1 Alberto Gaspar2


b) Processos interativos sob a perspectiva da Teoria da Autodeterminação



Baixar 95.5 Kb.
Página6/16
Encontro27.05.2018
Tamanho95.5 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   16
b) Processos interativos sob a perspectiva da Teoria da Autodeterminação

A Teoria da Autodeterminação (DECI & RYAN, 1985; RYAN & DECI, 2000 apud GUIMARÃES et al, 2003) propõe que três principais componentes caracterizam a motivação intrínseca e as formas auto-reguladas de motivação extrínseca: o senso de autonomia, o senso de competência e a experiência de vínculo. Considerando o contexto da sala de aula e constatando-se que o aluno motivado é o estado educacionalmente mais desejável para as atividades de aprendizagem, a fundamentação nesta teoria infere que o ambiente educacional deve propiciar que os alunos experimentem liberdade para iniciar e regular o comportamento e que os façam sentir-se competentes, emocional e pessoalmente ligado às pessoas (GUIMARÃES et al, 2003).

Assim, trabalhos como os de GUIMARÃES et al (2003) e GUIMARÃES & BORUCHOVITCH (2003), apoiados na fundamentação da Teoria da Autodeterminação, referem-se à importância do estilo motivacional do professor para desencadear a autodeterminação do aluno, relacionado com a promoção do interesse dos estudantes pela aprendizagem, a valorização da educação e a confiança nas próprias capacidades e atributos. Nessa perspectiva, segundo esses autores, os estudos desenvolvidos sobre o tema (DECI et al, 1981, apud GUIMARÃES & BORUCHOVITCH, 2003) têm considerado dois estilos motivacionais do professor, que variam em um continuum de altamente controlador a altamente promotor da autonomia, diferenciados pela capacidade de nutrir as necessidades psicológicas básicas de autodeterminação, de competência e segurança de seus alunos. Os professores facilitadores de autonomia oferecem oportunidades de escolhas e de feedback significativos, reconhecendo e apoiando os interesses dos alunos e buscando alternativas para levá-los a valorizar a educação. Em contrapartida, os professores que confiam em um estilo relativamente controlador estabelecem para seus alunos formas específicas de comportamentos e sentimentos ou pensamentos, oferecendo incentivos extrínsecos e conseqüências para os que se aproximam do padrão desejado. Em linhas gerais, os autores afirmam que, apesar de ser uma proposta recente, apoiada em inúmeros trabalhos empíricos, realizados principalmente em outras culturas, há muito que se descobrir e discutir acerca dos estilos motivacionais do professor e sua influência na aprendizagem dos alunos, mas os resultados iniciais da pesquisa são muito promissores, merecendo atenção e interesse por parte dos pesquisadores.


Catálogo: atas enpec -> venpec -> conteudo -> artigos
artigos -> A importância de concepçÕes sobre o ser humano
artigos -> Análise do potencial pedagógico de espaços não-formais de ensino para o desenvolvimento da temática da biodiversidade e sua conservaçÃO
artigos -> 1 Rosária S. Justi
artigos -> 1 Mikael Frank Rezende Junior2, Sônia Maria S. C. de Souza Cruz3
artigos -> Professores de ciências e o conhecimento sobre as teorias da aprendizagem: reflexõES
artigos -> 1, Maria de Fátima da Silva
artigos -> An historical approach of rainbow and science teaching in elementary school
artigos -> The use of educative video as a possibility for mastering audiovisual language by science teacher
artigos -> O lúdico no ensino da matemática, na perspectiva vigotskyana do desenvolvimento infantil The game in the mathematics teaching, in the vigotskyan’s perspective of the children’s development Janeti Marmontel Mariani

Baixar 95.5 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   16




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino médio
ensino fundamental
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
Boletim oficial
Curriculum vitae
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
ciências humanas
Conselho regional
ensino aprendizagem
Colégio estadual
Dispõe sobre
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Componente curricular
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
conselho estadual