Um pouco de história: o despertar para a questão


O INFOCENTRO E O CURSO DE PEDAGOGIA: RELAÇÕES FRAGMENTADAS?



Baixar 2.56 Mb.
Página26/83
Encontro27.05.2018
Tamanho2.56 Mb.
1   ...   22   23   24   25   26   27   28   29   ...   83
5. O INFOCENTRO E O CURSO DE PEDAGOGIA: RELAÇÕES FRAGMENTADAS?
Iniciei meu Estudo-Piloto em janeiro de 2006, após o término da greve realizada pelas Universidades públicas, quando a abertura dos infocentros realmente se efetivou. Neste momento inicial, questionava-me: Quem são seus usuários? Como o projeto do infocentro vem sendo recebido por eles? Com que finalidade e freqüência utilizam este ambiente?

Para responder às questões colocadas, fez-se necessário um mapeamento da utilização do infocentro pelos alunos. Assim, a partir das fichas de acesso51 preenchidas por seus freqüentadores, tornou-se possível visualizar a utilização do infocentro instalado entre as Faculdades de Comunicação, Economia/Administração e Educação, distribuídas por três períodos: 10 de janeiro a 23 de março de 2006 (1/2006); 24 de abril a 29 de agosto de 2006 (2/2006); 18 de setembro de 2006 a 29 de janeiro de 2007 (3/2006). A partir destes dados foi possível perceber os cursos que estão mais presentes neste ambiente e os dias da semana que são mais freqüentados.



Ao unir os três períodos citados, obtemos o seguinte gráfico:

A partir deste gráfico pode-se inferir que, na média geral, o curso de Comunicação, devido ao grande destaque que teve em relação aos outros cursos no primeiro (1/2006) e segundo (2/2006) períodos, apresenta um uso bem superior aos demais (42%), seguido da Economia (21%), Pedagogia (17%), Administração (6%) e Educação Física (2%). Todos os cursos cuja porcentagem de alunos freqüentadores foi menor que 3% nos três períodos observados, foram inseridos no item “outros cursos”, para melhor visualização e entendimento do gráfico.



Contudo, esta porcentagem, assim como a predominância do curso de Comunicação na utilização do infocentro, não foi constante no decorrer dos três períodos observados. É possível perceber essa alteração a partir do gráfico abaixo:


Assim, nota-se uma mudança significativa no que se refere à utilização do infocentro efetivada pelo curso de Economia, que no primeiro e segundo semestres abrangia apenas 4% de uso do infocentro, aumentando significativamente no terceiro semestre (34%). O curso de Administração também inicia essa utilização timidamente (3%), ampliando-a no segundo (7%) e terceiro (6%) semestres. Educação Física mantém-se praticamente igual nos três períodos (2%; 3% e 2%) e Pedagogia apresenta um declínio em sua utilização, passando de 27% no primeiro semestre para 18% e 14% nos períodos posteriores.

Os alunos da Comunicação, por sua vez, fazem um uso mais efetivo e marcante do infocentro, destacando-se dentre os demais cursos, principalmente no primeiro e segundo períodos (56% e 52%), em que a utilização destes discentes abarca mais da metade do uso deste ambiente. Apenas no último período (3/2006) passa a dividir o maior índice de utilização com a Economia, ambos com 34%.

Esta maior procura pelo infocentro por alunos da Comunicação pode ser compreendida pela exigência deste curso de acesso à informação e à comunicação. Alguns discentes trabalham em rádios e, em função disso, precisam manter-se atualizados. Outros utilizam e-mails para um constante intercâmbio com professores e demais profissionais. Em função disso, o aluno da Comunicação demonstra sentir necessidade de ir ao infocentro, porque seu uso torna-se significativo, faz sentido, uma vez que estão se preparando para serem profissionais da comunicação/informação.

Os alunos da Pedagogia, por sua vez, parecem ainda estar centrados na digitação de trabalhos que, segundo eles, é melhor realizada nos únicos dois computadores da biblioteca da Faculdade de Educação, já que lá utiliza-se o Windows e não o Linux.

Cursos como Artes, Ciências Biológicas, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Química, Letras, Matemática e Psicologia, que foram encontrados nas fichas de acesso com porcentagem abaixo de 3% – exceto o Educação Física, que apresenta um índice que varia entre 2% e 3% – nos três períodos (1/2006; 2/2006 e 3/2006) têm, em sua grade curricular, disciplinas obrigatórias na Faculdade de Educação. Assim, os alunos geralmente encontram-se nas dependências da faculdade para essas aulas. Este é um dos fatores que poderia explicar a presença de alunos de outros cursos neste infocentro.

Interessante constatar que cursos como Economia e Administração, que deveriam dividir esse espaço com alunos da Pedagogia e Comunicação, encontravam-se muito tímidos na utilização do infocentro no primeiro período (1/2006). Contudo, em entrevista com o professor José Humberto, diretor desta unidade, pude constatar que a FEA – Faculdade de Economia e Administração – tem em suas dependências um laboratório de informática com 20 computadores, que pode ser utilizado pelos alunos em tempo integral. O que diferencia o infocentro destes laboratórios, segundo o diretor, é o acesso, a nível mundial, a bibliotecas para pesquisa, como é o caso do PERIÓDICOS-CAPES. Por esta razão ele afirmou, durante entrevista realizada no dia 28 de junho de 2006, que realizaria uma divulgação maior do infocentro junto aos alunos e professores da Faculdade de Economia/Administração.

Após esse período, foi possível evidenciar nas fichas de acesso contabilizadas entre os dias 18 de setembro de 2006 a 29 de janeiro de 2007 (3/2006), um aumento significativo na procura dos alunos do curso de Economia ao infocentro, o que pode ter sido fruto do diálogo por nós estabelecido em entrevista com o seu diretor.

Mas vejamos, então, como se distribui a freqüência dos alunos pelos dias da semana:




É possível notar, com base no gráfico acima, que a utilização entre os dias da semana está bem distribuída entre Segunda (24%), Terça (21%), Quarta (19%) e Quinta (22%). Sexta é o dia de menor índice de uso (apenas 14%), tendo esta baixa procura em todos os períodos observados (11%, 15% e 14%, respectivamente). Ao contrário, Segunda-feira inicia tendo um pequeno acesso (15%), que é aumentado gradativamente nos períodos posteriores (22% e 27%). Assim, no último período sua utilização chega a destacar-se diante dos demais dias da semana, que variam entre 14% e 20%.

A utilização por dia da semana em cada período pode ser acompanhada a partir do seguinte gráfico:



Percebe-se que a porcentagem de uso durante os dias da semana, no primeiro período mencionado (1/2006) está bem distribuída entre Terça, Quarta e Quinta-feira, variando entre 23% a 26%. Contudo, Segunda e Sexta-feira não são dias muito procurados, tendo a Sexta-feira o menor índice de procura (apenas 11%).

Nos demais períodos (2/2006 e 3/2006) não mais percebemos essa discrepância em relação à Segunda-feira, tendo inclusive, no último período (3/2006), o maior índice de procura (27%). A Sexta-feira, contudo, permanece com índices baixos de freqüência, variando entre 11% e 15% entre os três períodos.

No segundo período (2/2006) é que os índices de utilização por semana parecem mais equilibrados, variando entre 19% e 24% no decorrer de toda a semana, exceto Sexta (15%). No terceiro período (3/2006), há uma grande procura pelo infocentro na Segunda-feira (27%), contrariamente à Sexta-feira (14%). Nos demais dias da semana, estes índices pouco alteram-se (mantêm-se entre 18% e 20%).

O importante é dizer que os alunos procuram o infocentro. Como foi possível entrever no capítulo anterior, fazendo a média entre os três períodos observados, cerca de 90 alunos passaram pelo infocentro diariamente. Fica claro pelos gráficos, todavia, que os alunos de Pedagogia da UFJF se colocam em terceiro lugar como usuários do infocentro. Portanto, é preciso pensar: que sentidos estes alunos atribuem ao infocentro? Que relação existe entre o curso de Pedagogia e o computador/internet? O que é o curso de Pedagogia? Os professores deste curso contribuem para a construção destes sentidos e para a utilização que seus discentes fazem do infocentro? A criação do infocentro traz mudanças para a formação inicial do pedagogo?




Catálogo: ppge -> files -> 2010
ppge -> Ata da ducentésima octogésima sexta reunião ordinária do colegiado delegado do programa de pós-graduaçÃo em educaçÃO/ced/ufsc
files -> Faculdade de educaçÃo programa de Pós-Graduação em Educação edital processo seletivo 2014 o programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora faz saber a todos quantos virem o presente
files -> Maria fernanda van erven
files -> O interessante é que o próprio Estevam de Oliveira em seus escritos não utilizou apenas uma denominação quando se referia às escolas graduadas
2010 -> Um labirinto
2010 -> Universidade federal do pampa
files -> Universidade federal de juiz de fora faculdade de educaçÃo programa de pós-graduaçÃo em educaçÃo quadro de disciplinas para 2018/3

Baixar 2.56 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   22   23   24   25   26   27   28   29   ...   83




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual