Ideologia: ilusória ou sistemática?



Baixar 4.78 Kb.
Encontro26.07.2020
Tamanho4.78 Kb.

Ideologia: ilusória ou sistemática?
O termo ideologia surgiu no século XIX, quando o filósofo e político francês, Destutt Tracy, conceituou-o como uma “ciência das ideias”. Para ele, as ideias seriam fenômenos naturais resultantes da interação do homem com a natureza.

Concomitantemente, Karl Marx e Friedrich Engels atribuíram um sentido de ilusão ao conceito de ideologia. Para eles, o termo distorce a realidade porque camufla as divergências existentes dentro de uma determinada sociedade, definindo-a como harmônica e ideologicamente homogênea. Ou seja, os indivíduos são levados a pensar, sentir e agir de acordo com os interesses da classe dominante.

Porém, o fato de atribuir-se uma característica ilusória à ideologia, não significa que seja algo inventado pela classe dominante para persuadir a classe dominada, pois, consequentemente, a primeira deve estar igualmente convencida da verdade dessas ideias.

No mundo atual, observa-se que a ideologia sofreu um processo de naturalização, onde muitas pessoas simplesmente aceitam o seu “lugar no mundo” acreditando, por exemplo, que é impossível mudar a situação de classes existentes no globalizado século XXI. Por meio da universalização, os valores e interesses da classe dominante são refletidos aos que a ele se submetem. É dessa forma, que ao produzir muito mais do que ganha, um trabalhador apenas assente em relação ao seu salário, sem questioná-lo.



A mídia e a publicidade, através dos meios de comunicação, divulgam ideias e interpretações em massa todos os dias. Muitas vezes, ao oferecer produtos, estilos de vida, concepções éticas e políticas, elas estão divulgando e persuadindo a sociedade a aceitar um modelo ou padrão que seria “o mais correto” a ser seguido, o que resulta em insatisfações por parte de cada pessoa com seu próprio estilo e modo de vida, levando a um consumismo exacerbado.

A ideologia, ao contrário do significado de dominação de ideias, deve representar a liberdade de pensamento e o pluralismo para que todos possam debater e expor seus pensamentos, podendo exercer sua opinião de forma livre e sem influências. É exatamente nos espaços em que a ideologia se manifesta, o lugar onde se pode aprender, refletir e questionar. Portanto, cabe ao discurso sistemático e não ideológico orientar e identificar as distorções estabelecidas historicamente. Além disso, faz-se extremamente necessário restabelecer a dependência entre a ação e reflexão, para que verdades não sejam tachadas como definitivas.
Baixar 4.78 Kb.

Compartilhe com seus amigos:




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
ensino médio
oficial prefeitura
minas gerais
terapia intensiva
Conselho nacional
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ciências humanas
ensino aprendizagem
outras providências
secretaria municipal
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
Dispõe sobre
catarina prefeitura
Colégio estadual
recursos humanos
Conselho municipal
consentimento livre
ministério público
conselho estadual
público federal
psicologia programa
Serviço público