Knapp, Paulo



Baixar 76 Kb.
Página6/8
Encontro04.03.2018
Tamanho76 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8
PRINCIPAIS TÉCNICAS

Sendo o objetivo da terapia cognitiva “identificar, examinar e modificar as cognições distorcidas ou disfuncionais em três níveis [...] os pensamentos automáticos (PA) [...] crenças intermediárias (pressupostos subjacentes e regras) [...] e [...] crenças nucleares (esquemas)” (KNAPP, 2004, p. 133) a mudança cognitiva produz modificação no comportamento e vice-versa. Segundo Knapp (2004) existe as técnicas cognitivas citadas acima e as técnicas comportamentais que tem o propósito em sua intervenção comportamental “[...] aumentar o comportamento positivo enquanto diminui o negativo” (LEAHY, 1996 apud KNAPP, 2004, p. 153).

Os pensamentos automáticos um dos níveis a serem identificados pela técnica cognitiva podem ser palavras, imagens ou memórias, podem ocorrer antes mesmo da situação em si, durante ou posteriormente à situação. É necessário segundo Knapp (2004) perguntar diretamente sobre os pensamentos que estão passando pelo pensamento do paciente, e assim identificar mudanças ou intensificações do humor durante a sessão, a descrição de uma situação ocorrida fora da sessão, o foco das emoções, foco nas situações, recriação de situação vivenciada pelo paciente, role-play do que foi vivenciado, a utilização de uma imagem que passou pela cabeça ou que melhor descreve o pensamento, o terapeuta sugere um pensamento plausível que o paciente pode ter tido, o terapeuta sugere um pensamento contrário ao que pode ser esperado na situação, sugestão de pensamentos derivados da prática clínica, a obtenção de pensamentos que uma pessoa próxima do paciente poderia ter, a conversão da incerteza em possibilidade, conversão de perguntas em afirmações.

Beck (1976 apud KNAPP, 2004, p. 133) destaca que “[...] a terapia cognitiva não é definida pelas técnicas que são empregadas, mas pela ênfase que o terapeuta dá ao papel dos pensamentos na causa e na manutenção dos transtornos”.

Neste sentido para que as técnicas utilizadas pela TCC sejam efetivamente desempenhadas é necessário que o profissional seja um bom estrategista, saber dirigir o processo terapêutico, “sempre com base no desenvolvimento de um bom relacionamento terapêutico e fundamentado no método de questionamento socrático e na colaboração empírica [...]” (KNAPP, 2004, p. 133) levando o paciente a descobertas e mudanças.

Segundo Rey e Pacini (2006) técnicas como a de relaxamento, de treinamento de habilidades sociais, reestruturação cognitiva e de exposição são utilizadas como ferramentas para o tratamento da TCC.




Baixar 76 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual