Universidade federal do ceará


Sujeitos que Participam do PAI



Baixar 1,04 Mb.
Página21/37
Encontro30.11.2019
Tamanho1,04 Mb.
1   ...   17   18   19   20   21   22   23   24   ...   37

6.2 Sujeitos que Participam do PAI


O presente tópico trata da análise dos dados empíricos colhidos com os questionários aplicados aos aposentados e pensionistas que corresponderam à amostra do estudo, ou seja, 90 sujeitos. O material abrange as informações que permitiram traçar o perfil dessas pessoas, tanto em relação aos dados socioeconômicos e demográficos, quanto ao modo como os sujeitos avaliam o PAI.

Os dados representados no Gráfico 1, mostram que 91,1% dos participantes são do sexo feminino e apenas 8,9% são do sexo masculino, o que, em essência confirma dados de outras pesquisas que indicam a presença sempre diminuta dos homens em serviços de saúde ou em programas semelhantes ao que estamos avaliando.



Cordeiro (2008) afirma que em grupos desse tipo, a presença de homens nunca ultrapassa a 10% do número de mulheres. A partir disso o autor infere que o grupo pode não atender as necessidades dos homens que se mantêm ativos e que diferentemente das mulheres transferem a sociabilidade desenvolvida antes de se aposentarem para o bar e as praças, enquanto outros mais sedentários se acomodam vendo televisão. As mulheres, por sua vez, anteriormente dedicadas ao ambiente doméstico trabalhando para a própria família ou para outras famílias, aderem melhor à proposta dos grupos.

Gráfico 1 - Aposentados segundo o gênero

Fonte: Pesquisa de campo (questionário)

Alguns autores tentam explicar a maior participação da mulher em programas e projetos destinados a aposentados e idosos, pelo fato de, na sociedade capitalista, o homem, como provedor, dedicar-se essencialmente ao trabalho, fazendo com que suas amizades ao longo da vida estejam ligadas ao mundo do trabalho. Já a mulher, mesmo desenvolvendo atividades profissionais, dedica-se à casa e a uma vida mais social que o homem, com atividades menos vinculadas ao ambiente de trabalho.

Segundo nossa experiência de acompanhamento de mulheres aposentadas e viúvas, temos observado que nessa etapa da vida, frequentemente elas se sentem liberadas das obrigações com os filhos e o marido, sendo estes outros prováveis motivos para que se vinculem mais do que os homens aos grupos de convivência, nos quais interagem, passeiam, ensinam e aprendem outras habilidades.

De acordo com Pacheco (2005), depois da aposentadoria, as mulheres se voltam ao trabalho doméstico quase sempre por inteiro, desenvolvendo-o, pois no espaço doméstico nunca se esgotam as possibilidades de atenção permanente delas. Isso explicaria porque a utilização do tempo útil na aposentadoria costuma ser menos difícil para elas do que para os homens. Tal explicação é partilhada por Rodrigues (2001).

Fenalti (2001) realizou uma pesquisa sobre os motivos da baixa participação dos homens no “Projeto da Maior Idade”, organizado pela Prefeitura Municipal de Santa Bárbara d’Oeste, e constataram que 6% deles participariam do projeto, caso a esposa os acompanhassem e observa.

Outra pesquisa realizada em 2003, sobre a participação de pessoas idosas em Universidades Abertas à Terceira Idade, mostrou que acompanhar a esposa a tais atividades funciona como fator motivador da participação masculina, sendo que as mulheres não precisam desse tipo de motivação. Esta constatação seria um dos fatores que explicam a maior participação das mulheres em programas e projetos similares (FENALTI; SCHWARTZ, 2003).



Em relação à idade dos aposentados e pensionistas que responderam os questionários, os resultados estão distribuídos a seguir no gráfico 2 e no quadro 1.

Gráfico 2 – Idade dos aposentados



Fonte: Pesquisa de campo (questionário)
Quadro 1 - Idade mínima, máxima e média dos aposentados e pensionistas




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   17   18   19   20   21   22   23   24   ...   37


©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
santa catarina
Prefeitura municipal
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
Processo seletivo
ensino fundamental
Conselho nacional
terapia intensiva
ensino médio
oficial prefeitura
Curriculum vitae
minas gerais
Boletim oficial
educaçÃo infantil
Concurso público
seletivo simplificado
saúde mental
Universidade estadual
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
saúde conselho
educaçÃo física
santa maria
Excelentíssimo senhor
assistência social
Conselho regional
Atividade estruturada
ciências humanas
políticas públicas
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
outras providências
recursos humanos
Dispõe sobre
secretaria municipal
psicologia programa
Conselho municipal
Colégio estadual
consentimento livre
Corte interamericana
Relatório técnico
público federal
Serviço público
língua portuguesa