Dados internacionais de Catalogação na Publicação (cip)


- Paradigma da consistência



Baixar 1.4 Mb.
Página113/126
Encontro06.04.2018
Tamanho1.4 Mb.
1   ...   109   110   111   112   113   114   115   116   ...   126
6- Paradigma da consistência
Pessoas consistentes são aquelas que têm crenças e valores bem definidos e não são muito maleáveis a mudanças de opiniões sem justificativas realmente sérias. Suas crenças e seus valores são como trincheiras que elas defendem até o fim.

Se você não puder mostrar idêntica consistência em seus valores e comportamentos elas pensarão que você não é uma pessoa séria. Então, se você quer persuadir uma pessoa consistente não lhes critique as opiniões, nem lhes contrarie as crenças, mas também não demonstre ser uma pessoa volúvel, que está pronta a se amoldar a qualquer crença ou valor, por mero interesse.

Contradizê-las equivale a uma declaração de inimizade e nenhum rapport será possível nessas condições. Por outro, lado, mudar de opinião sem uma adequada justificativa também provocará a desconfiança deles.

De qualquer modo, só mudamos mesmo nossas crenças e valores quando descobrimos outros que nos trazem melhores resultados. Até então, não há persuasão possível para uma pessoa que acredita em coisas diversas daquilo que estamos tentando informar a ela.

Crenças e valores, na mente das pessoas consistentes, são como cláusulas pétreas na Constituição legal de um país; para mudá-las é preciso fazer verdadeiras revoluções.

Sabemos que quando alguém assume realmente uma crença, não é nada fácil convencê-la de algo que a contrarie. Pense, por exemplo, na seguinte proposição: “pessoas que não mantém a palavra dada não merecem confiança”. Se você estiver nessa categoria, de pessoas que prometem coisas e não cumprem, que possibilidades terá de persuadir alguém para acreditar em você?

Assim sendo, não lhes prometa nada que sabe que não pode ser cumprido. Para eles, promessas são como regras vivas de direito: regem as relações que estabelecem e o seu descumprimento é um crime semelhante aos descritos no Código Penal.

O paradigma da consistência repousa, portanto, na confiança que somos capazes de inspirar nas pessoas, sendo constantes, consistentes, sinceros, assim como ela pensa que também é. Lembre-se que nós gostamos imediatamente daquilo que se parece conosco e em princípio sempre desconfiamos do que se apresenta diferente. Assim, se quer persuadir alguém que se orienta pelo paradigma da consistência, nunca demonstre inconsistência na sua personalidade.




Baixar 1.4 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   109   110   111   112   113   114   115   116   ...   126




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual