Compreendendo a transexualidade: a partir da fenomenologia da percepçÃo de corpo de merleau ponty



Baixar 34.5 Kb.
Página1/9
Encontro27.05.2018
Tamanho34.5 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9

COMPREENDENDO A TRANSEXUALIDADE: A PARTIR DA FENOMENOLOGIA DA PERCEPÇÃO DE CORPO DE MERLEAU PONTY
Ana Carolina Cavalheiro – anac.cavalheiro@hotmail.com

Giovana Cortina – giovanacortina84@hotmail.com

Graduandos do UNISALESIANO

Prof. Me. Agnaldo José Gomes de Oliveira – UNISALESIANO - ajsgomes@uol.com.br

Prof.ª Ma. Jovira Maria Sarraceni – UNISALESIANO – jo@unisalesiano.edu.br

___________________________________________________________________



RESUMO
O objetivo deste trabalho é compreender as vivências das transexuais e como estas percebem o mundo e seu corpo. Para isto, realizou-se entrevistas com três transexuais, por meio de perguntas norteadoras, para que sentissem a vontade ao falar de suas experiências vividas. Para um melhor entendimento sobre o tema, procurou-se apresentar algumas contribuições sobre sexualidade, a exemplo de Foucault, psicanálise, movimentos feministas, LGBT e a teoria Queer, sendo de grande importância considerar a história sobre transexualidade. Para análise das falas das participantes de pesquisa, usou-se o método fenomenológico a partir da fenomenologia da percepção de corpo de Merleau Ponty, a qual apontou-se: “o corpo como objeto para a transexualidade”, que trata da compreensão da percepção de corpo ideal no mundo; “a experiência vivida pela transexual”, que atribui sua feminilidade ao corpo, mas não como a história comum de uma mulher, e sim como de um corpo que muda; “a intencionalidade e a motricidade do corpo transexual”, que muda seu corpo e consequentemente muda suas relações; “a percepção do mundo transexual”, que adquire experiências acumulativas de passado, presente e futuro e se torna transexual por suas vivências; “o corpo próprio para a transexual”, que pelo seu corpo ocupa um espaço vivido e não espaço um físico limita a sua liberdade relacional ao mundo; “corpo transexual e a sexualidade”, o corpo atribui sentido existencial da mulher transexual, pois é por meio do corpo que se estabelece relação com o outro. A necessidade de mudar o corpo se dá por meio de sua relação com o mundo, pois são por meio dessas relações que ocorre a intencionalidade para que o movimento aconteça e demonstre vida ao ser.


Baixar 34.5 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual