O que faço na sala de aula? E no recreio? – Um estudo em representaçÕes sócio-espaciais



Baixar 226 Kb.
Página2/13
Encontro06.04.2018
Tamanho226 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   13
INTRODUÇÃO E OBJETIVOS
Este estudo apresenta resultados da pesquisa intitulada Lugares de aprender e ensinar segundo crianças da rede pública de Cuiabá, cuja organização espacial se dê por salas fixas e salas temáticas, desenvolvido pelo Grupo de Pesquisa em Psicologia da Infância – GPPIN e alinha-se com o entendimento de Goulart; Demartini e Prado (2005) ao defenderem que ouvir as crianças é entrar no universo escolar por outras portas, buscando compreender o que tem sido internalizado por elas tendo em vista as marcações dos espaços, os discursos dos professores, dos pais, além de uma rede de significados associada à vida escolar partilhada cotidianamente.

A articulação teórica adotada parte dos pressupostos da Teoria das representações sociais (MOSCOVICI, 1978), da Teoria do núcleo central (ABRIC, 1998, 2003), bem como dos estudos sobre representação social do espaço (JODELET, 2002) em articulação com pressupostos da Psicologia Ambiental, com as contribuições de Doise (2001) e Chombart de Lauwe (1991) sobre a relação infância e representações sociais. Deste modo, afirma-se que a criança é um ser cujo desenvolvimento se dá inserido em um contexto psicossocial cuja definição, pelo adulto, estabelece práticas sociais e universos de socialização dirigidas às crianças levando em consideração seu pertencimento social e cultural (CHOMBART LAUWE, 1991) .

Entende-se que a criança se defronta com pré-estruturação do ambiente social na qual se pode identificar normas, representações, cenários e scripts que organizam as interações sociais nas quais tomam parte.

De acordo com as reflexões de Emler, Ohana e Dickinson (1998) acredita-se que as idéias das crianças sobre a sociedade revela a influência das instituições na construção do conhecimento infantil sobre as relações sociais hierarquizadas e institucionalizadas. São reguladores sociais que conduzem a criança a orientar suas atividades mentais em relação ao ambiente, nem sempre aceitando-as, podendo reagir contrariamente à elas.

Deste modo, entende-se que a escola é o primeiro contato prolongado das crianças com a burocracia no qual os infantes passam a ser o objeto da ação normativa que objetiva compreender.

Neste contexto, buscou-se, de acordo com a abordagem estrutural de estudo das representações sociais, identificar e compreender o conteúdo e a estrutura das representações sociais sobre espaços de aprender e ensinar, traduzidos pelas expressões estar na sala de aula e estar no recreio, segundo 120 crianças da rede pública de Cuiabá, cuja organização espacial se dá por salas fixas e salas temáticas.

O procedimento teórico adotado priorizou a observação participante e a técnica de associação de palavras com posterior classificação da palavra mais importante orientadora de narrativas coletadas pós-evocação.

A análise de dados se deu considerando quatro fases: 1. análise compreensiva dos dados coletados pela observação e das narrativas; 2. análise dos elementos estruturais, por meio do processamento do programa computacional Ensemble de Programmes Permetettant l’Analyse (EVOC); 3. comparação da variável organização espacial segundo cálculos dos subprogramas do EVOC denominados SELEVOC e COMPLEX; 4. análise coesitiva e implicativa conforme processamento do programa computacional Classification Hiérarchique Implicative et Cohésitive (CHIC).



Catálogo: ufmt.evento -> files
files -> O professor diante de alunos com condutas típicas
files -> FundaçÃo universidade federal de mato grosso do sulinstituto de ciências exatas e tecnológicasdepartamento de física/departamento de químicaprograma de pós-graduaçÃo em ensino de ciências
files -> A coleta seletiva de lixo como práticas de educaçÃo ambiental em escolas publicas no municipio de alta floresta – mt
files -> Família X escola: as contribuiçÕes desta relaçÃo no processo ensino aprendizagem da criança na educaçÃo infantil
files -> Pedagogia waldorf
files -> A escolarização como dispositivo de normalização e o discurso do fracasso escolar
files -> RepresentaçÕes sociais acerca do brincar e do bagunçAR: futuros pedagogos e a expressão da ludicidade
files -> Atividades de campo no ensino das ciências e na educaçÃo ambiental: uma experiência com alunos do ensino fundamental da escola rafael rueda cuiabá/MT
files -> Por uma Epistemologia Pragmática para a Educação

Baixar 226 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   13




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual