O livro de Ouro da Igreja Gnóstica


O Cristo Íntimo desata laços e rompe cadeias. Ele é o grande liberador; o Cristo Íntimo é um revolucionário em cem por cento



Baixar 401.5 Kb.
Página5/10
Encontro06.04.2018
Tamanho401.5 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10
O Cristo Íntimo desata laços e rompe cadeias. Ele é o grande liberador; o Cristo Íntimo é um revolucionário em cem por cento.

Ante o Cristo Íntimo dobra-se todo joelho. O Cristo Senhor Nosso tem poder para entrar no SANCTUM de nosso mesmíssimo Destino Zodiacal. O Cristo Íntimo, como Senhor de Perfeições, pode liberar-nos da tirania zodiacal.

O Cristo Íntimo pode emancipar-nos da Lei do Destino. O Cristo Íntimo, Jesus vitorioso, pode entrar nos 12 Eóns ou Regiões. O Cristo vitorioso tem poder para passar pelas 12 Portas e entrar no EÓN 13.

O Senhor, o Cristo, tem poder para penetrar na esfera dos EÓNS e tem poder para entrar na esfera do destino. É urgente conhecer o Mistério da Esfera.



29
O Salvador Gêmeo (O Filho do Homem)
“Quem é o Filho do Filho?”, perguntou o Cristo Samael a uma discípula e lhe disse: “Responda discípula!” A irmã em questão se bloqueou mentalmente, ficou muda, não soube responder ante tão inesperada pergunta. De improviso, falando de outros temas, Nosso Senhor o Cristo Samael disse à irmã e aos irmãos presentes:

“O Filho do Filho é o Íntimo, Atman o inefável, o Salvador Gêmeo, o Salvador Salvado, o Filho do Homem que vem ao mundo para redimir-nos do pecado. O Filho do Homem – ATMAN – o Homem Celeste, inquestionavelmente é o Espírito Divino, nosso verdadeiro SER, nosso verdadeiro DEUS. O Filho do Homem, o Cristo Íntimo, é o desdobramento do autêntico HOMEM SOLAR, o Segundo Logos, o Cristo, que se desdobra para recuperar as partículas de Luz dispersas nas trevas exteriores, vestidas com trajes animalescos e Vestiduras Lunares. O Cristo e seu amado Filho, o Homem Causal, tem como finalidade única na manifestação integrar todas as partículas de Luz na PÉROLA SEMINAL e, como grande integrador, integrar todas as partes do Ser autônomas e independentes, tudo isso com a Pérola Seminal, e revestir-se com o traje de ouro do Homem Solar.



30
Jesus, o Cristo
O Grande Buda Jesus de Nazaré regressou para a terra santa para cumprir a maior de todas as missões. Sem embargo, é muito certo e de toda verdade que nenhum Profeta em sua terra tem essa honra.

O povo de Israel foi escolhido para rodear o Mestre e redimir o mundo; assim se compreende porque esse povo teve tantos Profetas e tantos Santos.

Sobre os muros invictos de Jerusalém resplandeceu a face de Jeová.

Sobre as calçadas de Jerusalém brilharam, cheios de Luz, Isaías, Samuel, Jeremias, Ezequiel e muitos outros. Esse foi o povo escolhido para acompanhar o Senhor.

Desgraçadamente, na hora suprema da prova final, esse povo liberou Barrabás e sacrificou o Cristo, seu Messias Prometido. Quando o povo teve de escolher entre CRISTO e JAVÉ, crucificou o Cristo e ficou com Javé.

Javé é um anjo caído, o GÊNIO DO MAL, um demônio terrivelmente perverso, o chefe da Loja Negra, que agora está encerrado na Lua Negra de LILITH, segundo satélite de nosso planeta Terra.

Javé foi capturado pelo 5º ANJO DOS SETE (Samael, o Cristo Redentor de Aquário) e foi crucificado de cabeça para baixo e amarrado com correntes no inframundo do satélite Lilithh e de sua boca falam mil demônios.

Assim foi como o POVO JUDEU se fundiu no Abismo, o povo que havia sido escolhido para difundir a Sabedoria Crística por toda a face da Terra. AGORA, O POVO DE ISRAEL SEGUE JAVÉ E ESTÁ TOTALMENTE FRACASSADO. ESTE É O POVO QUE TRAIU SEU MESTRE E O CRUCIFICOU.

Se o Senhor não houvesse sido crucificado, outra seria a sorte do mundo ocidental. Teríamos sublimes RABIS iluminados por todas as partes, predicando o ESOTERISMO CRÍSTICO.

O Esoterismo Crístico, a Cabala secreta judaica e a Santa Alquimia, unidos, teriam iluminado e transformado o mundo totalmente e os Mistérios de Levi teriam resplandecido com a Luz do Cristo: a GNOSE DO UNIVERSO.

O Grande Cabir JESHUA BEN PANDIRA responde por todas as almas da Terra e está ungido de acordo com a Ordem de Melchisedeck.

“...e Jesus, o Grande Sacerdote Gnóstico, ou seja, ABERAMENTHO, disse a seus discípulos: Em verdade vos digo que nada trago ao mundo, com exceção deste fogo, desta água, deste vinho e deste sangue. Trouxe a água e o fogo da região da Luz das Luzes, do tesouro da Luz, e trouxe o vinho e o sangue da região de Barbeloss”.



31
No Cristo Não Existe Individualidade
Uma noite João abandonou seu corpo físico, saiu em corpo astral e estando fora do corpo se despojou de todos os seus veículos, de seus sete corpos. Isto só é possível mediante um êxtase supremo.

João se movia nesse SEGUNDO PRINCÍPIO mediador conhecido pelos Cabalistas como CHOKMAH. Este é o Segundo Logos, a UNIDADE MÚLTIPLA PERFEITA.

Neste estado de suprema beatitude, João se propôs a estudar aquela INICIAÇÃO VENUSTA que o Divino Mestre recebeu no Jordão. O resultado foi magnífico: João se viu a si mesmo convertido em Jesus Cristo; se sentiu ser Jesus Cristo. E chegou ante o Batista e entrou num Templo maravilhoso. O Templo estava situado às margens do Jordão: era o Templo do Batista.

E João, convertido em Jesus Cristo, chegou-se, pois, ante o Batista. Este grande precursor ordenou a João desporjar-se da túnica. João obedeceu... E se sentia absolutamente seguro de ser o mesmo Jesus Cristo. Não lhe cabia nem um átomo de dúvida.

O Batista estava revestido com sua túnica sacerdotal, abriu uma espécie de gabinete, dentro da qual havia VASOS SAGRADOS. Eram de azeite e de vinho.

O Batista tirou um frasco de azeite de oliva e ordenou a João, transmutado em Jesus Cristo, passar ao interior do Santuário. Ali dentro, ungiu-o com azeite puro e respingou água sobre sua cabeça. Nesse momento entrou nesse Jesus, exatamente pela glândula pineal, situada na parte superior da cabeça, o resplandecente DRAGÃO DE SABEDORIA, O CRISTO INTERNO.

Nesse instante resplandeceram no espaço infinito o SOL DO PAI (o Primeiro Logos), o SOL DO FILHO (o Segundo Logos) e o SOL DO ESPÍRITO SANTO (o Terceiro Logos).

32
Transmutação em Jesus Cristo
Aquela Seidade maravilhosa, aquele Cristo Interno, brilhava com imensa brancura dentro dos VEÍCULOS INTERNOS DE JESUS CRISTO.

Logo, o sacerdote ordenou a Jesus tomar assento sobre uma cadeira especial e desde esse instante Jesus se chamou “Jesus, o Cristo”.

Quando João regressou de semelhante estado de profundo êxtase, compreendeu que no mundo do Segundo Logos, o Mundo do Cristo, não existe individualidade, nem a personalidade, nem o “eu”.

No mundo do Senhor, no mundo do Cristo Cósmico, todos somos absolutamente UM.

O mundo do Segundo Logos é o SOL CENTRAL.

33
Jesus, o Cristo, o Divino Salvador, Institui o Matrimônio Perfeito

Jesus, o Divino Salvador, trouxe ao mundo o ESOTERISMO CRÍSTICO. O Adorável ensinou a seus discípulos a SENDA DO MATRIMÔNIO PERFEITO (transmutação seminal e a morte do Ego Animal).

Pedro, o primeiro pontífice da Igreja Gnóstica, foi um homem casado, Pedro não foi celibe, Pedro teve mulher.

Desgraçadamente, depois de 600 anos, a mensagem do Adorável foi adulterada e a Igreja de Roma voltou às formas mortas do MONAQUISMO BUDISTA, com seus monges e monjas enclausurados que odeiam de morte a senda do matrimônio perfeito.

Foi então, depois de 600 anos de Cristianismo, quando se fez nescessária outra mensagem sobre o matrimônio perfeito.

Então, veio MUHAMMAD (Maomé), o grande predicador do matrimônio perfeito. Naturalmente, como sempre, Muhammad foi rechaçado violentamente pelos INFRA-SEXUAIS, que odeiam a mulher. A asquerosa confraria dos inimigos da mulher crê que somente com o CELIBATO FORÇOSO se pode chegar a DEUS. Isso é um crime.

O Buda Sidarta Gautama foi casado e praticou a magia sexual com sua esposa-sacerdotisa KAMALA.

KRISHNA, o Cristo Hindu, também teve esposa-sacerdotisa com a qual praticou o SAHAJA MAITHUNA.

Todos os 12 Apóstolos foram casados e não celibes, como pretendem difamá-los as seitas mortas decadentes da atualidade, que odeiam a SUPRA-SEXUALIDADE.

Todos os Grandes Mestres da Igreja Gnóstica, todos os Grandes Iniciados, tais como Jesus o Cristo, Buda, Dante, Zoroastro, Quetzalcóatl, Samael, foram submetidos à prova máxima da 9ª Esfera, praticaram intensamente o Sahaja Maithuna e a Aniquilação Budista.

Não se nescessita derramar o sêmen para engendrar um filho. Os perversos gostam de derramar o sêmen.

Nós, os gnósticos, afortunadamente não somos ignorantes. Quando um casal no matrimônio perfeito se encontra unido sexualmente, o clarividentes pode ver uma luz brilhante que envolve o casal.

Precisamente nesse instante as forças creadoras da natureza vêm servir de meio para a creação de um novo Ser. Com a chave da magia sexual as disputas podem acabar nos lares, já que esta é a verdadeira felicidade.

Durante o ato de magia sexual, o casal se carrega de magnetismo, magnetizam-se mutuamente. A pelve da mulher verte correntes femininas enquanto os seios as dão masculinas. No homem a corrente feminina se radica na boca e a masculina no falus vertical.

Todos estes órgãos devem estar excitados por meio da magia sexual, para dar, receber, transmitir e recolher forças magnéticas vitais, que vão aumentando extraordinariamente em quantidade e qualidade.

A castidade científica permite a transmutação das secreções sexuais em luz, fogo, consciência e espírito.

TODA RELIGIÃO QUE SE DEGENERA PREDICA E PRATICA O CELIBATO.

Toda religião em seu nascimento e esplendor glorioso predica o matrimônio perfeito. Buda foi casado e estabeleceu o matrimônio perfeito. Desgraçadamente, em 500 anos se cumpriu com inteira exatidão a profecia feita pelo Senhor Buda, de que seu DHARMA se esgotaria e que a SANGHA se dividiria em seitas dissidentes. Foi então quando nasceu o Monaquismo Budista e o ódio ao matrimônio perfeito.

Jesus Cristo, nas Bodas de Canaã, instituiu o matrimônio perfeito, ensinou publicamente a TRANSMUTAÇÃO DA ÁGUA EM VINHO, quando converteu a água pura contida em seis ânforas no vinho exótico da luz e da sabedoria.

Jesus Cristo, quando pediu água do poço à samaritana, esta lhe contestou: “...e tu, sendo judeu, por que me pede de beber desta água?”. E o Senhor lhe contestou: “Se soubésseis quem é que pede de beber, me rogaríeis que vos desse ÁGUA DA FONTE DA VIDA e vos converteríeis na própria fonte de vida”. Então, a samaritana lhe disse: “Senhor, Senhor, ensina-me a beber da ÁGUA DA VIDA”. E o Grande Cabir Jesus o Cristo lhe disse: “Vem, e traz teu marido para ensinar-lhes a beber a água da vida”.

O Grande Sacerdote Gnóstico Jesus o Cristo disse a NICODEMOS: “Se não nascerdes da água e da vida, não entrareis no Reino dos Céus”.

Está claro que Nosso Senhor Jesus o Cristo ensinou a senda do matrimônio perfeito que ele mesmo praticou.



34
Jesus Cristo Praticou Magia Sexual
Inquestionavelmente, Nosso Senhor Jesus o Cristo ensinou a senda do Matrimônio Perfeito que ele mesmo praticou, já que não foi um castrado, um celibe infra-sexual, como pretendem as seitas mortas do “Paganismo Romano” faze crer a seus sequazes e seguidores.

Jesus foi instruído pelo Grande Hierofante e Sacerdote egípcio do Templo de Saís chamado BARUC. Jesus Cristo recebeu uma bela sacerdotisa de pele branca e cabelos ruivos, com a qual praticou o Sahaja Maithuna no interior da grande pirâmide de Quéops no Egito.

Jesus levantou suas cinco serpentes, adorando sua mulher, amando-a e praticando com ela a Magia Sexual. Assim foi como a ALMA-JESUS se levantou no Egito.

A sexta e sétima serpentes são do Mestre Interno, e ele nunca se cai, quem cai é a alma humana, o Bodhisatva.

Depois de levantar suas cinco serpentes caídas, o Buda Jesus resplandeceu cheio de glória. A coroa de Jesus tem uma história mais antiga que o mundo. Em verdade, ele disse: “Antes que Abraão fosse, EU SOU”.

No Egito, o Mestre aprendeu a sair em corpo astral vocalizando o mantra FARAON. Assim saía à vontade em corpo astral. O Mestre se deitava em seu leito exatamente na mesma forma que os Astecas representavam o CHACMOL, Deus da Chuva, e apoiava sua cabeça sobre uma almofada e adormecia vocalizando o mantra FARAON. Ao vocalizar-se este mantra, se repartem as três sílabas:


FFFAAAAAA... RRRAAAAAA...OOOOOOONNNNNNN...
O Grande Buda Jesus de Nazaré voltou à sua terra para cumprir a missão mais grandiosa de todos os tempos. Sem embargo, é muito certo e verdadeiro que nenhum profeta em sua terra teve tal honra.


35
O Batismo de Jesus
O Buda Jesus estava cheio de majestade, o único que faltava era a coroação.

Jesus se encaminhou ao Jordão. Ali morava João, tinha seu Templo e nele oficiava. João era um grande mestre da Loja Branca.

Na porta do Templo João pôs uma inscrição que dizia: “AQUI PROÍBEM-SE AS DANÇAS PROFANAS”. João era um homem de estatura mediana, venerável ancião de barba branca. Quando oficiava, revestia-se dentro do Templo com sua régia túnica sacerdotal.

Fora do Templo, vestia-se simplesmente, envolvendo seu corpo numa pele de camelo, e assim, semi-desnudo, este venerável ancião estava cheio de majestade e todos o respeitavam. Seu corpo cheio de músculos fortes e ampla fronte, refletia a majestade de seu resplandecente Ser.

João tinha de viver até a chegada do Messias. João tinha de ser o grande Iniciador do Buda Jesus; assim estava escrito nos livros do destino.

Quando Jesus entrou no Templo de João, este lhe ordenou que tirasse as vestes. João estava vestido com sua túnica sacerdotal. Jesus, desnudo, cobriu apenas seus órgãos sexuais com um pano branco. Logo, saiu do vestíbulo e entrou no santuário.

João ungiu o Senhor com azeite puro e respingou água sobre sua cabeça.

Nestes instantes, três estrelas resplandeceram internamente no Céu do Espírito: a Terceira Estrela era Vermelha como fogo vivo, descendo, então, do Céu do Espírito da Sabedoria.

Este foi o instante supremo. O Espírito da Sabedoria entrou em Jesus pela glândula pineal; o PAI não entrou, nestes instantes, dentro do corpo de Jesus, somente assistiu em seu régio Carro de Fogo, visível só para os olhos do espírito. Assim foi a coroação do Buda Jesus.

O Apocalipse diz: “Sê fiel até a morte e eu te darei a coroa da vida”. Jesus foi fiel e assim recebeu a Coroa da Vida, que é o hálito eterno desconhecido para si mesmo, um hálito do Absoluto em nós.

Os Nazarenos eram conhecidos como BATISTAS SABEANOS e CRISTÃOS DE SÃO JOÃO. Sua crença era que o Messias não era Filho de Deus, mas sim que era um profeta que quis seguir João (livro de Orígenes, volume 2, pág. 150). O livro observa que dizem que João era O Ungido (Cristus).

Quando as concepções metafísicas dos gnósticos, que viam em Jesus o Logos e o Ungido, começaram a ganhar terreno, os primitivos cristãos se separaram dos Nazarenos, os quais acusavam Jesus de perverter a doutrina de João e de trocar por outro o batismo do Jordão (Codex Nazarenus, 2, pág. 109).

Não está demais asseverar com grande ênfase o fato transcendental que “JOÃO ERA TAMBÉM UM CRISTUS”.

Por outra parte, desde o ponto de vista do Logos Solar como UNIDADE MÚLTIPLA PERFEITA, pode-se dizer que tem salvo aos que têm morrido em si mesmo. A esses que decapitaram o Ego Animal, e que têm vencido o reino das trevas, ou inferno.

Podemos dizer, com grande acerto, o fato contundente e definitivo de que a cabeça de João, o Batista, na bandeja de prata, tem um profundo significado: o Ego Animal, o si mesmo, o mim mesmo, deve ser degolado.

Inquestionavelmente, João, o Precursor, ensinou esta terrível verdade subindo ao Altar do Supremo Sacrifício.

Quando João, o Batista, foi degolado, o Grande Cabir Jesus se retirou num barco a um lugar deserto e afastado, ou seja, para as terras sutis.

João, o Batista, filho de Isabel e de Zacarias, nasceu por vontade de Deus, sendo seus pais de uma idade muito avançada. O anjo do Senhor, Gabriel, anunciou a sua mãe o advento: “...de Elias quem é a viva reencarnação de João, o Batista”.

João, o Batista, preparou com seu Evangelho a vinda do Messias, do Grande Cabir Jesus, o Cristo.



Baixar 401.5 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual