Viagens de Gulliver artigo



Baixar 99 Kb.
Página1/8
Encontro02.03.2019
Tamanho99 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8

Machado, M. N. da M. & Viana, E. A. de S. Um discurso da desigualdade social em Viagens de Gulliver, de Swift





Um Discurso da Desigualdade Social em Viagens de Gulliver, de Swift
A Social Inequality Discourse in Swift’s Gulliver’s Travels


Marília Novais da Mata Machado1




Eliete Augusta de Souza Viana2




Resumo
A análise do livro Viagens de Gulliver, de Jonathan Swift, é parte de uma pesquisa maior que tem como objetivo apreender o discurso da eqüidade e da desigualdade sociais (Deds) em obras que envolvem sociedades fictícias (utopias, lendas, poemas, romances e aventuras). Nessa pesquisa, buscam-se as significações imaginárias sociais de eqüidade e de desigualdade sociais, assim como as condições de produção das narrativas. As significações são retiradas do texto, depois de lido cuidadosamente e transformado em corpus empírico de análise; as condições de produção são buscadas em biografias do autor e informações sobre o contexto e a situação em que a obra foi escrita. Viagens de Gulliver foi publicado pela primeira vez em 1726 e até hoje constitui leitura para crianças e adultos. A análise aqui apresentada, que se refere apenas à segunda parte do livro, “Viagem a Brobdingnag”, revelou um discurso da desigualdade social que advoga os méritos da aristocracia.
Palavras-chave: discurso da eqüidade e da desigualdade sociais, imaginário social, análise do discurso, Swift, Viagens de Gulliver.


Catálogo: portal-repositorio -> File -> revistalapip
revistalapip -> Laboratório de psicologia da faculdade dom bosco e a psicologia da educaçÃo no brasil
revistalapip -> Mestrado em Psicologia Social
revistalapip -> Atendimento às pessoas em situação de violência: o lugar e as práticas do psicólogo em Programas da Região Metropolitana de Vitória/ES
revistalapip -> 1 introduçÃO
revistalapip -> A (re) construção do lugar do psicólogo na saúde pública
revistalapip -> A abordagem clínica no hospital é fundamental para nós psicólogos, ou seja, estarmos à escuta do desejo do sujeito adoentado é
revistalapip -> AdoçÃo de açÕes de reduçÃo de danos direcionadas aos usuários de drogas
revistalapip -> Jovem, escola e práticas psi: uma intervenção e algumas de suas ressonâncias
revistalapip -> Trajetórias de Desenvolvimento e Contextos de Subjetivação e Institucionalização de Adolescentes em Cumprimento de Medidas Soc
revistalapip -> Adolescências e identidades


Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8


©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
santa catarina
Prefeitura municipal
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
Processo seletivo
ensino fundamental
Conselho nacional
terapia intensiva
ensino médio
oficial prefeitura
Curriculum vitae
minas gerais
Boletim oficial
educaçÃo infantil
Concurso público
seletivo simplificado
saúde mental
Universidade estadual
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
saúde conselho
educaçÃo física
santa maria
Excelentíssimo senhor
assistência social
Conselho regional
Atividade estruturada
ciências humanas
políticas públicas
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
outras providências
recursos humanos
Dispõe sobre
secretaria municipal
psicologia programa
Conselho municipal
Colégio estadual
consentimento livre
Corte interamericana
Relatório técnico
público federal
Serviço público
língua portuguesa