As contribuiçoes das teorias de piaget e vygotsky para a área da educaçÃO



Baixar 60 Kb.
Página5/8
Encontro04.03.2018
Tamanho60 Kb.
#123
1   2   3   4   5   6   7   8
Período das operações formais- Este estágio marca a inserção no mundo adulto, iniciando por volta dos doze anos. Nele, o pensamento lógico está desenvolvido, sendo possível a abstração do mundo independente de recursos provenientes de experiências materiais, agindo com autonomia. É capaz de referir ao universal, tratando de temas genéricos, como por exemplo, a família, a classe social, mesmo não sendo a sua. Piaget adverte que nem todas as pessoas chegam esse nível de inteligência, dependendo de muito estímulo na sua concepção, as estruturas são hierarquicamente construídas e as superiores dependem das primeiras.

Mas quais os reflexos desta concepção na escola?

Na verdade, o construtivismo provocou uma verdadeira revolução no ensino, pelo mundo inteiro. Principalmente, o professor deixou de ser o agente predominante no processo de ensino aprendizagem. Aliás, para Piaget, o desenvolvimento das estruturas cognitivas, o que obrigou uma revisão geral dos currículos tradicionais, exclusivamente abstratos e enciclopédicos. Ventura (1974 p. 15) refere-se a Piaget: “É evidente que o educador continua indispensável, a título de animador, para criar situações e armar os dispositivos iniciais capazes de suscitar problemas úteis a criança”.

Sob a inspiração no princípio acima, as escolas ativas se espalharam por toda Europa e adotaram como metodologia principal a construção do conhecimento a partir de atividades realizadas pelos próprios alunos, por meio de pesquisas, experiências e trabalhos coletivos. Um exemplo disso foi o método natural, criado pelo educador Celestin Freinet. Nele os alunos realizavam trabalhos manuais, como a “tipografia escolar”, e escreviam no “livro da vida” suas experiências. Era uma escola em que os alunos aprendiam fazendo e aprendiam a aprender, tudo que o construtivismo aspirava, pois contemplava o conhecimento físico (manual) e lógico-matemático (intelectual). Os níveis de alfabetização de Emília Ferreira, pré-silábico, silábico (silábico-alfabético: transição) e alfabético, são uma conversação dos estágios de Piaget para apropriação da escrita, que revolucionou a concepção e a metodologia de alfabetização pelo mundo inteiro, superando os métodos tradicionais, baseados em cartinhas e exercícios de decoreba.




Baixar 60 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8




©psicod.org 2022
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
santa catarina
Prefeitura municipal
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
Processo seletivo
ensino fundamental
minas gerais
seletivo simplificado
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
Concurso público
direitos humanos
Universidade estadual
saúde mental
educaçÃo infantil
educaçÃo física
Centro universitário
saúde conselho
ciências humanas
santa maria
Poder judiciário
Excelentíssimo senhor
assistência social
Conselho regional
Atividade estruturada
ensino aprendizagem
língua portuguesa
políticas públicas
Colégio estadual
recursos humanos
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
outras providências
secretaria municipal
público federal
educaçÃo universidade
Conselho municipal
catarina prefeitura
Componente curricular
conselho estadual
psicologia programa