Português 9º ano


Página 378 sica (isto é, primitiva



Baixar 0.63 Mb.
Página326/469
Encontro18.05.2022
Tamanho0.63 Mb.
#61064
1   ...   322   323   324   325   326   327   328   329   ...   469
Portugu s 9 ano
OLA miel, ATIVIDADE
Página 378
sica (isto é, primitiva), mas entre duas palavras portadoras de prefixo ou sufixo, como os exemplos de produzir/reduzir, inteligente/inteligência.
Os exemplos que acabamos de comentar mostram que às vezes é difícil decidir se uma palavra é ou não divisível em dois ou mais morfemas. Quando temos certeza dessa divisibilidade, dizemos que a palavra em questão apresenta um alto grau de transparência (ex.: infeliz, guarda-roupa); quando temos certeza que a palavra é indivisível, é porque a palavra é opaca (ex.: feliz, cabide); quando, entretanto, temos dúvida, é porque o grau de transparência é baixo (ex.: proferir).
Análise estrutural e formação de palavras
Nosso conhecimento da estruturação formal do léxico comporta, portanto, vários níveis de complexidade, que detalharemos na seção seguinte. Provisoriamente, distinguiremos apenas dois mecanismos que fazem parte de nossa competência lexical: (a) Regras de análise estrutural – RAE (necessárias para reconhecer morfemas, especialmente nos casos de grau baixo de transparência, e interpretar a contribuição deles para o significado da palavra), e (b) Regras de formação de palavras – RFP (necessárias para explicar a produção e a compreensão de palavras novas).
Vimos que pares de palavras como penitente/penitência e construir/destruir são exemplos de formas que, embora sejam constituídas de elementos mórficos menores (penit + ência, penit + ente, con + struir, des + truir), não provêm de outras palavras. Isto é, podemos analisar essas formações segundo as regras de análise estrutural (RAE), mas não podemos explicá-las como formas criadas a partir de outras mediante regras de formação de palavras (RFP). Formas como estas, numerosas, foram produzidas em geral em época remota, quase sempre ainda no latim, tendo sobrevivido às formas primitivas das quais procediam. Com efeito, existiam em latim os verbos poenitere (= arrepender-se) e struere (= reunir, juntar), que não permaneceram no português. Apesar disso, a exemplo do que vimos no início deste parágrafo, não precisamos desses verbos para analisar aquelas palavras em unidades menores. Noutros casos, porém, a semelhança formal não vem acompanhada de afinidade semântica. Este é o caso de preferir, conferir, referir, deferir, que só com muita ginástica conseguiríamos reagrupar a partir de um denominador semântico comum.
Os fatos destacados acima nos mostram que a distinção entre sincronia e diacronia [...], tão pertinente e clara na abordagem do funcionamento dos sistemas fonológico, sintático e morfossintático do português, se revela menos óbvia e menos explicativa quando tratamos das estruturas do léxico. No domínio do léxico, deparamos com palavras herdadas do latim (ex.: transferir, permanecer) e palavras formadas na atual sincronia do português (transportar, perfazer). Considerar derivadas por prefixação somente as duas últimas formas é passar ao largo da complexidade do modo próprio de estruturação do léxico, deixando sem explicação o fato de muitos falantes intuírem, em face dessas quatro formas, por força dos segmentos trans- e per-, respectivamente, os significados “movimento para além” e “processo que se estende”.
Produtividade e criatividade lexicais10
Vimos [anteriormente] que é variável o grau de correspondência entre a estrutura mórfica de uma palavra e seu significado. Vários fatores contribuem para que uma palavra se torne menos transparente. Um deles é a mudança que a língua sofre no seu uso e através do tempo: embarcar, por exemplo, embora derivado de barco, ampliou seu raio conceptual, passando a designar o ato de tomar qualquer condução – trem, ônibus, avião; ônibus, por sua vez, que originalmente significa “para todos” (do ablativo latino omnibus)


Baixar 0.63 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   322   323   324   325   326   327   328   329   ...   469




©psicod.org 2022
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
santa catarina
Prefeitura municipal
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
universidade federal
prefeitura municipal
ensino superior
ensino médio
Processo seletivo
ensino fundamental
minas gerais
seletivo simplificado
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
direitos humanos
Concurso público
Universidade estadual
saúde mental
educaçÃo física
educaçÃo infantil
Centro universitário
saúde conselho
ciências humanas
Poder judiciário
santa maria
Excelentíssimo senhor
Conselho regional
assistência social
Atividade estruturada
Colégio estadual
ensino aprendizagem
língua portuguesa
políticas públicas
recursos humanos
ResoluçÃo consepe
outras providências
Dispõe sobre
público federal
educaçÃo universidade
secretaria municipal
catarina prefeitura
Conselho municipal
Componente curricular
conselho estadual
Serviço público