Práticas e Representações de Normalistas de Campinas no Período 1920-1936



Baixar 52.5 Kb.
Página1/8
Encontro27.05.2018
Tamanho52.5 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8

PRÁTICAS E REPRESENTAÇÕES DE NORMALISTAS DE CAMPINAS NO PERÍODO 1920-1936.


Maria de Lourdes Pinheiro - Unicamp/FE



Introdução


O presente trabalho traz os resultados de uma pesquisa de dissertação de mestrado sobre a Escola Normal de Campinas no período 1920-1936, o que representa uma contribuição significativa para a história das instituições de ensino da cidade de Campinas, sobretudo para a preservação de parte da memória histórica de uma instituição escolar responsável pela formação de mestres das primeiras letras nas décadas de 20 e 30.

O trabalho apresenta uma discussão acerca das práticas vividas na Escola Normal de Campinas e das representações dessas práticas, por aqueles que as vivenciaram no período investigado.

De acordo com Veyne (1998, p.248), “a prática não é uma instância misteriosa, um subsolo da história, um motor oculto: é o que fazem as pessoas”.
Mas cada prática, ela própria, com seus contornos inimitáveis, de onde vem? Das mudanças históricas, muito simplesmente, das mil transformações da realidade histórica, isto é, do resto a história, como todas as coisas.” (VEYNE, 1998, p.251)
Quanto às representações, para Chartier (1991, p.184) são “estratégias simbólicas que determinam posições e relações e que constroem, para cada classe, grupo ou meio, um ser percebido constitutivo de sua identidade”. O autor observa que o que os sujeitos fazem de suas práticas, das práticas de outros grupos, da escola, dos agentes escolares, da sociedade, do papel que a escola deve ter na sociedade, bem como a posição que assumem e que os identificam são representações de práticas que produziram.

“(...) As práticas que visam a fazer reconhecer uma identidade social, a exibir uma maneira própria de ser no mundo, a significar simbolicamente um estatuto e uma posição; enfim, as formas institucionalizadas e objetivadas em virtude das quais ‘representantes’ (instâncias coletivas ou indivíduos singulares) marcam de modo visível e perpétuo a existência do grupo, da comunidade ou da classe.” (CHARTIER, 1991, p.183)


Ao tentar captar os movimentos de continuidades e rupturas, que se articulam a signos e vestígios da condição e das relações sociais de e entre os sujeitos, as práticas relatadas e as suas representações projetam-se como símbolos de uma época. Os usos que delas foram feitos explicam o movimento de constituição do perfil da Escola, num tempo e num espaço institucionais em que se apostava na escola e no seu poder de transformação cultural para moralizar e instruir a população.


Catálogo: arquivo-morto -> edicoes anteriores -> anais14 -> Sem08
anais14 -> A alienaçÃo em foco: dissertaçÕes e teses sobre a prática da professora alfabetizadora
anais14 -> Procedimentos de análise sintática utilizados por alunos do ensino fundamental
anais14 -> Etimologicamente, auto-estima significa: “Valorização de si mesmo, amor próprio”
anais14 -> Ii congresso de história do livro e da leitura do brasil
anais14 -> Formar agentes de letramento nas licenciaturas específicas
anais14 -> As pesquisas a respeito da produção escrita escolar tiveram um grande impulso no meio acadêmico-científico brasileiro a partir de meados da década de 1970
Sem08 -> Aspectos da formaçÃo de alfabetizadores no iee “prof
Sem08 -> Aspectos da formaçÃo de alfabetizadores no iee “prof
Sem08 -> Universidade de sorocaba

Baixar 52.5 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
ensino médio
Processo seletivo
minas gerais
oficial prefeitura
terapia intensiva
Conselho nacional
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
saúde mental
educaçÃo infantil
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
Excelentíssimo senhor
assistência social
ciências humanas
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
políticas públicas
outras providências
secretaria municipal
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
consentimento livre
conselho estadual
psicologia programa
ministério público
público federal