Ata da ducentésima sétima reunião ordinária


Alexandre Marinho - Técnico de Planejamento e Pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – IPEA



Baixar 0.81 Mb.
Página194/275
Encontro27.05.2018
Tamanho0.81 Mb.
1   ...   190   191   192   193   194   195   196   197   ...   275
Alexandre Marinho - Técnico de Planejamento e Pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – IPEA: Gostaria de fazer uma consideração a respeito da impressão que eu tenho da capacidade que essas campanhas eventualmente tenham para melhorar esse processo. Eu não vou fazer considerações muito técnicas que seriam chatas, mas vou fazer uma analogia. Você tem uma caixa de água. A fila é um estoque, ou seja, é resultado do encontro de dois fluxos. O fluxo de entrada de pacientes e o fluxo de saída de pacientes. Você tem gente entrando no sistema e saindo do sistema. Se a quantidade de pessoas entrando no sistema numa unidade de tempo é maior do que a que está saindo, você gera uma fila. É a mesma coisa da caixa de água. Se eu tiver uma mangueira enchendo e uma bica esvaziando, se a mangueira injeta mais água do que a bica escoa, a caixa vai encher com o tempo. Então uma campanha ocasional, ela pode fazer o papel mais ou menos de você estar lá com a caixa cheia e ir lá com o balde e esvazia a caixa, quando você pára o movimento do balde a caixa vai encher de novo. Se você não tiver uma campanha que mude permanentemente as condições do sistema, que mude a cultura das pessoas, não adianta você eventualmente pega uma personalidade que recebeu um transplante e bota na televisão. Isso não vai resolver nunca. O problema é um problema de longo prazo, não é problema de curto prazo. No curto prazo bode obter alívio, no longo prazo, e aí dentro dessa linha uma coisa que me causa uma certa espécie, pelo menos um trabalho ou dois que eu consultei diz assim. Todas as religiões ou principais religiões ou número de pessoas no Brasil apóiam o transplante de órgão. Dizem que é um ato de amor, e enfim, é mais do que recomendável. Eu nunca vi nessas campanhas, pode ser que eu não tenha visto todas, autoridades religiosas se manifestando positivamente a respeito e dizer isso é um ato de solidariedade humana de acordo com sua crença, eu acho que essas pessoas deveriam eventualmente serem envolvidas nessas campanhas. Eu acho que isso é um ponto importante, porque tem algumas pessoas que tem questões transcedentais, eu tenho medo disso e daquilo e a própria religião dela recomenda que ela fizesse, e as pessoas às vezes não sabem. Eu acho que isso é uma coisa que poderia haver um chamamento. Um outro ponto, eu vou procurar falar coisas que não foram faladas aqui, porque a gente não tem todo o tempo. Um outro ponto que é a questão da doação consentida, da doação presumida. Se você vai dar a palavra final ao eventual doador ou à família é uma questão complexa. Eu que fiz parte pelo menos de uma banca de doutorado, onde era mais ou menos demonstrado que a doação de você pessoa física, você indivíduo dizia que você queria ser doador era melhor, e aí comparando resultados internacionais, era melhor do que da família. Alguém aqui até falou que teve um problema familiar. O que é família hoje em dia? O que é família? Quem decide eventualmente sobre isso? Isso é uma questão que tem que ser contemplada. Outro ponto que também acho que é importante que eventualmente não foi dito aqui, é a questão do trabalhador em transplante. Eu li pelo menos um livro escrito por enfermeiras de transplante em que a situação delas, das pessoas que lidam e trabalham numa UTI de transplante é extremamente séria, porque você está lidando com uma pessoa e na maioria das vezes pessoas jovens, que você não sabe se trata como vivo ou como morto. E essas pessoas são submetidas a tensões e a questionamentos assim gravíssimos e acho que deveriam merecer alguma espécie também de atenção em particular.

Baixar 0.81 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   190   191   192   193   194   195   196   197   ...   275




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual