Ucg – Departame de Filsofia eTeologia



Baixar 80,98 Kb.
Página1/13
Encontro02.03.2019
Tamanho80,98 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   13

UCG – Departame de Filsofia eTeologia

Professor João Oliveira Souza (João índio)



  • Teologia (do grego θεóς = theos = "Deus" + λóγος, logos = "palavra", por extensão, "estudo"), no sentido literal, é o estudo sobre Deus. Como toda ciência, tem um objeto de estudo: Deus. Como não é possível estudar diretamente um objeto que não vemos e não tocamos, estuda-se Deus a partir da sua revelação, ou, em termos seculares, conforme suas representações nas variadas culturas.

  • Evolução do termo: No cristianismo, isso se dá a partir da revelação de Deus na Bíblia. O teólogo suíço Karl Barth definiu a Teologia como um "falar a partir de Deus". O termo Teologia foi usado pela primeira vez por Platão, no diálogo A República, para referir-se à compreensão da natureza divina de forma racional, em oposição à compreensão literária própria da poesia, tal como era conduzida pelos seus conterrâneos.

  • Mais tarde, Aristóteles empregou o termo em numerosas ocasiões, com dois significados: - Teologia como o ramo fundamental da ciência filosófica, também chamada filosofia primeira ou ciência dos primeiros princípios, mais tarde chamada de Metafísica por seus seguidores;

- Teologia como denominação do pensamento mitológico imediadamente anterior à Filosofia, com uma conotação pejorativa, e sobretudo utilizado para referir-se aos pensadores antigos não-filósofos (como Hesíodo e Ferécides de Siro).

  • Santo Agostinho tomou o conceito Teologia Natural como única teologia verdadeira dentre as três apresentadas pelo filosofo M. Terêncio Varrão: a mítica, a política e a natural. Acima desta, situou a Teologia Sobrenatural (theologia supernaturalis), baseada nos dados da revelação e, portanto, considerada superior. A Teologia Sobrenatural, situada fora do campo de ação da Filosofia, não estava subordinada, mas sim acima da filosofia, que ajudaria as outras correntes teológicas e filosofica a compreender sobre Deus.

  • Teodicéia, termo empregado atualmente como sinônimo de Teologia Natural, foi criado no século XVIII por Leibniz (1646-1716) filósofo alemão, como título de uma de suas obras (chamada Ensaio de Teodicéia. Sobre a bondade de Deus, a liberdade do ser humano e a origem do mal), embora Leibniz utilize tal termo para referir-se a qualquer investigação cujo fim seja explicar a existência do mal e justificar a bondade de Deus.

  • Na tradição cristã (de matriz agostiniana), a Teologia é organizada segundo os dados da revelação e da experiência humana. Esses dados são organizados no que se conhece como Teologia Sistemática ou Teologia Dogmática.

A Teologia é fortemente influenciada pelas mais diversas religiões e, portanto, existe a Teologia Budista, a Teologia Islâmica, a Teologia Católica, a Teologia Mórmon, a Teologia Evangélica ou Pentescostal, a Teologia Hindu e outras.

Teologia e religão não são identicas, mas se relacionam entre si. Se a teologia é a teoria a religião é a prática. Uma deve ser o complemento da outra. O conhecimento teológico deve fortalecer a fé e a prática religiosa. Por exemplo, os Mórmons apontam que a TEO compreende o plano do evangelho de Jesus Cristo em sua totalidade. Como ciência, compreende o conhecimento classificado e comparado que se refere à relação entre Deus e o ser humano, principalmente ao que se refere à inteligência (intelecto) humano. A TEO como religião inclui a aplicação do conhecimento ou a fé humana, ao longo da vida da pessoa.



  • OUTRAS FORMAS DE TEOLOGIA (pesquisa feita na Wikipédia)




  1. Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   13


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal