Welington luis sachetti


Proposição 4: O Comportamento dos docentes no AVA



Baixar 3,33 Mb.
Página34/46
Encontro28.11.2019
Tamanho3,33 Mb.
1   ...   30   31   32   33   34   35   36   37   ...   46

Proposição 4: O Comportamento dos docentes no AVA


A pesquisa levantou uma consideração importante e que pode ser aprimorada durante todas as unidades do PFC. Observou um respondente que existe um comportamento inadequado dos cursistas com relação à participação em ferramentas colaborativas como o fórum, havendo descrições extensas ou descontextualizadas. Reiteramos, aqui, Pesce et al (2012, p. 9-10) que aborda a importância da fluência tecnológica alinhada às reflexões educacionais. Compreende-se, então, que a fluência tecnológica deve ser privilegiada no processo de formação, retomando com os formadores as orientações sobre os recursos, incorporando ao Ambiente Virtual e ao PFC instruções, tutoriais para que os cursistas tirem melhor proveito deles.

Além disso, para o caso específico, recomendam-se dois encaminhamentos. Nos PFC, deixar mais claras as instruções para uma “boa” participação no fórum, sempre que esta ferramenta for utilizada. Para os formadores, que tenham uma observação e uma orientação mais atenta para acompanhar pontualmente as situações que tornam a participação no fórum menos produtiva. Ainda, uma terceira via pode ser indicada, disponibilizar um tutorial de como trabalhar com cada ferramenta nova que surge nos PFC.

Quanto à questão do fórum, ainda, é razoável questionar como se constituiriam as orientações para o se alcançar o que se chamou de “boa” participação no Fórum. O que deveria ser feito para chegar num nível de interação, participação e aprendizagem consideradas como adequado e eficaz? Que caminhos teriam de ser perseguidos? O processo de mediação deverá ser ressignificado? A dialogicidade deve ser ainda mais focalizada? Questões como essas deverão nortear o refinamento do PFC.

Buscou-se, nessa seção, analisar as considerações que propuseram mudanças e que estão alinhadas com a proposta do PFC. Além disso, as discussões fomentaram reflexões importantes no campo do que aflige o cursistas tanto na questão temporal, quanto nas questões pedagógicas e estruturais.

Por fim, além das colocações ora recomendadas para ajustes no PFC, surge a ideia de se ter mais uma breve seção no PFC. Seria uma seção semiaberta, ou seja, que fosse possível - conforme a equipe de formadores fosse percebendo novas necessidades em uma atividade do PFC- a inserção esclarecimentos/orientações na atividade subsequente. Como títulos sugerem-se: Ampliando seu Repertório ou Ampliando os Horizontes (este título já é utilizado no departamento), Ponto a Ponto, Mais um Ponto, enfim, algum título que permita relacionar o tema com “aprofundamento” de algum assunto já discutido anteriormente, ou que precisa ser ainda melhor esclarecido.

Resta, ainda, uma última observação a fazer: todas as pontuações nesta seção relacionadas devem ser discutidas coletivamente com toda a comunidade envolvida no PFC: Gestão, Coordenação Pedagógica, Coordenação, Tutores, Cursistas etc. Entretanto, inicialmente, vislumbra-se que todas são possíveis de ser implementadas numa nova oferta do PFC ou em sua expansão no Centro Paula Souza ou em outra instituição pública.


Quadro 7 - A: Cronograma Geral de Ações do PAE




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   30   31   32   33   34   35   36   37   ...   46


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal