M unicípio de concórdia



Baixar 4.14 Mb.
Página11/57
Encontro04.03.2018
Tamanho4.14 Mb.
1   ...   7   8   9   10   11   12   13   14   ...   57

2.2.2 Relevo

O relevo faz parte do planalto meridional, sendo constituído por patamares estruturais bastante explorados que descem em direção à calha do Rio Uruguai. A topografia é de moderadamente ondulada a ondulada, destacando-se a serra do Cachimbo. A rede hidrográfica é constituída pelo Rio Uruguai e seus afluentes: os rios dos Queimados (que passa pela sede do Município), Jacutinga, Fragosos, Suruvi e Rancho Grande.


2.2.3 Clima
O clima é superúmido e mesotérmico do tipo temperado. A temperatura média anual é baixa, em torno de 17ºC, com grande amplitude térmica, cerca de 10ºC em média. O verão é um pouco quente e a temperatura média oscila em torno de 22ºC, porém é comum a ocorrência de forte calor, tendo sido registradas máximas em torno de 30ºC a 31ºC. O inverno é frio, com temperatura média em torno de 13ºC e a média dos mínimos entre 6 e 9ºC. Situado em latitude média, o Município está sujeito, durante todo o ano, a constantes invasões de frentes de origem polar, implicando em bruscas mudanças de temperatura e muito sujeito a geadas. Os totais anuais de chuvas são elevados, geralmente em torno de 2.000 mm bem distribuídos ao longo do ano. O Município normalmente não apresenta estação seca, mas sim, grandes excedentes hídricos.
2.2.4 Vegetação
A vegetação caracteriza-se por duas formações vegetais: a floresta subtropical, com araucárias, e a floresta subtropical, regionalmente conhecida por floresta da bacia do Rio Uruguai, com presença de grápia, guajuvira, angico, cedro, louro e canela. A floresta de araucária, no Município, pode ser substituída em função das espécies que compõe a submata: uma predominância de imbúia-socopema, erva-mate e taquara e outra que se constitui de angico, grápia, guajuvira e canela. O extrativismo de madeira de alto valor econômico, bem como a exploração da erva-mate, foram inicialmente responsáveis pela degradação de grande parte da cobertura vegetal. Posteriormente, a implantação de lavouras diversas, tais como a do milho, trigo e feijão, contribuíram significativamente para a devastação total da vegetação primitiva.
2.2.5 Solo
Predominam solos minerais pouco profundos susceptíveis de erosão moderadamente drenados, ácidos com elevados teores de mineral primários, fonte de nutrientes para as plantas. Esses aparecem associados a solos também minerais, pouco desenvolvidos, raros, bastante susceptíveis à erosão, geralmente bem drenados e com restrições ao uso agrícola, devido a pouca profundidade. Ocorre também a existência de solos profundos suscetíveis à erosão, bem drenados, ácidos, com elevados teores de alumínio e apresentando problemas de fertilidade devido à pobreza de elementos nutritivos. Finalmente, encontramos em associação, solos pouco profundos, suscetíveis à erosão, moderadamente drenados, de fertilidade natural variando de baixa a alta de acordo com sua reserva nutricional. 


Baixar 4.14 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   7   8   9   10   11   12   13   14   ...   57




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual