Nota sobre a autora


Atividade Aplicada: Prática



Baixar 0.5 Mb.
Página44/48
Encontro04.03.2018
Tamanho0.5 Mb.
1   ...   40   41   42   43   44   45   46   47   48
Atividade Aplicada: Prática

Estabeleça contato com um grupo de alunos em uma instituição educacional e elabore para eles um programa de intervenção cognitiva, baseado na teoria das inteligências múltiplas, de forma que se desenvolva uma intervenção com todas as oito inteligências, considerando os conteúdos acadêmicos que devem ser desenvolvidos nesse grupo.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Nesse momento em que findamos nossas reflexões e aprofundamento sobre a psicopedagogia como um campo de atua­ção no processo de aquisição de aprendizagens sistemáticas e assistemáticas, devemos nos perguntar o que mudou, o que conseguimos transformar em nosso perfil profissional de educador. Conseguimos perceber o fenômeno aprendizagem de forma mais ampla e nos tornamos mais sensíveis para captar e considerar as relações significativas desse fenômeno no âmbito da instituição educacional?

Considerar a atuação psicopedagógica como uma possibilidade de levar o sujeito que aprende a tornar-se mais consciente e ativo no seu próprio processo de aprender requer do psicopedagogo um olhar e uma escuta diferenciados. Embora as fronteiras dessa atuação precisem ser definidas e delimitadas, o caráter interdisciplinar está intimamente relacionado com a possibilidade da intervenção no processo de aprendizagem. A preocupação em colocar o sujeito que aprende como autor de sua própria aprendizagem requer uma atuação que integre vários campos do conhecimento para que a especialização promova habilidades que levem o sujeito cognoscente a satisfazer suas necessidades, atuando no mundo em que vive.

Há ainda um longo caminho a ser percorrido pela psicopedago­gia, principalmente no que diz respeito à atuação institucional. Porém é com base na seriedade do trabalho a ser ­desenvolvido pelos profissionais que buscam essa especialidade que vamos conseguir um novo status para essa área, que cresce a cada interven­ção e busca a essência do processo de aprendizagem.

O propósito deste livro foi focar a atuação do psicopedagogo na instituição escolar, interagindo não só com alunos e professores, mas também com outros atores desse cenário, como a própria instituição e seus agentes, parceiros do pro­cesso de aprendizagem que juntos decidem sobre as necessidades e prioridades educacionais. A atuação psicopedagógica se dá na essência das relações que se estabelecem entre educadores e educandos, entendendo que nesse encontro o psicopedagogo também assume o papel de educador como um facilitador do fortalecimento do processo de aprendizagem no interior da instituição educacional.

Portanto, espera-se que nesse momento a atuação psicopedagógica esteja internalizada com base na funcionalidade científica, que independente de seu âmbito de atuação e unidade de análise, e caracterize-se pela seriedade de uma atuação pautada na orientação ética e de um esforço para a integração da ação educativa.

GLOSSÁRIO



6Aprendizagem assistemática: Aprendizagem de condutas não determinadas por meios sistêmicos.

Aprendizagem sistemática: Aprendizagens organizadas por um sistema educativo.

Cognoscente: Sujeito que busca o conhecimento.

Cosmovisão: Visão ampliada da realidade.

Deuteroaprendizagem: Segunda aprendizagem.

Energética: Energia afetiva.

Epistêmica: Ciência do conhecimento.

Estrutural: Estrutura cognitiva.

Homeostase: Equilíbrio.

Interacionista: Concepção teórica que considera a influência do meio e do sujeito orgânico igualmente importantes para a aprendizagem.

Interpsíquica: Conteúdos relacionais do sujeito com outros sujeitos.

Intrapsíquica: Conteúdos relacionais do sujeito com ele mesmo.

Macrossistema: A totalidade de um sistema.

Matriz: início.

Neuropsicologia: Ciência que estuda a base neurológica dos processos psíquicos.

Operatividade: Modo de agir, modo de atuar.

Protoaprendizagem: Primeira aprendizagem.

Quadrangular: Com quatro lados.

Ressignificação: Dar um novo significado.

Retroalimentação: É o nome dado ao procedimento pelo qual parte do sinal de saída de um sistema (ou circuito) é transferida para a entrada deste mesmo sistema, com o objetivo de diminuir, amplificar ou controlar a saída do sistema.

Temporoespacial: Refere-se a funções de orientação de tempo e de espaço.

Transcultural: Perpassa informações de mais de uma cultura.

REFERÊNCIAS POR CAPÍTULO





Baixar 0.5 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   40   41   42   43   44   45   46   47   48




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual