As contribuiçoes das teorias de piaget e vygotsky para a área da educaçÃO



Baixar 60 Kb.
Página8/8
Encontro04.03.2018
Tamanho60 Kb.
#123
1   2   3   4   5   6   7   8
METODOLOGIA
A realização do presente trabalho deu-se através de pesquisa científica e a metodologia utilizada para o desenvolvimento desta pesquisa foi estritamente qualitativa, para a fundamentação metodológica e procedimento utilizou-se de revisão de literatura em obras pertinentes ao assunto abordado.

Ao optar por este método acredita-se também que, uma boa investigação científica requer um aprofundamento teórico que só pode ser obtido através de uma bibliografia composta de obras de referência e de trabalhos sobre a matéria.

Durante a elaboração do trabalho de conclusão de curso, foram feitas pesquisas bibliográficas das obras referentes ao assunto, sendo pesquisados em livros, teorias cognitivas da aprendizagem, Mitos da escola e concepções de aprendizagem, e teorias psicogenéticas em discussão.

Nesta pesquisa foram realizados estudos referentes às teorias de ensino de Piaget e Vygotsky, bem como as suas aplicações em sala de aula. Observou-se durante a pesquisa que Piaget e Vygotsky foram fantásticos em seus estudos e experiências envolvendo a educação, onde hoje muitos professores utilizam-se de suas teorias para trabalhar o ensino aprendizagem com as crianças.

Nas bibliografias consultadas os autores visavam contribuir para uma melhor compreensão sobre o processo da aprendizagem no âmbito escolar.

Desta forma pretende-se como estudo dessas diversas teorias refletir sobre a pratica docente em sala de aula, de forma que o professor seja capaz de identificar e utilizar as técnicas e os conceitos mais adequados para estimular o processo de aprendizagem e o desenvolvimento mais produtivo, tendo em vista cada situação.

Partindo-se do princípio que toda prática pedagógica tem por trás de si um fundamento teórico, entende-se que o grande desafio dos educadores está em entender e articular os conceitos teórico-prático expostos pelas teorias como ferramenta para a construção de uma prática pedagógica individual, crítica, criativa e que esteja de acordo com as necessidades dos alunos.

Nas concepções multidimensionais de Piaget e Vygotsky esta pesquisa procurou explicar os fundamentos e contribuições dessas teorias para a construção da práxis educativa.



Considerando a relação dialética entre o sujeito e o meio (sócio-cultural) os autores propõem que a criança seja vista não somente como cognação, mas na sua totalidade, enquanto sujeito histórico-cultural. Deste principio decorrem implicações práticas para o ensino, sobretudo para a erradicação daquelas abordagens que contribuem para o aparecimento de rótulos e preconceitos que levam ao fracasso escolar.
REFERÊNCIAS
DE LA TAILLE, Yves; OLIVEIRA, Marta Kohl de; DANTAS, Heloísa. Teorias psicogenéticas em discussão. 21ª edição. São Paulo: Summus Editorial, 1992.
LAKOMY, Ana Maria. Teorias Cognitivas da aprendizagem. Curitiba: IBPEX, 2008.
VENTURA, Lindnei. Mitos da escola e concepções de aprendizagens. Florianópolis: IBEPED, 2005.

Baixar 60 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8




©psicod.org 2022
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
santa catarina
Prefeitura municipal
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
Processo seletivo
ensino fundamental
minas gerais
seletivo simplificado
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
Concurso público
direitos humanos
Universidade estadual
saúde mental
educaçÃo infantil
educaçÃo física
Centro universitário
saúde conselho
ciências humanas
santa maria
Poder judiciário
Excelentíssimo senhor
assistência social
Conselho regional
Atividade estruturada
ensino aprendizagem
língua portuguesa
políticas públicas
Colégio estadual
recursos humanos
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
outras providências
secretaria municipal
público federal
educaçÃo universidade
Conselho municipal
catarina prefeitura
Componente curricular
conselho estadual
psicologia programa