Unifae – centro universitário franciscano do paraná



Baixar 386,23 Kb.
Página11/50
Encontro02.03.2019
Tamanho386,23 Kb.
1   ...   7   8   9   10   11   12   13   14   ...   50
Contabilidade.

A contabilidade é a ciência que tem por objetivo o estudo do patrimônio, seja ele empresarial ou doméstico.

Conforme Calderelli (1997, p.170):


Contabilidade é o conjunto das leis, normas e princípios com a finalidade de estudar e registrar todos os atos e fatos ligados a uma empresa administrativa.

A sua origem perde-se no tempo; segundo alguns apaixonados das pesquisas, data ela desde o homem primitivo, com a verificação feita em placas, tábuas, etc., encontradas em escavações arqueológicas.

Pelos achados, nota-se que a contabilidade, consistia em simples anotações, a fim de evitar lapsos de memória, haja vista os textos egípcios, babilônicos, fenícios, gregos e romanos encontrados.

Os povos antigos usavam como contas, singelas figuras gravadas, representando os objetos, sendo os valores dados por uma série de repetições das mesmas.

Com a evolução surgiu o papiro, que se prestava para anotações mais detalhadas, porém, sempre de um modo primitivo e empírico.

Inicialmente a contabilidade se baseava em cálculos matemáticos; isto provaram as várias tabuletas babilônicas, existentes ainda em um museu da Alemanha.

Com o desenvolvimento dos povos e ampliação da área de trocas (comércio), surgiu a contabilidade com prenúncios científicos, ascendendo até nossos dias, já como ciência pura.

As principais correntes que deram impulso à contabilidade no século XIX, tiveram como autores:



  • Francisco Villa – Lombardia

  • Giusepe Cerboni - Toscana

  • Francesci Marchi – Toscana

  • Giacomo Rossi – Toscana

  • Fábio Besta – Veneza.

A contabilidade no campo aplicado, classifica-se de acordo com a natureza:

a) Mercantil

b) Industrial

c) Bancária

d) Seguros

e) Agrícola ou Pastoril

f) Transporte

g) Pública

h) Imobiliária.
Para Ribeiro (2002, p.35) “Contabilidade é a ciência que estuda e pratica as funções de orientação, de controle e de registro relativas à administração econômica”.

Ainda por Ribeiro (2002, p.35) “Contabilidade é a ciência que permite, através de suas técnicas, manter o controle permanente do Patrimônio da empresa”.

Marion (2004, p.26) enfatiza que a contabilidade é um importante instrumento na tomada de decisões relatando:
A contabilidade é o instrumento que fornece o máximo de informações úteis para a tomada de decisões dentro e fora da empresa. Ela é muito antiga e sempre existiu para auxiliar as pessoas a tomarem decisões. Com o passar do tempo, o governo começa a utilizar-se dela para arrecadar impostos e a torna obrigatória para a maioria das empresas.

Ressaltamos, entretanto, que a Contabilidade não deve ser feita visando basicamente atender às exigências do governo, mas, o que é muito mais importante, auxiliar as pessoas a tomarem decisões.

Todas as movimentações possíveis de mensuração monetária são registradas pela contabilidade, que, em seguida, resume os dados registrados em forma de relatórios e os entrega aos interessados em conhecer a situação da empresa. Esses interessados, através dos relatórios contábeis, recordam os fatos acontecidos, analisam os resultados obtidos, as causas que levaram àqueles resultados e tomam decisões em relação ao futuro.
E ainda por Marion (2003, p.25):
A contabilidade é o grande instrumento que auxilia a administração a tomar decisões. Na verdade, ela coleta todos os dados econômicos, mensurando-os monetariamente, registrando-os e sumarizando-os em forma de relatórios ou de comunicados, que contribuem sobremaneira para a tomada de decisões.

A Contabilidade é a linguagem dos negócios. Mede os resultados das empresas, avalia o desempenho dos negócios, dando diretrizes para tomadas de decisões.

A Contabilidade é uma ciência social, pois estuda o comportamento das riquezas que se integram no patrimônio, em face das ações humanas (portanto, a Contabilidade ocupa-se de fatos humanos).

Ainda que a Contabilidade se utilize de métodos quantitativos, não poderemos confundi-la com as ciências matemáticas (ou exatas), que têm por objeto as quantidades consideradas abstratas que independem das ações humanas. Na Contabilidade, as quantidades são simples medidas dos fatos que ocorreram em razão da ação do homem.


Iuldícibus, Martins e Gelbcke (2003, p.48) demonstram como a contabilidade pode atender a várias áreas relatando:
A contabilidade é, objetivamente, um sistema de informação e avaliação destinado prover seus usuários com demonstrações e análises de natureza econômica, financeiras, física e de produtividade com relação à entidade objeto de contabilização.

O objetivo principal da contabilidade, portanto, é o de permitir, a cada grupo principal de usuários, a avaliação da situação econômica e financeira da entidade, num sentido estático, bem como fazer inferências sobre suas tendências futuras.


A principal função da contabilidade é auxiliar gestores e empresários nas tomadas de decisões, atualmente muitas empresas distorcem esta visão fazendo com que a Contabilidade seja única e exclusivamente uma ferramenta destinada à fiscalização para cumprir as obrigações junto ao governo.

1   ...   7   8   9   10   11   12   13   14   ...   50


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal