Universidade estadual de londrina



Baixar 34,5 Kb.
Encontro27.05.2018
Tamanho34,5 Kb.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA

CENTRO DE LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS

PROGRAMA DE MESTRADO EM HISTÓRIA SOCIAL




Disciplina: Produção do Conhecimento e Ensino de História

Carga Horária: 60 horas

Créditos: 4

Linha de Pesquisa: História e Ensino

Docente: Profa. Dra. Maria de Fátima da Cunha

Ano Letivo: 2009

Ementa: Investigação dos lugares de produção do conhecimento histórico: universidade, educação básica, educação informal e mídias.

Objetivos: Investigar as discussões e temáticas suscitadas a partir das discussões sobre a produção do conhecimento histórico nas duas últimas décadas do século XX e início do século XXI, tais como: a universidade e a escola como lugares de produção do conhecimento, a mediação do professor e dos currículos na produção do conhecimento histórico, o aluno e o conhecimento histórico.

Programação:
MARÇO: A Década de 1980: os primeiros debates
Dia 13: Apresentação do Programa

Dia 20: ABUD, Kátia M. “Conhecimento Histórico e Ensino de História: a produção de conhecimento histórico escolar” In: SCHMIDT, Maria Auxiliadora e CAINELLI, Marlene R. (orgs.). III Encontro Perspectivas do Ensino de História. Curitiba: Aos Quatro Ventos, 1999.

SIMAN, Lana Mara de Castro. “O Papel dos mediadores culturais e da ação mediadora do professor no processo de construção do conhecimento histórico pelos alunos” In: ZARTH, Paulo A . e outros (orgs.). Ensino de História e Educação. Ijuí: Ed. UNIJUÍ: 2004.

CAINELLI, Marlene. “Educação Histórica: perspectivas de aprendizagem da história no ensino fundamental” In: Educar em Revista. Curitiba: Ed. UFPR, 2006 (Dossiê Educação Histórica).


Dia 27: Transferência de Atividades


ABRIL: Década de 1990: definindo especificidades
Dia 3:

SILVA, Marcos A . Repensando a História. São Paulo: ANPUH/Marco Zero, 1984.

FENELON, Déa. “A formação do profissional de história e a realidade de ensino” In: Cadernos CEDES, no. 8, São Paulo: Cortez/CEDES, 1987

_______________ - “A questão de Estudos Sociais” In: Cadernos CEDES, no. 10, Campinas: Papirus, 1984



Dia 17:

SILVA, Tomaz Tadeu da. O Currículo Como Fetiche. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.

GOODSON, Ivor. F. Currículo: Teoria e História. Petrópolis: Vozes, 2005 (Tradução de Atílio Brunetta)


Dia 24:

SCHMIDT, Maria Auxiliadora e GARCIA, Tânia Braga. “Pesquisa e Educação Histórica: algumas experiências” In: Educar em Revista, Curitiba: Ed. UFPR, 2006 (Dossiê Educação Histórica).

CHEVALLARD, Yves. La Transposición didáctica. Del saber Sabio al saber Enseñado. Buenos Aires: AIQUE, s/d.

MAIO: Início do Século XXI: o aluno e o conhecimento histórico
Dia 8:

LEE, P. “Progressão da compreensão dos alunos em História’ In: BARCA, Isabel (org.). Perspectivas em Educação Histórica. Centro de Estudos em Educação e Psicologia, Universidade do Minho: 2001.

BARCA, Isabel. “Concepções de adolescentes sobre múltiplas explicações em História” In: BARCA, Isabel (org.). Perspectivas em Educação Histórica. Centro de Estudos em Educação e Psicologia, Universidade do Minho: 2001.

MELO, Maria do Céu de. “O conhecimento tácito substantivo dos alunos: no rasto da escravatura” In: BARCA, Isabel (org.). Perspectivas em Educação Histórica. Centro de Estudos em Educação e Psicologia, Universidade do Minho: 2001.



Dia 15:

BALDISSERA, José A. O Ensino e a Aprendizagem em História e os mapas conceituais. Porto alegre: PUC, 1996 (Tese de Dout. Mimeo.). (palestra com a professora Regina Célia Alegro, a confirmar).



Dia 22:

LEE, P. “Em Direção a um conceito de literacia histórica” In: Educar em Revista, Curitiba: Ed. UFPR, 2006 (Dossiê Educação Histórica).

ASHBY, R. “Desenvolvendo um conceito de evidência histórica as idéias dos estudantes sobre testar afirmações factuais singulares” In: Educar em Revista, Curitiba: Ed. UFPR, 2006 (Dossiê Educação Histórica).

COOPER, H. “Aprendendo e ensinando sobre o passado a crianças de três a oito anos” In: Educar em Revista, Curitiba: Ed. UFPR, 2006 (Dossiê Educação Histórica).



Dia 29:

RÜSEN, J. “Didática da História: passado, presente e perspectivas a partir do caso alemão”. In: Práxis Educativa. Ponta Grossa, PR. V. 1. n.2, p. 7-16, jul/dez – 2006. (trad. de Marcos Roberto Kusnick).

RÜSEN, J. “El Desarollo de la competencia narrativa en el aprendizage historico. Una hipotesis ontogenética relativa a la conciencia moral” In: Propuesta Educativa, no. 7, Buenos Aires: FLACSO, 1992.

JUNHO:

Dia 05:

ZAMBONI, Ernesta (org). Digressões sobre o ensino de história: memória, história oral e razão histórica. Itajaí: Ed. Maria do Cais, 2007.


Dia 19:

MOREIRA, Marco Antonio. Teoria da Aprendizagem Significativa Crítica.Brasília: Ed. UNB, 2006.



Dia 26:

Discussão dos Projetos de Pesquisa dos alunos, a partir dos textos discutidos.




Dia 07 de Julho: encerramento do curso (manhã e tarde).

OBS:

Novos textos podem ser indicados no decorrer do curso.



Londrina, 13 de março de 2009.

Maria de Fátima da Cunha


Compartilhe com seus amigos:


©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
santa catarina
Prefeitura municipal
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
Processo seletivo
ensino fundamental
Conselho nacional
terapia intensiva
ensino médio
oficial prefeitura
Curriculum vitae
minas gerais
Boletim oficial
educaçÃo infantil
Concurso público
seletivo simplificado
saúde mental
Universidade estadual
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
saúde conselho
educaçÃo física
santa maria
Excelentíssimo senhor
assistência social
Conselho regional
Atividade estruturada
ciências humanas
políticas públicas
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
outras providências
recursos humanos
Dispõe sobre
secretaria municipal
psicologia programa
Conselho municipal
Colégio estadual
consentimento livre
Corte interamericana
Relatório técnico
público federal
Serviço público
língua portuguesa