Psicopedagogia clínica: caminhos teóricos e práticos makeliny Oliveira Gomes Nogueira, Daniela Leal



Baixar 205.49 Kb.
Página13/14
Encontro04.03.2018
Tamanho205.49 Kb.
1   ...   6   7   8   9   10   11   12   13   14
Questão para reflexão

Essa questão visa levar o estudante a refletir sobre o seu próprio processo de ensino-aprendizagem e suas relações professor-aluno e aluno-escola com base em suas próprias experiências escolares até o momento, verificando se houve algum agravante no seu processo de ensino-aprendizagem relacionado a tais passagens. A intenção é levar o leitor a pensar sobre seus próprios problemas e dificuldades de aprendizagem –­ autoconhecimento – pois isso poderá ajudá-lo no momento de diagnosticar e tratar dos problemas e das dificuldades dos seus clientes futuros. O exercício também ajudará o estudante a se colocar no lugar dos outros atores em questão para que possa fazer um verdadeiro exercício de autorreflexão.



Atividade aplicada: prática

Segundo Chamat (2004), existem inúmeras abordagens, tipos e metodologias no campo clínico e institucional para a atuação psicopedagógica, tanto em relação à avaliação diagnóstica quanto no que tange à intervenção ou ao tratamento propriamente dito. Aqui, citaremos algumas delas, mas o leitor poderá encontrar outras durante a sua pesquisa:

a) Abordagem psiconeurológica: Tem uma visão neurológica da aprendizagem, acreditando que, para a criança aprender, é necessário que seu aparelho neurológico seja saudável – sistema nervoso central e periférico em harmonia −, pois só assim ela será capaz de receber, categorizar, armazenar e integrar informações. O tratamento nessa linha é feito com estimulação cerebral e medicamentos se necessário.

b) Abordagem neuropsiquiátrica: Trata os casos de crianças disléxicas, psicóticas, esquizofrênicas que não conseguem aprender. Nesse caso, o tratamento é neurológico e psicológico, no caso da dislexia, e psiquiátrico e psicológico, no caso da psicose ou da esquizofrenia.

c) Abordagem comportamental: Enfatiza a questão da motivação intrínseca e extrínseca, ou seja, estimulação da atenção e memorização. O tratamento é feito com estimulação e reforço do comportamento.

Capítulo 4

Atividades de autoavaliação

1. V, F, V, V

2. c

3. a


4. d

5. F, F, V, V

Atividades de aprendizagem

Questão para reflexão

Nesse momento, espera-se que o estudante retome o conteúdo estudado até o momento, relendo cuidadosamente o capítulo e fazendo uma síntese dos principais conceitos abordados para realizar de maneira objetiva os exercícios propostos na Atividade aplicada: prática dessa parte da obra. Além disso, essa recapitulação é essencial para que no capítulo seguinte o leitor possa compreender melhor o caso apresentado.



Atividades aplicadas: prática

Esse material pode ser produzido de maneira simples e barata, mas, para aqueles que desejam adquirir o kit profissional para a aplicação das provas do diagnóstico operatório, é necessária a procura desses materiais em locais específicos nos quais são comercializados instrumentos para a clínica psicopedagógica, como a livraria Casa do Psicólogo. Para maiores informações, o leitor pode acessar o seguinte site:
psicologo.com.br/>. Depois da confecção e da organização ou da aquisição do material, os estudantes poderão exercitar a aplicação das provas operatórias, familiarizando-se com cada uma delas e tornando-se, pouco a pouco, experientes e adqui­rindo conhecimentos teóricos e práticos para o início do exercí­cio das atividades da clínica psicopedagógica.
Com base na aplicação das provas operatórias e das provas projetivas, os estudantes podem estudar, tirar as dúvidas e
adquirir experiên­cia para atuarem no processo de investigação psicopedagógica clínica.

Capítulo 5

Atividades de autoavaliação

1. c, d


2. V, V, V, F

3. c


4. d

5. c


Atividades de aprendizagem

Questões para reflexão

1. A questão do silêncio de Carla é um fator a ser investigado, pois em muitos momentos ela tinha atitudes vagas durante a reali­zação das provas projetivas psicopedagógicas. Nesse sentido, pode­mos desconfiar que esse silêncio possa estar relacionado com um não vínculo com a psicopedagoga, que deverá ser construído, portanto, para que se possa obter informações mais precisas sobre a referida paciente. Ou, ainda, acreditamos que o silên­cio representa sua dúvida entre o querer saber e o não saber, pois quando mantinha o silêncio e não se abria, Carla não precisava discutir sobre o que não sabia; contudo, seus desenhos revelavam esse conflito o tempo todo mesmo que ela não tenha dito nada a respeito.

2. A nosso ver, existem duas possibilidades: na primeira, é possível que Carla já esteja familiarizada com o conceito de conservação de líquido, pois esse método de aprendizagem já pode ter sido trabalhado com ela durante suas atividades escolares ou mesmo durante seus vários momentos de aprendizagem nos mais diversos espaços. Na segunda, existe a ­possibilidade de que, durante a aplicação das provas, Carla tenha tido um salto qualitativo muito grande ao perceber o conceito de reversibilidade nas provas anteriores, de acordo como os questionamentos foram conduzidos, e conseguindo na última etapa perceber que, apesar de mudar de forma, a quantidade de líquido continua sendo a mesma.





Baixar 205.49 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   6   7   8   9   10   11   12   13   14




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual