Pré psora Desordem Comportamento



Baixar 120.13 Kb.
Página4/4
Encontro29.11.2019
Tamanho120.13 Kb.
1   2   3   4
A sensação é a capacidade de codificar certos aspectos da energia física e química que nos circunda, representando-os como impulsos nervosos capazes de serem compreendidos pelos neurônios, ou seja, é a recepção de estímulos do meio externo captado por algum dos nossos cinco sentidos: visual, auditiva, tátil, olfativa e gustativa. A sensação permite a existência desses sentidos.

Já a percepção é a capacidade de interpretar essa sensação, associando informações sensoriais a nossa memória e cognição, de modo a formar conceitos sobre o mundo e sobre nós mesmos e orientar nosso comportamento. Por exemplo, um som é captado pela nossa sensação auditiva, mas identificar se esse som é uma voz humana, uma buzina ou um barulho de algo quebrando, fica a cargo da nossa percepção auditiva. Da mesma forma, quando eu vejo um objeto captado pela minha sensação visual, a percepção visual vai interpretar e associar aquela imagem a um conceito, onde eu posso estar vendo um sofá, um rádio ou mesmo um animal de estimação.

Então, a percepção é diferente da sensação. A percepção possui ainda uma característica chamada constância perceptual. Para os nossos sentidos, cada posição do objeto (perto, longe, claro, escuro) produz uma imagem visual diferente, mas para a percepção trata-se do mesmo objeto. A percepção é apenas uma consequência da nossa sensação e nem sempre está inteiramente disponível a nossa consciência, pois é filtrada pelo mecanismo da atenção, sono e emoção.

A percepção está ligada aos nossos cinco sentidos e ainda temos a percepção temporal, espacial e propriocepção.

Percepção visual: uma das percepções mais desenvolvidas nos seres humanos e é caracterizada pela recepção de raios luminosos pelo sistema visual. O princípio do fechamento (Gestalt) é melhor compreendido em relação a imagens do que a outras formas de percepção. A percepção visual compreende a percepção de formas, relações espaciais (profundidade), cores, movimentos, intensidade luminosa.

Percepção auditiva: também considerada uma das percepções mais desenvolvida nos seres humanos. É a percepção de sons pelos ouvidos e uma aplicação particularmente importante da percepção auditiva é a música. A percepção auditiva compreende: percepção de timbres, alturas ou freqüências, intensidade sonora ou volume, ritmo e localização auditiva, sendo um aspecto associado a percepção espacial que permite distinguir o local de origem do som.

Percepção gustativa: importante para nossa sobrevivência, evitado que ingerimos alimentos estragados. O paladar é o sentido dos sabores pela língua, sendo o principal fator dessa modalidade de percepção a discriminação dos sabores doce, amargo, azedo e salgado.

Percepção olfativa: importante na afetividade (memória olfativa) e também na nossa alimentação. O olfato é a percepção de odores pelo nosso nariz. A percepção olfativa engloba a discriminação de odores, o que diferencia um odor do outros e o efeito de sua combinação. O alcance olfativo nos seres humanos é limitado.

Percepção tátil: também importante na afetividade e é sentido pela pele do corpo todo, embora sua distribuição não seja uniforme. Os dedos da mão possuem uma discriminação muito maior do que as demais partes, assim como algumas áreas são mais sensíveis ao calor que outras. A percepção tátil permite reconhecer a presença, a forma e o tamanho dos objetos em contato com o corpo, bem como sua temperatura. Importante também na percepção da dor.

Percepção temporal: Não existem órgãos específicos para a percepção de tempo e esbarra no próprio conceito da natureza do tempo. Essa percepção é desenvolvida com as próprias experiências e é adquirida com o passar das idades. Por este motivo, crianças pequenas não dominam esta percepção e por vezes, ficam confusas com questões do tempo (ontem, amanhã, daqui a dois dias, no próximo final de semana). Isso explica o porquê das crianças terem a sensação de que o tempo demora muito a passar.

Percepção espacial: Também não possuímos órgãos específicos para esta percepção. Envolve a percepção de distância e do tamanho relativo dos objetos. Utiliza-se de outras percepções como a auditiva, a visual e a temporal. Esta percepção nos permite distinguir se um som procede especificamente de um objeto visto e se esse objeto (ou som) está se aproximando ou se afastando. Por exemplo, sabemos exatamente se um carro de som está passando pela nossa casa e seguindo a rua, ou se está subindo a rua e ainda passará pela nossa casa.

Percepção Propriocepção: Esta é uma percepção específica dos seres humanos, onde nos permite reconhecer a localização espacial do nosso corpo, sua posição e a orientação, sem utilizar a visão. Está ligada ao sistema vestibular do nosso ouvido interno, permitindo a manutenção do equilíbrio e a realização de diversas atividades práticas. Podemos correr e nos desviar de objetos pelo caminho sem perder o equilíbrio. Podemos saber se uma roupa vai nos vestir, só em olhar suas medidas. Sabemos que podemos passar por um lugar apertado ou baixo sem ao menos estarmos perto, isso nos permite desviar, abaixar ou procurar outro caminho.

As Desordens Da Percepção

As desordens da percepção são chamadas agnosias, termo derivado do grego gnosis, que significa conhecimento. Este termo foi cunhado pela Psicanálise por Sigmund Freud. As agnosias, geralmente, são causadas por lesões no córtex cerebral e dependem da região lesionada. São exemplos de Agnosias:

1. Prosopagnosia – agnosia visual, incapacidade de reconhecer faces.

2. Amusia – agnosia auditiva, incapacidade de reconhecer sons musicais.

3. Afasia receptiva – ou agnosia verbal, cujo portador deixa de compreender a fala emitida por seus interlocutores.

4. Assomatognosia ou Síndrome da indiferença – agnosia somestésica, incapacidade de reconhecer partes do seu corpo ou mesmo regiões inteiras do espaço extracorporal.

5. Acinetópsia – perda da percepção de movimento. O movimento das coisas e pessoas parece fragmentado, como num filme com defeito.

6. Acromatópsia – incapacidade de perceber cores.


  1. Confusão

As coisas estão misturadas

  1. Mania

Mania é um costume, hábito ou gosto que normalmente é incomum, repetitivo e extravagante. As manias ainda podem representar uma característica do transtorno bipolar, um tipo de distúrbio mental.

Comumente, a palavra mania é utilizada para se referir a um mau hábito, vício ou esquisitice que é particular de determinada pessoa. Exemplo: “Ele tem a mania de roer as unhas”.



  1. Teima

Insistência, uma birra, uma pirraça.

  1. Mal estar passageiro.

Sensação desagradável de perturbação do organismo; indisposição que não chega a configurar doença; incômodo, indisposição.

MIASMA


São todas as disposições mentais e emocionais, capaz de somatizar e promover alterações ou sintomas físicos, podendo estar relacionados com a diáteses (Diátese miasmática) com o mental/emocional (Miasma (Pré psora (Sete pecados capitais/moral)) Patologias (Doenças do constitucional em geral envolvidas com a origem miasmática suprimida (Sarna/lepra/Gonorreia/Siflis/Tuberculose)

MIASMA


Conforme Kent e uma doença crônica ou uma desordem hereditária de natureza moral.

J.L. Egito: Constituem etapas fisiopatológicas de um mesmo desequilíbrio inicial que progride por persistência do ambiente hostil, por sobrecargas internas e por agressões diversas. Saturado em capacidade de tolerância e esgotando as possibilidades defensivas, o organismo procura alívio para a tensão interna através de fenômenos episódicos de formação de mucos naturais.



OBS: Quando o limite de tolerância no âmbito mental/Emocional se esgota a mente tem uma tendência a buscar outras formas de comportamento no alívio da agressão, comprometendo o organismo vivo. Psicopatologia.
Baixar 120.13 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual