Um pouco de história: o despertar para a questão


“Era simplesmente uma porta



Baixar 2.56 Mb.
Página13/83
Encontro27.05.2018
Tamanho2.56 Mb.
1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   ...   83
4.2.1.1 “Era simplesmente uma porta”: O infocentro e a falta de divulgação
Noto uma falta de divulgação da implantação do infocentro, principalmente junto aos alunos do curso de Pedagogia, fazendo com que alguns deles desconheçam sua existência. Isso pode ser evidenciado através da média42 de utilização diária do infocentro, que parece crescer paralelamente ao conhecimento dos alunos sobre a sua existência, o que pode ser ilustrado com base no gráfico43 abaixo:

Assim, vejo um crescente movimento de procura ao infocentro, que inicia-se com a utilização de aproximadamente 47 pessoas por dia (1/2006), passando para 96 pessoas no segundo período (2/2006) e 123 no terceiro (3/2006). Isso nos dá uma média geral – olhando desde a inauguração do infocentro em 10 de janeiro de 2006 até 29 de janeiro de 2007 – de aproximadamente 89 pessoas, que passam por este ambiente todos os dias, para desenvolver as mais variadas atividades.

Tal falta de divulgação fica clara, inclusive, na fala do professor Fernando Fiorese:


Mirella: E eles repassaram alguma coisa sobre a divulgação, para vocês divulgarem para os alunos, para os professores?

Fernando Fiorese: Não. Não. Teve uma inauguração... ali na Comunicação. Eu acredito que todos os alunos ficaram sabendo, até porque fica do lado do D.A., fica do lado da cantina.

(Fragmento da entrevista individual realizada no dia 12 de fevereiro de 2007).

Contrariando a idéia do ex-diretor da Faculdade de Comunicação, em relação ao infocentro estudado e ainda no Estudo-Piloto, alguns alunos chegavam a alegar desconhecer sua existência, mesmo este situando-se em um lugar acessível a todos: ao lado do xerox da Faculdade de Educação, fazendo com que transitassem constantemente por este local. O mesmo acontece com os discentes participantes de minha pesquisa. Sendo assim, este ambiente parece ser, para os alunos, apenas mais uma sala, mais uma porta:


Mirella: Na semana passada a gente estava comentando sobre a divulgação do Infocentro. Vocês falaram que não houve divulgação...

Mônica: Descobri mesmo.Aí depois...

Jaqueline: Caiu do céu.

Mirella: Como isso foi para você?

Elisa: Também descobri.

Mirella: Descobriu. Quando você olhou tinha uma porta diferente!?

Elisa: Um dia assim, tinha uma porta: “Oh, tem um laboratório aqui!”

Mônica: Comigo foi a mesma coisa. Ainda mais por ficar fechado, na minha época não tinha nem aquele papelzinho de horário, não tinha nada. Era simplesmente uma porta. E ali tem mais de uma porta, e se eu abrir a porta, vai que é uma sala de aula...

(Fragmento das discussões do Grupo Focal Reflexivo realizada no dia 31 de maio de 2007 – Grupo 02).
Norma: Quando a gente entrou a gente viu a placa, a gente foi lá “Ah, tem aqui! Será que pode entrar?” A gente foi assim, na porta... a gente abriu a porta, a gente: “Olha, pode!”

(Fragmento das discussões do Grupo Focal Reflexivo realizada no dia 21 de maio de 2007 – Grupo 01).

Evidencia-se que, por algum tempo após sua criação, o infocentro simplesmente não existia para grande parte dos alunos por desconhecerem sua instalação. Para os que chegam, é apenas uma porta sem sentido. Uma porta que desperta a curiosidade, mas que os alunos não descobrem rapidamente o que guarda dentro dela. Assim, o infocentro é invisível, no sentido de não ser enxergado, por uma falta de divulgação. É cabível questionar, diante disso, de que serve uma porta que guarda computadores conectados à internet se estes, por certo período, não são utilizados pelos discentes por não saberem que é permitido abrir a porta, entrar, assentar-se e utilizar tal instrumento. O que me pergunto é: e se não fosse a curiosidade dos alunos, que os faz abrir tal porta e, assim, abrir também novas possibilidades?

Unem-se à falta de divulgação, problemas estruturais do próprio infocentro, como o horário de funcionamento, o trabalho do bolsista, a não manutenção constante do maquinário, a ausência de drive de cd em todos os computadores, e o Software Livre Linux. Tais aspectos complicam ainda mais a inclusão digital esperada e serão abordados a partir daqui.



Catálogo: ppge -> files -> 2010
ppge -> Ata da ducentésima octogésima sexta reunião ordinária do colegiado delegado do programa de pós-graduaçÃo em educaçÃO/ced/ufsc
files -> Faculdade de educaçÃo programa de Pós-Graduação em Educação edital processo seletivo 2014 o programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora faz saber a todos quantos virem o presente
files -> Maria fernanda van erven
files -> O interessante é que o próprio Estevam de Oliveira em seus escritos não utilizou apenas uma denominação quando se referia às escolas graduadas
2010 -> Um labirinto
2010 -> Universidade federal do pampa
files -> Universidade federal de juiz de fora faculdade de educaçÃo programa de pós-graduaçÃo em educaçÃo quadro de disciplinas para 2018/3

Baixar 2.56 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   ...   83




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual