Projeto Málaga


"... O essencial é invisível para os olhos; só se vê com o coração."



Baixar 0.69 Mb.
Página16/50
Encontro06.04.2018
Tamanho0.69 Mb.
1   ...   12   13   14   15   16   17   18   19   ...   50
"... O essencial é invisível para os olhos; só se vê com o coração."

O pequeno Príncipe - Antoine de Saint - Exupery
0. O ANTES: APRESENTAÇÃO DO PROJETO ROMA.
Bom dia mães e pais, professores, mediadores e mediadoras, especialistas e pessoas com Síndrome de Down... A todos quero dizer obrigado. Obrigado porque estas jornadas vão se celebrar devido à confiança que todos tiveram neste projeto, tanto a confiança dos pais nas possibilidades de seus filhos; confiança dos mediadores num trabalho cooperativo com as famílias e com os professores; confiança dos professores em si mesmos para enfrentar como reta pessoal outro modo de ( se ) educar com as pessoas com Síndrome de Down.

Bom dia, também, àquelas outras famílias, professores e alunos que se têm desprendido de seus lares e participam destas Jornadas com o desejo de conhecer e compreender em que consiste " O Projeto Roma". A todos vocês quero dizer que o documento que hoje apresentamos neste Encontro Científico é uma síntese do meu pensamento sobre o trabalho cooperativo entre pais, professores e mediadores nos últimos seis anos. Com estas primeiras palavras quero fazer um convite a todos vocês para que conjuntamente, nestes quatro dias, refletirmos sobre as possibilidades, limitações e expectativas deste projeto.

Nestes quatro dias vão ser, principalmente, os pais e mães, as mediadoras e mediadores e os professores os que vão descrever e explicar minuciosamente como o Projeto Roma tem sido uma oportunidade em nossas vidas para compreender que, trabalhando de outra maneira nos diferentes contextos familiares e escolares, com a finalidade de melhorar a competência cognitiva e cultural das pessoas com Síndrome de Down para que levem uma vida autônoma, temos conseguido obter uma melhora da qualidade de vida em todos nós. Neste quatro dias, espero, que saibamos transmitir-lhes que o Projeto Roma já não é uma idéia e sim uma realidade que nos tem permitido mudar nossos pensamentos e nossas atitudes sobre as competências das pessoas com Síndrome de Down.

Portanto, minhas primeiras palavras aqui e agora têm que ser, necessariamente de gratidão a todos vocês, porque com sua presença manifestam sua confiança no Projeto Roma, tão necessária quando se trabalha no mundo da investigação. Mas seria injusto me inserir neste momento com único investigador neste projeto, por isso, desejo expressar minha gratidão, assim mesmo, aos doutores Nicola Cuomo, Giorgio Albertini, Gianni Biondi e a todos os colaboradores ( pais, mães, mediadores e mediadoras e professores ). Meu reconhecimento mais sincero porque sem a bondade e a compreensão destas pessoas, que de modo desinteressado lhe tem dedicado tanto tempo, os resultados não haveriam sido os mesmos.

A investigação que iniciamos faz alguns anos em Málaga surge como um trabalho cooperativo com o Serviço Neuropsicopedagógico do Hospital " Bambino Gesù" ( " Menino Jesus" ) de Roma ( Itália ). Ambas instituições ( Universidade de Málaga e Hospital " Bambino Gesù", de Roma, assim como a Universidade de Bolonia ) partiram de um projeto único em seus princípios mas diferente em seu modo concreto de desenvolvimento, tanto na Itália como na Andalucía. Hoje, depois de seis anos de pesquisa, queremos apresentar à comunidade científica e à comunidade social de Málaga, de alguns pontos da Andalucía e outros de âmbito nacional, as conclusões para que estes resultados possam beneficiar todos aqueles que se encontram nas mesmas condições que nós. E o fazemos porque entendemos que esse é o modo mais democrático de serviço à comunidade, o oferecer à cidadania, os resultados e conclusões da investigação que tem sido sustentada com o dinheiro público.

Esperamos que o presente documento, possa supôr uma modesta ajuda a todos os pais com filhas ou filhos com Síndrome de Down em sua ânsia de oferecer uma melhora no contexto que redunde em benefício de uma melhora na qualidade de vida para todos e lhes permita refletir e reconstruir seus modos de educar seus filhos. Ao mesmo tempo, esperamos que seja um documento que abra um diálogo entre os professores para que não se busquem modelos específicos para a educação das pessoas com Síndrome de Down, e sim, que a cultura escolar se impregne do discurso da diversidade.

Neste escrito se pretende, com um novo esforço de reflexão, interpretação e síntese, oferecer um modo de aberta conclusão, as chaves, os elementos e fatores fundamentais que em nossa opinião constituem as idéias centrais do Projeto Roma, a partir de sua configuração inicial, passando pelas dificuldades de seu desenvolvimento desigual, até o momento atual. Será uma ingenuidade de minha parte pensar e assim transmitir a vocês que o Projeto Roma resolve todos os problemas que possam originar-se na educação familiar e escolar, somente é uma ajuda e um modo de entender que estes podem ser resolvidos se se trabalhar de maneira cooperativa. Daí é que o Projeto Roma pode se denominar também como Paradigma da Cooperação.



Baixar 0.69 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   12   13   14   15   16   17   18   19   ...   50




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual