Unifae – centro universitário franciscano do paraná



Baixar 386,23 Kb.
Página28/50
Encontro02.03.2019
Tamanho386,23 Kb.
1   ...   24   25   26   27   28   29   30   31   ...   50
3.3.1 Estrutura das Aziendas.

A composição da azienda é de elementos distintos, indicamos a ela como se fosse algo isolado, mas apenas como representação, pois em torno dela gira muito mais coisas e seres.

Lopes de Sá (2006, p.145) expõe quais são os elementos fundamentais estruturais na aziendas e explica sobre o homem e a riqueza em relação à azienda:


  • Elementos humanos ou pessoas;

  • patrimônio ou riqueza.

Eles desdobram-se em outros, cada qual com suas características e com devida atenção, pelo fato da complexa vida aziendal.


O homem, na azienda, tem um comportamento específico, uma atuação condicionada à sua participação na célula social, agindo como um autêntico “homo aziendalis”, como o denominou Nepomuceno.

Tal maneira peculiar de agir inspira um objeto particular de estudos e também uma ótica distinta de observar o comportamento, justificando o estudo da Administração como ciência.

Da mesma forma, a riqueza, no contexto da azienda, seria uma “res aziendalis”, de comportamento próprio, com autonomia de objeto e de aspecto também próprio de observação, justificando, assim, uma ciência do patrimônio, ou seja, a ciência da Contabilidade.

Homo aziendalis, Res aziendalis são expressões fiéis do latim que expressam corretamente essa característica de vinculação, em que os comportamentos específicos de homem e riqueza, em face da unidade social, operam-se dentro de um grande contexto.

O modo como as organizações contemporâneas têm respondido às demandas do ambiente social e, especificamente, dos mercados, no que diz respeito ao seu padrão de comportamento social, tem sido marcado, de certa maneira, pela crescente preocupação com questões como a segurança das operações industriais, sobretudo em seus aspectos ambientais e das condições de trabalho; e pela adoção de princípios éticos na gestão, da qual decorrem uma certa revalorização do indivíduo no ambiente de trabalho.

Em meio à era da informação, parece ser imperativa a constituição, de um padrão moderno de comunicação social, entendido como a estreita articulação da ação com o discurso empresarial, em busca de um patrimônio de caráter constituído pela imagem, reputação, credibilidade, legitimidade e aceitação das organizações no ambiente social.






Compartilhe com seus amigos:
1   ...   24   25   26   27   28   29   30   31   ...   50


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal