Variáveis sócio-demográficas e psicosociais



Baixar 14,12 Kb.
Página1/4
Encontro29.11.2019
Tamanho14,12 Kb.
  1   2   3   4

Variáveis sócio-demográficas e psicosociais


Introdução
Na maioria das formas de estudos epidemiológicos, a população de interesse é descrita em termos de suas características sócio-demográfica (idade, gênero e raça); os dados são geralmente apresentados por diferentes idades ou sexos. Estas variáveis são usadas em análises como principal objetivo de interesse ou como controle na análise da relação entre outras variáveis.

As variáveis sócio-demográficas mais comuns são idade, gênero e classe social; sendo denominadas variáveis “folha de rosto”, por virem geralmente na frente dos questionários.

Um trabalho apresentado sem estas variáveis pode levar a conclusões errôneas, de que o fator apresentado é causa direta do efeito obtido. Apesar de serem associadas a vários aspectos de vida/saúde os investigadores não têm explicitado as razões dessa associação. Os dados são geralmente apresentados, separadamente, entre homens e mulheres, mas sem nenhuma discussão das diferenças (ou falta delas) entre os sexos, ou a razão das diferenças.


Idade

O significado e a importância de variáveis como idade e sexo na epidemiologia nutricional não é tão direto como pode parecer à primeira vista; a idade pode ser um indicador de um estágio biológico ou um processo histórico ou psico-social.

A importância social da idade cronológica pode variar de acordo com o tempo e o gênero; e a relação entre a idade cronológica, social ou psicológica também pode variar historicamente e culturalmente. Como exemplo uma mulher influente de 65 anos de idade na Flórida, EUA, seria considerada pelos outros e por ela mesma simplesmente de meia-idade; nos países do terceiro mundo provavelmente velha.
Gênero
O gênero pode ser analisado de acordo com aspectos biológicos (composição corporal), culturais e sociais (divisão de trabalho em várias culturas, que definem que mulheres têm maior responsabilidade com as tarefas domésticas), psicológicos (mulheres costumam ter mais baixa estima do que os homens) e comportamentais (diversões físicas escolhidas por homens e mulheres são diferentes). Estes aspectos podem variar histórica e culturalmente.

Assim, apesar de ser facilmente mensurável, tanto a idade quanto o gênero são de difícil conceituação quando se pretende traduzir sua relação quanto aos indicadores nutricionais e os resultados da saúde.







Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal