Boa-fé nos Contratos: entre a fonte e a solução do caso concreto. Thiago Borges1


A Teoria do Adimplemento Substancial



Baixar 140.5 Kb.
Página16/26
Encontro28.11.2019
Tamanho140.5 Kb.
1   ...   12   13   14   15   16   17   18   19   ...   26
3.2. A Teoria do Adimplemento Substancial.
Para exemplificar a aplicação da cláusula geral de boa-fé na apreciação de conflito gerado pela execução de contrato será analisado um caso referente à Teoria do Adimplemento Substancial. Atua a boa-fé, neste caso, na função de limitar o exercício de direitos subjetivos, pois o credor fica impedido de utilizar uma cláusula específica do contrato (resolutória) em benefício da economia contratual. Veja-se o seguinte voto da lavra do Ministro Ruy Rosado Aguiar Júnior, por si só suficiente para explicar a questão:

“A extinção do contrato por inadimplemento do devedor somente se justifica quando a mora causa ao credor dano de tal envergadura que não lhe interessa mais o recebimento da prestação devida, pois a economia do contrato está afetada. Se o que falta é apenas a última prestação de um contrato de financiamento com alienação fiduciária, verifica-se que o contrato foi substancialmente cumprido e deva ser mantido, cabendo ao credor executar o débito. Usar do inadimplemento parcial e de importância reduzida na economia do contrato para resolver o negócio significa ofensa ao princípio do adimplemento substancial, admitido no Direito e consagrado pela Convenção de Viena de 1980, que regula o comércio internacional. No Brasil, impõe-se como uma exigência da boa-fé objetiva, pois não é eticamente defensável que a instituição bancária alegue a mora em relação ao pagamento da última parcela, esqueça o fato de que o valor do débito foi depositado em juízo e estava à sua disposição, para vir lançar mão da forte medida de reintegração liminar na posse do bem e pedir a extinção do contrato. O deferimento da sua pretensão permitiria a retenção dos valores já recebidos e, ainda, obter a posse do veículo, para ser revendido nas condições que todos conhecemos, solução evidentemente danosa ao financiado” (Excel Crédito Financiamento e Investimento S/A (Rcte) x Ailton de Souza Rocha (Rcdo), STJ, RESP 272.739-MG, Rel Min. Ruy Rosado de Aguiar, j. 01/03/2001, DJ 02/04/2001) (grifei).


No caso em tela, o julgador entendeu que a falta do pagamento da última parcela de contrato de financiamento com alienação fiduciária não causou, neste caso, dano suficiente para o credor que justifique a execução da cláusula contratual que permite a reintegração da posse do bem e a extinção do contrato. Além disso, a proximidade da concretização da finalidade do contrato, evidenciada pelo adimplemento substancial, torna injustificado o recurso à cláusula resolutiva. Resta-lhe, outrossim, promover a execução do que entender devido.
Com base nos dados do caso concreto, a decisão fundamenta-se numa regra não prevista expressamente, mas que se insere no sistema por uma exigência da boa-fé objetiva. No caso aventado, além da função de limitação do exercício de direitos subjetivos, pode-se apontar, também, a aplicação da boa-fé na função hermenêutico-integrativa. Promove-se, assim, uma ressistematização para que a finalidade e a função social do contrato sejam mantidas, sem que nenhuma das partes fique desprotegida de seus direitos.

Catálogo: revistajuridica -> arquivo -> edicao janeiro2006
arquivo -> A relevância jurídica da Síndrome Pré-Menstrual partindo-se de uma comparação com o puerpério
arquivo -> Reflexões sobre a reduçÃo da maioridade penal no brasil
arquivo -> O princípio do desenvolvimento sustentável e sua abordagem econômica
arquivo -> Direito e ciência do comportamento: discussões e aplicaçÕes práticas
arquivo -> MediaçÃo e arbitragem
arquivo -> A família no novo milênio: em busca da dignidade perdida
arquivo -> ConstitucionalizaçÃo do direito de família e a “socioafetividade” como caracterizadora de relaçÃo paterno-filial
arquivo -> O incidente de insanidade mental no processo penal
arquivo -> Transexualismo e direito: possibilidades e limites jurídicos da mudança de sexo
edicao janeiro2006 -> Possibilidade de adoção por casal homossexual

Baixar 140.5 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   12   13   14   15   16   17   18   19   ...   26




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual