[A vida como ela é] Aquela simpática senhora!


Conte outra “piada”; este teu argumento não me convence!



Baixar 1.11 Mb.
Página295/354
Encontro29.11.2019
Tamanho1.11 Mb.
1   ...   291   292   293   294   295   296   297   298   ...   354
Conte outra “piada”; este teu argumento não me convence!

Como pode ser assim?

A vida tem que ser assim minha querida,

Pois a fila anda e não ficarei como a ti; perdida!

Agora darei pra ti meu novo endereço

me tornei estrela

num céu sob medida

onde o sol é um rei

a lua sua amada

eu sirvo neste reinado

versos fragmentados

de felicidade

amor, esperança

saudade!

Como humana, tu eras desumana comigo;

Agora que tu habitas uma constelação qualquer,

Certamente jamais irei visitar-te na imensidão do céu.

Fique lá com o astro rei e curta a beleza lunar,

Já que tu foste incapaz de me amar!

Vá servir teus versos, sejam eles de que tipos forem,

A quem tu quiseres desde que esqueças este homem!

Nós: Gilcélia & Eu!

Ninguém me ama!

Que horror! Que cronista pessimista ao admitir não ser amado por ninguém; isso deve ser triste e desolador para qualquer ser humano. Não se sentir amado é algo indesejável por qualquer pessoa em sã consciência. Será este cronista um pessimista assumido, um homem depressivo, um mau caráter, uma “persona non grata” na sociedade, um homem sem fé, sem Deus no coração para fazer esta insalubre afirmação com tanta convicção?

Respondo afirmando que não posso garantir o que está fora do meu eu, ou seja, não posso afirmar o que o outro sente em relação a mim. Em contrapartida eu posso falar com propriedade, sinceridade, honestidade e conhecimento de causa sobre os meus sentimentos em relação aos que me cercam, pois eu sei o que há no meu coração; muito embora eu nunca tenha concordado que a gente ama com o coração. O amor pode até necessitar do coração para bombear sangue ao cérebro e este sim despertar os sentimentos de amor ao próximo. Imaginar um “músculo” que sente amor e que não pensa, para mim é inadmissível; aceito contestações que me convençam do contrário!

Eu sou ainda mais radical e digo que não necessito do amor de quaisquer pessoas, pois o AMOR DE DEUS me basta e neste eu acredito cegamente através da fé que eu professo. Vivo há vinte e sete anos com a minha mulher e jamais disse ou direi a quem quer que seja que sou amado por ela e menos ainda que ela me ame, mas o contrário sim (eu a amo); talvez, ela apenas me suporta. Isso porque eu sou um chato assumido e fiz muitas coisas que desagradaram a minha esposa no decorrer destes anos todos. Portanto, só ela é capaz de dizer o que sente por mim. O meu filho ama mais o dinheiro que ele me pede frequentemente do que a mim. E alguém deve estar conjecturando que eu possa ter sido o pior dos pais do mundo e eu estou certo de que não fui; fui ausente em razão do meu trabalho, mas jamais um pai que não fosse carinhoso e dedicado.

E por que então eu afirmo categoricamente que ninguém me ama? Porque só o outro pode dizer isso para mim e sentir amor por mim; aí então eu posso ver através das suas atitudes se realmente ele demonstra amor ou não por mim. Todavia, eu não preciso de prova nenhuma em relação ao AMOR DE DEUS, porque isso é visível desde o momento que abro os meus olhos todas as manhãs até o momento que volto a fechá-los para adormecer e, quiçá, acordar no dia seguinte.

Tudo o que me rodeia, diuturnamente, é presente de DEUS para mim; logo, sou amado incondicionalmente por ELE sem ter dúvida alguma. DEUS é amor, mas o ser humano carrega em si a dualidade bem e mal; com o ser humano se aplica as palavras de Gibran Khalil Gibran: “amor e ódio caminham de mãos dadas”. Um exemplo banal é quando um casal se separa por motivo de traição de um dos cônjuges; todo o amor proferido no altar e os compromissos assumidos diante de DEUS são negados em questão de minutos e o ódio impera. Começa então uma briga intensa entre rivais que antes se amavam. O AMOR DE DEUS me basta! Contudo, se você quiser me amar, faça-o sem nada me cobrar. E está dito!



Baixar 1.11 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   291   292   293   294   295   296   297   298   ...   354




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual