Cérebro Humano



Baixar 0.75 Mb.
Página2/2
Encontro06.04.2018
Tamanho0.75 Mb.
1   2
Lobo

Área funcional

Efeitos

Doenças




Córtex visual

Primário


●Incapacidade de receber informação visual

●Perda de visão



Cegueira cortical

Occipital

Córtex visual secundário

●Incapacidade de reconhecer e de identificar visualmente objectos

Agnosia visual







●Incapacidade de compreender os sinais gráficos da escrita

Cegueira verbal ou alexia



  • Lobo Temporal



  • Os lobos temporais estão localizados na zona por cima das orelhas tendo como principal função processar os estímulos auditivos.

  • Os sons produzem-se quando a área auditiva primária é estimulada.



Lobo

Área funcional

Efeitos

doença




Córtex auditivo primário

●Incapacidade de receber informação sonora

●Perda de audição



Surdez cortical

Temporal

Córtex auditivo secundário

●Incapacidade de reconhecer e identificar sons vulgares

Agnosia auditiva







●Incapacidade de interpretar o significado do discurso oral

Surdez verbal



  • Lobo Parietal



  • O lobo parietal localiza-se na parte superior do cérebro, no córtex cerebral, interpreta os estímulos sensoriais provenientes do corpo, sendo responsável pela combinação das impressões relacionadas à forma, à textura e ao peso e as transformam em percepções gerais.

  • Os lobos parietais também ajudam as pessoas a se orientar no espaço e a perceber a posição das partes do corpo.



Lobos

Área funcional

Efeitos

Doença




Córtex somatossensorial primário

●Incapacidade de receber informação sensorial

●Perda da sensasorial tátil,térmica e álgica



Anestesia cortical

Parietal

Córtex somassensorial secundário

●Incapacidade de reconhecer um objeto pelo tato

●Incapacidade de localizar sensações táteis e térmicas do corpo



Agnosia somassensorial ou assomatognosia



  • Lobo Frontal



  • O lobo frontal é especialista no comando dos movimentos corporais.

  • Inclui as áreas motoras que podem ser primárias ou secundárias



Lobo

Área funcional

Efeitos

Doença




Córtex motor primário

●Incapacidade de executar movimentos finos e precisos

Paralisia cortical

Frontal

Córtex motor secundário

●Incapacidade de organizar e de planear os movimentos numa sequência unificada

Apraxia







●Incapacidade de se expressar escrevendo

Agrafia ou apraxia da escrita







●Incapacidade de se expressar falando

Afasia ou apraxia de linguagem



Curiosidades:

  • O caso de Phineas Gage

Phineas Gage sobreviveu a um acidente de trabalho em que a barra de ferro lhe atravessou a cabeça.

Conservou o raciocínio, a memória, os movimentos, os cinco sentidos, a inteligência, entre outros, porém alterou-se a sua personalidade e passou a ter um comportamento diabólico.

Phineas já não possuía um controlo emocional, tendo assim um comportamento impulsivo e descontrolado que certas acções poderiam ser destrutivas, tanto para si próprio tanto para os outros.

O seu comportamento mudou, pois foi afectada a zona da tomada de decisões, a zona frontal esquerdo do nosso cérebro, não tomando assim decisões, e se tomasse, não era consciente, logo, respondia às situações de uma maneira inadequada.



Elliot foi submetido a uma cirurgia para a remoção de um tumor cerebral, e sofreu danos no córtex cerebral.

A sua personalidade do Elliot também teve grandes transformações e uma delas foi a indiferença afectiva, ou seja, não demonstrava qualquer sentimento, nem tristeza, nem alegria, nem ansiedade.

Síntese


  • O córtex cerebral-estrutura responsável pelas funções que evidenciam o homem relativamente a animais-faz parte do cérebro humano;

  • O cérebro humano é formado por dois hemisférios, o esquerdo e direito;

  • Em cada hemisfério há 4 lobos-occipital,temporal,parietal e frontal, responsáveis respectivamente, pela visão, pela audição, pelas sensações do corpo e pelos movimentos;

  • Em cada lobo distingue-se uma área primária e uma área secundária;

  • As áreas primárias permitem sentir os estímulos, mas não interpretá-los, de modo que não basta a sua acção para fazermos uma ideia do objecto em causa;

  • A área secundárias permite-nos o processamento das impressões sensoriais, possibilitando o reconhecimento dos objectos que as provocaram;

  • Se uma área primária for lesionada, o individuo deixa de ter sensações, não vendo, não ouvindo, não sentindo, não executando movimentos;

  • Se a lesão for numa área secundária, a pessoa passa a sofrer de uma agnosia: tem sensações, mas não faz o seu processamento, pelo que não sabe a que se refere.

Conclusão

O cérebro funciona de modo integrado, é um sistema complexo e unitário, cujas componentes, apesar de especializadas em determinadas funções, mantêm relações de interdependência.

O cérebro é um todo maior que a soma das suas partes, trabalha de forma interactiva com uma dinâmica própria. Daí a dificuldade em o estudar, mas também a sua extraordinária capacidade.



Contudo, não podemos esquecer que o cérebro funciona como uma unidade: nos comportamentos mais complexos os dois hemisférios estão envolvidos, completando-se.

Psicologia B Página


Baixar 0.75 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual