Projeto pedagógico do curso de farmácia da faculdade de ciências sociais e agrárias de itapeva fait



Baixar 1.89 Mb.
Página194/295
Encontro30.11.2019
Tamanho1.89 Mb.
1   ...   190   191   192   193   194   195   196   197   ...   295
- ATUALIZAÇÃO CONSTANTE: pressupondo o aperfeiçoamento, a renovação ou complementação de pesquisa, anteriormente publicada, garantindo o avanço científico e a melhoria das condições de vida das populações;

- INTERDISCIPLINARIDADE: enquanto circunstância inerente ao trabalho intelectual, condição essencial para o avanço de todo e qualquer trabalho de valor, seja do ponto de vista da geração de conhecimento novo, seja do ponto de vista da sua transferência sistemática e organizada;

- RELEVÂNCIA SOCIAL: os projetos de iniciação científica não podem desenvolver-se desligados do projeto socioeconômico de sua região, desta forma deve ser desenvolvida sob um ângulo pragmático, com finalidade de diálogo constante com a comunidade e setores produtivos;

- PARCERIA: haverá esforços no sentido de desenvolver trabalho conjunto com outras instituições e empresas, para realização de parcerias, com conquistas mútuas;

- RESPONSABILIDADE ÉTICA: no sentido de realizar pesquisas que respeitem os princípios da ética cristã e contribuam para ajudar o homem a SER e a humanidade a caminhar para melhores condições de vida.

A pesquisa, por meio da iniciação científica busca, sobremaneira:

- ao enriquecimento cultural de alunos e docentes;

- ao conhecimento, análise e discussão do comportamento social, político e ético da comunidade;

- ao estudo dos mecanismos e processos de abordagem das ações educacionais.

O perfil da iniciação científica está voltado para:

- promover desenvolvimento qualificado do seu corpo discente e docente, para adequação dos mesmos ao desenvolvimento técnico-científico da sociedade, além de prepará-los para o exercício consciente do trabalho dentro das áreas da Comunicação Social.

- desenvolver pesquisa como função social, embasada por princípios éticos, auxiliando o homem a “Ser”, com dignidade.

- contribuir para o progresso das ciências e para a melhoria das condições de vida das populações e desenvolvimento da sociedade.

Têm como objetivos gerais para a pesquisa, por meio da iniciação científica:

- integrar ensino-pesquisa e extensão em busca da qualidade dos trabalhos educacionais que a instituição desenvolve;

- incentivar a pesquisa científica, estimulando a ação criadora, responsável e crítica, a partir de uma postura de investigação e de reflexão, que contribua para o desenvolvimento da ciência e da tecnologia, a criação e difusão da cultura e o entendimento do homem e do meio em que vive, buscando complementar e estimular o ensino-aprendizagem a graus mais elevados de excelência e à uma melhor qualidade do ensino e da extensão, sempre em busca da qualidade da pesquisa e da produção cientificas;

- enriquecer e aprimorar o conhecimento e a visão de mundo das pessoas envolvidas nas ações educacionais da instituição a partir de pesquisas de diferentes naturezas e em diferentes áreas, especialmente as abrangidas pelos cursos oferecidos;

- incentivar a produção científica institucional e divulga-la no seu ambiente interno e externo criando cultura de pesquisa;

- desenvolver o gosto pela pesquisa e pela produção científica integrando professores, técnicos e alunos;

- qualificar discentes e docentes para adequação dos mesmos ao desenvolvimento técnico-científico da sociedade, preparando - os para o exercício consciente do trabalho dentro das diferentes áreas das ciências envolvidas pelos cursos oferecidos, para desenvolver projetos de iniciação científica como função social, embasada por princípios éticos, auxiliando o homem a “Ser”, com dignidade, contribuindo para o progresso das ciências e para a melhoria das condições de vida das populações e desenvolvimento da sociedade;

- valorizar a produção científica de docentes e discentes entendendo-a como diferencial de qualidade e possibilidade de integração das atividades de ensino, a pesquisa e a extensão;

- implantar projetos de iniciação científica em parceria com instituições e órgãos da comunidade visando ao progresso científico de todas as pessoas envolvidas;

- aplicar, no cotidiano da instituição, os conhecimentos resultantes de projetos de iniciação científica realizados nas áreas de conhecimento abrangidas pelos cursos oferecidos;

- organizar semanas científicas que possam tornar públicos e discutir os resultados dos projetos de iniciação científica da instituição, respeitadas as especificidades de seus diferentes curso;

- publicar normas que possam orientar a produção científica por docentes, discentes e técnicos dos diferentes cursos oferecidos;

- avaliar, julgando o mérito, a qualidade e pertinência dos trabalhos científicos produzidos pelos alunos dos diferentes cursos oferecidos;

- buscar estratégias para viabilizar, financeiramente, a efetividade da iniciação científica nas áreas dos cursos oferecidos e a publicação dos resultados dos estudos efetivados.
Constituem-se em objetivos específicos do projeto de pesquisa da Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva:

- possibilitar que os alunos entendam o que conhecimento humano e distingam seus diferentes tipos e campos;

- enriquecer e aprimorar o conhecimento e a visão de mundo dos alunos a respeito das áreas de conhecimento específicas dos cursos oferecidos;

- adequar as normas gerais do projeto de iniciação científica da instituição às especificidades de cada curso oferecido;

- garantir, a partir de estratégias diferenciadas, que os alunos entendam o que é um projeto de pesquisa, como efetivá-lo e como registrar seus resultados em diferentes tipos de relatórios;

- utilizar estratégias para que os alunos entendam que não há pesquisa sem a existência de um problema relevante a ser investigado na área de conhecimento envolvida, de questões de investigação, de hipóteses, pressupostos e de metodologias e instrumentos para investigação científica;

- oferecer condições para que alunos, docentes e técnicos da instituição conhecem e saibam elaborar diferentes tipos de pesquisa utilizando, para isso, diferentes métodos, estratégias e recursos de investigação;

- capacitar alunos para a elaboração de trabalhos científicos utilizando as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT - e da instituição para a sua realização;

- discutir com todos os envolvidos no projeto de iniciação científica da instituição a possibilidade, viabilidade e concretização de pesquisas inter e transdisciplinares.
A Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva intenciona desenvolver a iniciação científica nas diversas modalidades através do Programa de Iniciação Científica, como função indissociável do ensino e da extensão, com o fim de gerar e ampliar o acervo de conhecimentos ministrados nos cursos de graduação que já ministra.

As atividades de pesquisa serão permanentemente estimuladas, especialmente para:



  • A formação de pessoal docente em cursos de pós-graduação da própria Faculdade e de outras instituições similares;

  • A concessão de auxílio para projetos específicos, de acordo com o Plano de Carreira da Instituição e Plano Institucional de Capacitação, que são integrantes a este projeto.

  • A realização de convênios com instituições vinculadas à pesquisa;

  • A divulgação dos resultados das pesquisas realizadas, em periódicos institucionais e em outros, nacionais ou estrangeiros;

  • A concessão de bolsas de trabalho a alunos participantes do Programa de Iniciação Científica – PIC beneficiados com a Bolsa de Iniciação Científica – BIC;

  • A realização de simpósios destinados ao debate de temas científicos;

  • A implantação de núcleos temáticos de estudos;

  • A ampliação e atualização da biblioteca.

Serão priorizados projetos de iniciação científica vinculados aos objetivos do ensino e inspirados em dados da realidade regional e nacional, sem detrimento da generalização dos fatos descobertos e de suas interpretações.

Buscando cumprir os objetivos da interdisciplinaridade, a Faculdade criará os núcleos temáticos e, por meio destes, propiciar:



  • O estímulo ao desenvolvimento da pesquisa científica, pelo aperfeiçoamento de docentes e pesquisadores;

  • Treinamento eficaz de técnicas de alto padrão face ao desenvolvimento nacional;

  • A criação de condições favoráveis ao trabalho científico;

  • O aprimoramento da qualidade do ensino com a elevação do perfil acadêmico dos seus docentes;

  • A criação de adequadas condições de trabalho a pesquisadores de diferentes áreas, que integrem o núcleo;

  • A integração espaço físico/recursos humanos, racionalizando o trabalho e a produção científica;

  • o oferecimento de planos integrados de ensino de pós-graduação (lato-sensu) – aperfeiçoamento e especialização – e pós-graduação (stricto-sensu) – mestrado e doutorado – para integrar profissionais das diferentes áreas do núcleo;

  • a prestação de serviços à comunidade nas diferentes áreas do núcleo;

  • a promoção de intercâmbio cultural e científico com instituições congêneres, entidades governamentais e órgãos interessados no desenvolvimento das áreas das Ciências Humanas, Sociais e Aplicadas.




Baixar 1.89 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   190   191   192   193   194   195   196   197   ...   295




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual