Universidade de brasília – UnB



Baixar 204.62 Kb.
Página1/15
Encontro27.04.2018
Tamanho204.62 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   15
  1. UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA – UnB


FACULDADE DE EDUCAÇÃO – FE

GRUPO DE ENSINO-PESQUISA-EXTENSÃO EM EDUCAÇÃO POPULAR (CRIANÇAS, ADOLESCENTES, JOVENS, ADULTOS E IDOSOS) E ESTUDOS FILOSÓFICOS E HISTÓRICO-CULTURAIS - GENPEX
DOCUMENTO BASE

1. ANTECEDENTES

O GRUPO DE ENSINO-PESQUISA-EXTENSÃO EM EDUCAÇÃO POPULAR E ESTUDOS FILOSÓFICOS E HISTÓRICO-CULTURAIS – GENPEX foi constituído em Abril de 2000 e está registrado no Conselho Nacional de Desenvolvimento Tecnológico e Científico – CNPq.


O GRUPO é o desdobramento histórico do Projeto Paranoá de Alfabetização e Formação de Alfabetizadores/as jovens e adultos de camadas populares: uma iniciativa do CEDEP – Centro de Cultura e Desenvolvimento Popular do Paranoá – UnB.

A trajetória do Projeto Paranoá acompanha a própria constituição da história de Brasília e sua relação com o fenômeno do êxodo rural. Forçados por questões econômicas, milhares de migrantes deixam suas terras de origem à procura de maiores e melhores condições de vida. A necessidade de moradia os levaria a desenvolver uma ação coletiva que atendesse às suas necessidades de existência e sobrevivência. Nesse movimento de luta e ocupação da terra, ocorrem vários enfrentamentos com o braço repressivo do poder executivo do Distrito Federal, que, usando seu aparato repressivo-coercitivo e persuasivo, tenta convencê-los a abandonar o Paranoá e aceitar sua transferência para locais distantes do Plano Piloto1.

No conjunto de relações, caracterizadas pela contradição entre o negar a vida (Estado) e o afirmar a vida (moradores), resultou uma grande organização e mobilização dos moradores do Paranoá para suprir os bens de serviços necessários à sua existência e sobrevivência: água, energia elétrica, transporte, alimentação, educação, etc. Esse processo de mobilização surge da ação de um grupo de jovens católicos que, no desdobramento de sua ação-reflexão-ação religiosa, se engajam num movimento comunitário, também denominado Grupo Pró-moradia do Paranoá. Organizado e mobilizado, esse grupo pressiona o Estado, alcançando várias melhorias e, principalmente, o decreto de fixação definitiva do Paranoá (Reis, 2000).

Nesse movimento de construção da história, a alfabetização de jovens e adultos se colocava como necessária ao fortalecimento da luta coletiva. É quando esses grupos recorrem à Universidade de Brasília e buscam nessa instituição o apoio necessário aos seus objetivos: ler, escrever e calcular e, simultaneamente, buscar soluções para os problemas do Paranoá e, posteriormente, do Centro de Cultura e Desenvolvimento Popular do Paranoá - CEDEP 2 (idem, 2000).

O CEDEP demandou apoio à Faculdade de Educação da UnB em 1986, que aceitou o desafio na pessoa da professora Marialice Pitaguari, que permaneceu como coordenadora até 1990, quando por razões de saúde retornou à sua cidade de origem.

A partir dessa data, o professor Renato Hilário dos Reis deu seqüência ao trabalho, contando com a participação e colaboração de inúmeros professores, servidores, alunos e diversos profissionais.

Em 2000, juntou-se ao Projeto Paranoá o Programa de Preparação à Educação Básica do Servidor da UnB, PROCAP/ SHR.

O texto do documento base que se segue está dividido em cinco partes:


A primeira trata dos pressupostos que constituem o referencial indicativo do GRUPO: Conceitos de Civilização, Ser Humano, Sociedade, Educação, Universidade e Educação Popular (crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos), discutidos de forma sintética e concisa. A segunda parte trata dos objetivos. A terceira parte relaciona a produção acadêmica até então desenvolvida. A quarta caracteriza a natureza dos seus recursos humanos. E, por último, o documento finaliza com uma bibliografia básica, orientadora do Grupo de Ensino-Pesquisa-Extensão em Educação Popular e Estudos Filosóficos e Histórico-Culturais.


Baixar 204.62 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   15




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual