Relatório: XVIII seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias (snbu)


Novas agendas de atuação e os perfis profissionais em bibliotecas universitárias



Baixar 2.2 Mb.
Página11/53
Encontro06.04.2018
Tamanho2.2 Mb.
1   ...   7   8   9   10   11   12   13   14   ...   53

Novas agendas de atuação e os perfis profissionais em bibliotecas universitárias



Ricardo Lemos Soares (Fundação Dorina Nowill para Cegos – FDNC)
Informação acessível e educação: apresentou ferramentas e serviços disponíveis para acesso à informação visando a acessibilidade da informação (Ex. Epub-3 – conceito de livro dinâmico, conectado, integrado, interativo e acessível; fazer um livro didático e ter a aula do professor gravada disponibilizando ambos; apresentou as vantagens do Epub-3). É fundamental conhecer os direitos da pessoa com deficiência para conseguir investimentos baseados na Lei.

Lilian Maria Araújo de Rezende Alvares (UnB, Ibict)
Apresentou o cenário da graduação e pós-graduação no Brasil. Há uma aumento de matrículas na graduação, porém há uma evasão dos formandos, especialmente nas engenharias. É preocupante que esses alunos da área de tecnologia não estão concluindo os cursos. Não há uma política eficientemente estratégica para as regiões interioranas, constata-se pela inexistência de cursos de graduação. Incentivar a pesquisa científica e tecnológica é essencial. Apenas 18% dos jovens estão no ensino de graduação. Se a graduação não tem alunos suficientes, a pós-graduação não terá. A Capes, assim como muitas universidades está fazendo algumas ações já no ensino médio, para fazer com que mais alunos cheguem a graduação e consequentemente a pós. Na pós, a barreira linguística ainda é um dos impedimentos. As BU’s precisam atender estas mudanças de cenário. Elementos da nova agenda das BU’s no século XXI: 1) Desenvolvimento de coleções – garantir o amplo acesso ao conhecimento, este não deve estar limitado a um espaço determinado; 2) Humanidades digitais – encontro das ciências humanas e sociais com as tecnologias. As BU’s precisam considerar uma nova visão de gerenciamento; 3) Preservação digital – esforço na preservação das coleções digitais. O plano estratégico das bibliotecas tem que incluir infraestrutura que acompanhem estas coleções; 4) Curadoria de Dados Científicos – quais os desafios e oportunidades para o uso e reuso dos dados da pesquisa científica no âmbito das BU’s? padrões para repositório de dados; metadados; organização de infraestrutura; implementação de sistemas de intercâmbio global; 5) Comunicação científica; 6) Educação aberta – apoio no desenvolvimento educação de recurso aberto; 7) Comprometimento com o sucesso do aluno; 8) Mudanças tecnológicas; 9) Cooperação e colaboração. O futuro das BU’s só vai dar certo com a cooperação e colaboração, para viabilizar que os projetos em andamento deem continuidade. Os bibliotecários devem estar antenados com as boas práticas da profissão. Bibliotecas mudam vidas. “O conhecimento cresce do conhecimento, os usuários de todas as idades dependem do conhecimento e da experiência de bibliotecas e bibliotecários” (Declaração para o Direito das Bibliotecas, Conferência Anual da ALA, Chicago, dois de Julho de 2013).
Waldomiro de Castro Santos Vergueiro (USP)
Profissional da informação: competências e atitudes exigidas pelo mercado de trabalho – apresentou os dados de pesquisa realizada no Brasil, onde foram verificados os conteúdos dos anúncios de vagas para profissionais da informação. Verificou-se que os empregos se estendem a todos os setores de atividade, com um pouco mais de destaque para o setor de educação, informação e provedores de serviços. Há um misto entre técnicas tradicionais dos sistemas de informação. Destacam-se as atividades que tem a ver com a atenção do usuário/cliente. Precisamos desenvolver mais nossas relações e conhecimentos em relação aos usuários/clientes. Existe uma demanda grande para o aspecto das tecnologias e da organização da informação. É preciso mais capacitação nas habilidades técnicas e gestão de sistemas de informação, além das atividades voltadas aos usuários. Destacam-se conhecimentos de: sistemas de informação específicos; software documental; bases de dados; desenho Web; linguagem de programação. Em relação às habilidades (atitudes) instrumentais: capacidade de comunicação oral e escrita; domínio de línguas estrangeiras; familiaridade no uso de produtos específicos. Estamos fornecendo as competências básicas que o mercado está exigindo? Os anúncios pedem em geral um auto manuseio de tecnologias e adaptação a sua evolução.



Baixar 2.2 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   7   8   9   10   11   12   13   14   ...   53




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual