo: Cultrix, 1981
GALVÃO, Izabel. Henry Wallon: uma concepção dialética do desenvolvimento infantil.

Petrólpolis, RJ: Vozes, 2000


GÓES, Maria Cecília & SMOLKA, Ana Luiza (orgs). A significação nos espaços educacionais: interação social e subjetivação. Campinas, SP: Papirus, 1997.
LÉVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Ed. 34, 1999.
MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo:

EPU, 1986.


MUKHINA, Valéria. Psicologia da idade pré-escolar. São Paulo: Martins Fontes, 1995.
MORIN, Edgar. Os Sete Saberes necessários à Educação do Futuro. São Paulo: Cortez; Brasília, UNESCO, 2003.
PIAGET, Jean. Psicologia e Pedagogia. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2003
PERRENOUD, Philipe. Dez novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.
REGO, Teresa Cristina. Vygotsky: uma perspectiva histórico-cultural da educação.

Petrópolis, RJ, Vozes, 1998.


ROGERS, Carl. Tornar-se Pessoa. São Paulo: Martins Fontes, 1991.
SAVIANI, Dermeval. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. Campinas, SP:

Autores Associados, 1997.


SEBARROJA, Jaume Carbonell (org.). Pedagogias do século XX. Porto Alegre: Artes

Médicas, 2003.


VYGOTSKY. Pensamento e linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 1996.
VYGOTSKY, Lev; LURIA, Aleksander; LEONTIEV, Aleksei. Psicologia e Pedagogia: bases psicológicas da aprendizagem e desenvolvimento . São Paulo: Moraes, 1991.
WITTER, Geraldina & LOMÕNACO, José Fernando (orgs.). Psicologia da Aprendizagem:

aplicações na escola. São Paulo: EPU, 1987.


3. ENDEREÇOS ELETRÔNICOS



www.scielo.br www.anped.org.br

www.portal.mec.gov.br www.educacaoonline.pro.br

www.inep.gov.br www.educacao.pro.br

www.observatoriodaimprensa.com.br www.bussolaescolar.com.br



Baixar 137.5 Kb.

Compartilhe com seus amigos:




©psicod.org 2022
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
santa catarina
Prefeitura municipal
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
Processo seletivo
ensino fundamental
minas gerais
seletivo simplificado
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
Concurso público
direitos humanos
Universidade estadual
saúde mental
educaçÃo infantil
educaçÃo física
Centro universitário
saúde conselho
ciências humanas
santa maria
Poder judiciário
Excelentíssimo senhor
assistência social
Conselho regional
Atividade estruturada
ensino aprendizagem
língua portuguesa
políticas públicas
Colégio estadual
recursos humanos
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
outras providências
secretaria municipal
público federal
educaçÃo universidade
Conselho municipal
catarina prefeitura
Componente curricular
conselho estadual
psicologia programa