Projeto Málaga


MAIS PONTOS DE VISTA - OBSERVAR PARA VER



Baixar 0.69 Mb.
Página10/50
Encontro06.04.2018
Tamanho0.69 Mb.
1   ...   6   7   8   9   10   11   12   13   ...   50

MAIS PONTOS DE VISTA - OBSERVAR PARA VER

A pesquisa faz emergir que a experiência de integração tem produzido êxito quando, para além da utopia, se tem abandonado e discutido as “verdades” científicas que declaravam a impossibilidade de obter resultados. O “não tem nada a fazer” tem sido possível desmenti-lo, com um comportamento de modéstia e de consciência dos próprios limites e tendo confiança no potencial da pessoa.


OS PROJETOS CONTRASTAM AS PROFECIAS
A palavra chave “projeto” tem caracterizado as experiências que em nossa pesquisa tem resultado um êxito, isto destaca que as experiências de integração consideradas “positivas” são caracterizadas por intervenções não desejadas, ao acaso, à instituição, ao bom senso, sendo vantajosas, não podem constituir-se como pressupostos sistemáticos.

É necessário um trabalho multidisciplinar para fazer projetos nos quais as competências pedagógicas peçam ajuda às competências médicas e psicológicas, em um trabalho integrado.

Infelizmente a pesquisa põe em evidência que, ainda hoje, ocorrem, embora com menos freqüência, declarações, diagnósticos nos quais a criança com Síndrome de Down se apresenta como um grave erro da natureza... e que as intervenções seriam quase inúteis.

“Não imaginávamos como os médicos podiam imaginar no que podia converter-se uma criança tão pequena... não seria capaz de entender nada no futuro.” A apresentação de uma criança com trissomia 21 através de seus déficits não propõe hipóteses de mudança, senão um diagnóstico – profecia que muito provavelmente se baseia em modalidades cognitivas/ interpretativas da realidade que são arbitrárias. Este tipo de diagnóstico se apresenta a um profissional que pareça não ter relação com a realidade, com a quotidianidade, com o “campo” no qual deve desenvolver sua ação profissional; um profissional que, talvez, faça referência às noções que não verifica em seu campo.

Tais “profecias” não são próprias de um médico, de um psicólogo ou de um pedagogo, senão de um profeta que lê e vê na bola de cristal ( mapa cromossômico ) o futuro de Paulo, Francisco, João,... e este futuro o vê com a lente deformada de sua carência profissional, através de uma interpretação arbitrária e dogmática dos fenômenos e do mundo, com paradigmas que encontram fundamentos nos prejuízos.

A realidade, as experiências de integração “adquiridas” no âmbito da pesquisa, tem contrariado as profecias e os profetas, os quais têm sido desmentidos de modo claro e irrevogável a partir de outras disciplinas.




Baixar 0.69 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   6   7   8   9   10   11   12   13   ...   50




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual