U niversidade Federal do Rio Grande do Norte Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Departamento de Psicologia



Baixar 176.81 Kb.
Página1/4
Encontro28.02.2019
Tamanho176.81 Kb.
  1   2   3   4


U niversidade Federal do Rio Grande do Norte

Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes

Departamento de Psicologia


Relatório de Ações 2010


Ação / Evento

Objetivo Especifico

Pessoal envolvido

Grau de inserção /

Denominação

Período




(Professor, Estudante, Técnico)

impacto na comunidade

01. Projeto de Extensão:

  • EMPODERAMENTO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL DE USUÁRIOS, FAMILIARES E AMIGOS DA SAÚDE MENTAL NO MUNICÍPIO DE NATAL-RN

DEZ/2010

Esse curso objetiva formar operadores de processos de inclusão e participação social no município de Natal, especificamente no campo da saúde mental.

MAGDA DIMENSTEIN
ANA KARENINA DE MELO ARRAES AMORIM
JADER FERREIRA LEITE

Este curso gerou um projeto intitulado OFICINAS DE SAÚDE MENTAL E CULTURA: REINVENTANDO A VIDA NA CIDADE DE NATAL

Que foi aprovado na II Chamada de Seleção de Projetos de Arte, Cultura e Renda na Rede de Saúde Mental: Expansão e consolidação da rede Brasileira de Saúde Mental e Economia Solidária Ministério da Saúde



  • Atendimento psicanalítico a pacientes do Setor de Dermatologia do HUOL

20/04/2009 a 20/04/2010

Que o tratamento psicanalítico sirva como auxiliar ao tratamento médico. - Que os sujeitos possam elaborar fatores relacionados às suas angustias, ansiedades e outros afetos em causa nos sintomas da pele. - Que os sujeitos possam elaborar dificuldades decorrentes do fato de apresentarem afecções na pele.

Jaira de Araujo Nunes Coordenadora
Alcilea Dantas de Medeiros

Colaboradora



Auxílio na cura de dermatoses

  • Atendimento psicanalítico a adultos

10/02/2010 a 20/12/2010

Atender pessoas, que cheguem ao SEPA, demandando tratamento psicoterápico.

Jaira de Araujo Nunes




  • Trekking como Estratégia de Qualidade de Vida: Um Direito à Inclusão Social de Deficientes Visuais

01/01/2010 a 31/12/2010

Desenvolver uma avaliação física e psicológica dos deficientes visuais do IERC;

Integrar alunos da UFRN às atividades educacionais do IERC;

Aprofundar os conhecimentos dos participantes em psicologia do esporte, educação física, comunicação e cidadania, direcionado especificamente aos deficientes visuais;

Planejar estrategicamente um programa de trekking adaptado aos deficientes visuais;

Realizar o programa de trekking para deficientes visuais;

Produzir material de vídeo e áudio sobre trekking para deficientes visuais;

Propor novas ações educativas de trabalho com deficientes visuais.


DJAKSON DA ROCHA BEZERRA (DEPSI)

PITAGORAS JOSE BINDE (DEPSI)

JOAO CARLOS ALCHIERI (DEPSI)

KATIE MORAES DE ALMONDES (DEPSI)

ANA CLAUDIA ALVES DE S. SANTOS (IERC/RN)

Alunos do IERC/RN

95 Discentes da UFRN


Através desse projeto integrado almejou-se atingir um número aproximado de 30 (trinta) pessoas com deficiência, bem como 30 (trinta) alunos, totalizando 60 (sessenta) pessoas diretamente envolvidas. Porém, conseguimos envolver cerca de 120 pessoas.

Assim, se fomentou a demanda pelo tema na UFRN, bem como o planejamento e desenvolvimento de um programa de trekking adaptado aos deficientes visuais, como estratégia de melhoria de qualidade de vida destes cidadãos. Igualmente, foram feitas divulgações nos meios de comunicação (sites, blogs etc.), embasados em imagens produzidas pelos próprios deficientes visuais durante a realização do trekking. Tais imagens foram editadas por estudantes do curso de comunicação da UFRN, seguindo um roteiro construído conjuntamente com todos os participantes.



  • Avaliação e Manejo de Distúrbios de Sono na Psicologia do Sono

25/05/2010 a 16/06/2010

Os distúrbios de sono se tornaram um problema de saúde, pois atingem, em suas mais variadas formas, alarmantemente todas as fases de desenvolvimento, trazendo repercussões biopsicossociais. A insônia enquanto sintoma isolado ou sintoma componente de uma doença é uma das queixas de sono mais prevalentes: varia de 30 a 50% na população geral e apresenta forma crônica em 10% dos casos. Grande parte desses números são explicados pela não procura de tratamento nos serviços de saúde (por desconhecimento de que é um distúrbio de sono e que traz repercussão ou não valorização da queixa) por parte destes pacientes nos serviços de saúde, dificuldades no diagnóstico diferencial, dificuldades na orientação terapêutica. Dessa forma, estes pacientes podem não ter a oportunidade de receber tratamento adequado, o que possibilitaria o aumento de complicações e/ou das co-morbidades relacionadas à insônia. Os tratamentos cognitivos comportamentais têm se mostrado mais eficazes tanto em relação ao baixo risco de efeito colateral quanto de melhora a longo prazo. Nesse sentido, que o objetivo deste curso, além de ser o de introduzir conhecimentos da psicologia do sono, é capacitar os alunos de psicologia para realizar um bom diagnóstico diferencial, iniciar e realizar tratamento cognitivo comportamental para insônia

KATIE MORAES DE ALMONDES (DEPSI)

9 discentes da UFRN




Este curso surgiu da necessidade de qualificar para atendimento, alunas que estão envolvidas na pesquisa/extensão DE OLHOS BEM ABERTOS A SONOLENTOS E ATRASADOS: PROJETO DE ASSISTÊNCIA A INSÔNIA EM ADULTOS. Esse projeto prevê atendimentos individuais e grupais a pessoas diagnosticadas com insônia. Nesse sentido, as alunas estão qualificadas para triagem e diagnóstico. A proposta foi também qualificar para o atendimento individual e em grupo. As discussões teóricas e as simulações ajudaram a atingir o objetivo proposto. Havia no grupo pessoas com insônia, o que possibilitou que parte das discentes fossem as terapeutas e outra parte simulasse pacientes. Cabe ressaltar que este curso foi um curso básico e que, apesar dos resultados alcançados, foi um curso iniciante nesta modalidade., o que implica que as discentes estão em atendimento sob supervisão da coordenadora e proponente deste curso, e por vezes, com minha participação. As alunas avaliaram muito bem, relatando mais segurança e motivação para o início do atendimento. Esse espaço oportunizou o conhecimento de que um tema tradicionalmente vinculado à área da medicina do sono seja reconhecido como um tema de discussão mais abrangente e interdisciplinar, e que interessa aos psicólogos, pois o tratamento reconhecido internacionalmente como padrão ouro para resultados de longa duração é o tratamento cognitivo-comportamental.

  • DE OLHOS BEM ABERTOS A SONOLENTOS E ATRASADOS: PROJETO DE ASSISTÊNCIA A INSÔNIA EM ADULTOS

03/11/2009 a 03/11/2010

Proposta de atendimento individualizado e em grupo voltado para os adultos para tratamento de insônia dentro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. As atividades se desenvolvem na Clínica Escola do Departamento de Psicologia da UFRN – SEPA.

KATIE MORAES DE ALMONDES (DEPSI)
2 discentes do Departamento de Psicologia

Em face dos números alarmantes e em contínuo crescimento de diagnóstico de disturbios de sono, além das repercussões biopsicossociais acarretadas por estes distúrbios, faz-se necessário refletir sobre práticas que favoreçam uma melhor qualidade de vida para estas pessoas;

De relevância social, pois abarca as alterações ocasionadas pelos distúrbios de sono, com intuito de minimizá-las.



  • Estresse Pós-traumático em acidentes críticos e intervenção psicológica

30/10/2010 a 30/10/2010

A proposta desta oficina tem como objetivo apresentar o trabalho desenvolvido pelo americano Dr Randy Brooks, uma sumidade em trabalhos com suporte para crises em acidentes críticos, com 25 anos de experiência clínica, trabalhando em San Diego, Arizona, Filadélfia, Quebec, Vancouver, New York, Montreal, Africa do Sul. Com este objetivo, Dr Randy propõe discutir a técnica do EMDR que significa Eye Movement Desensitization and Reprocessing, uma forma de terapia criada por Francine Shapiro, psicóloga norte-americana, além de fazer uma demonstração. Esse tratamento ficou conhecido na abordagem do Transtorno de Estresse Pós-Traumático, pois há muitos estudos controlados sobre sua eficácia, levando a 77 a 90% de pessoas com experiência traumática à remissão dos sintomas em até três sessões. O trabalho consiste numa estimulação que induziria atividade sincrônica neuronal entre os dois hemisférios cerebrais contribuindo para a reintegração dos aspectos dissociados da memória e restabelecendo a sincronia funcional entre esses dois hemisférios comprometida pelo processo traumático. Haveria também a integração entre as representações cognitivas, o que levaria ao paciente colocar sua experiência em perspectivas mais racionais, diminuindo o impacto emocional.


KATIE MORAES DE ALMONDES












ILANA LEMOS DE PAIVA
















Esse tratamento ficou conhecido na abordagem do Transtorno de Estresse Pós-Traumático, pois há muitos estudos controlados sobre sua eficácia, levando a 77 a 90% de pessoas com experiência traumática à remissão dos sintomas em até três sessões

  • Trekking como Estratégia de Qualidade de Vida: Um Direito à Inclusão Social de Deficientes Visuais

01/01/2010 a 31/12/2010

Desenvolver uma avaliação física e psicológica dos deficientes visuais do IERC;

Integrar alunos da UFRN às atividades educacionais do IERC;

Aprofundar os conhecimentos dos participantes em psicologia do esporte, educação física, comunicação e cidadania, direcionado especificamente aos deficientes visuais;

Planejar estrategicamente um programa de trekking adaptado aos deficientes visuais;

Realizar o programa de trekking para deficientes visuais;

Produzir material de vídeo e áudio sobre trekking para deficientes visuais;

Propor novas ações educativas de trabalho com deficientes visuais.


DJAKSON DA ROCHA BEZERRA (DEPSI)

PITAGORAS JOSE BINDE (DEPSI)

JOAO CARLOS ALCHIERI (DEPSI)

KATIE MORAES DE ALMONDES (DEPSI)

ANA CLAUDIA ALVES DE S. SANTOS (IERC/RN)

Alunos do IERC/RN

95 Discentes da UFRN


Através desse projeto integrado almejou-se atingir um número aproximado de 30 (trinta) pessoas com deficiência, bem como 30 (trinta) alunos, totalizando 60 (sessenta) pessoas diretamente envolvidas. Porém, conseguimos envolver cerca de 120 pessoas.

Assim, se fomentou a demanda pelo tema na UFRN, bem como o planejamento e desenvolvimento de um programa de trekking adaptado aos deficientes visuais, como estratégia de melhoria de qualidade de vida destes cidadãos. Igualmente, foram feitas divulgações nos meios de comunicação (sites, blogs etc.), embasados em imagens produzidas pelos próprios deficientes visuais durante a realização do trekking. Tais imagens foram editadas por estudantes do curso de comunicação da UFRN, seguindo um roteiro construído conjuntamente com todos os participantes.



  • Avaliação e Intervenção Infantil na abordagem Cognitivo-Comportamental

01/01/2010 a 31/12/2010

Esse trabalho se propõe a detectar e prevenir de maneira precoce as dificuldades características dos transtornos psicopatológicos infanto-juvenis, antes que estes se tornem crônicos e evoluam a transtornos mais graves em etapas posteriores do desenvolvimento.

NEUCIANE GOMES DA SILVA

IGOR VIEIRA CHACON

CLARICE DA PAZ BEZERRA

ALÉCIA NADJA DE MESQUITA BRITO

JÉSSICA WINNE RODRIGUES DE FREITAS

SAMARA FREIRE BARBOSA

KARLA CHRISTINA SILVA DAMASCENO FERREIRA

ALLANA BERNARDO DANTAS DE ARAÚJO

THAYANA ROBERTA DA SILVA COSTA

REGINA DAVID CARRILLO COSTA

VÍTOR TEIXEIRA DE QUEIROZ

FERNANDA CAVALCANTI DE MEDEIROS

ARIELA MOREIRA DOS SANTOS

LILIAN MARIA RODRIGUES DA SILVA

LUILIA SUELLY CRUZ MENEZES

MAYARA WENICE ALVES DE MEDEIROS

POLLYANNA FERREIRA SANTANA

NEUZA CRISTINA DOS SANTOS PEREZ



O impacto é alto pois trata-se de um trabalho de prevenção e tratamento de transtornos psicopatológicos em crianças e adolescentes.

  • Avaliação e intervenção psicoterápica cognitivo-comportamental em adolescentes e adultos com transtorno de ansiedade social.

01/01/2010 a 31/12/2010

O objetivo principal é de atender parte da população que procura os serviços do SEPA, colaborando no sentido de diminuir a demanda não atendida e procurar promover melhoria da qualidade de vida das pessoas atendidas nos grupos.

NEUZA CRISTINA DOS SANTOS PEREZ

DANIELLE FERREIRA GARCIA

DEBORA SILVA DE OLIVEIRA

DIEGO SILVEIRA SOUSA

NEUCIANE GOMES DA SILVA

DENISE PEREIRA DO REGO

MAYARA WENICE ALVES DE MEDEIROS

LUILIA SUELLY CRUZ MENEZES 0

RODRIGO DA SILVA MAIA

ANA RAFAELA DE MACÊDO MAGALHÃES

NATHALIA LUCENA DINIZ

DIEGO MACEDO GONCALVES



O impacto é alto pois trata-se de diagnóstico e tratamento de um transtorno que dependendo se seu grau de intensidade dificulta atividades diárias, como por exemplo falar em público.

  • Avaliação e intervenção psicoterápica cognitivo-comportamental em adolescentes e adultos com transtorno do pânico.

01/01/2010 a 31/12/2010

Pretende-se com o atendimento em grupo acolher parte da população qu procura o Serviço de Psicologia Aplicada identificada como portadora dessa síndrome..

NEUCIANE GOMES DA SILVA

NATHALIA LUCENA DINIZ

NEUZA CRISTINA DOS SANTOS PEREZ

DENISE PEREIRA DO REGO

JOSÉ ADRIANO GONÇALVES SARMENTO

THAIANI GODOY GOMES

MARIA ALIETE NASCIMENTO PAIVA

ZWINGLIO CHRISTOPHER TAVARES DE OLIVEIRA /

DEBORAH RODRIGUES CAVALCANTE


O impacto é alto pois trata-se de diagnóstico e tratamento de um transtorno que dependendo se seu grau de intensidade dificulta atividades diárias, como por exemplo, sair de casa, pegar ônibus..

  • EDITORA DA UFRN - EDUFRN

04/09 A 03/11

  • Apoiar o desenvolvimento do programa de expansão e melhoria das atividades de ensino, pesquisa e extensão, previsto no Plano de Gestão 2007/2011;

  • Contribuir com o projeto de inserção da UFRN na sociedade norte-rio-grandense, como proposto no Plano de Gestão 2007/2011;

  • Garantir a implementação e efetividade da Política Editorial;

  • Divulgar a produção acadêmica dos docentes e discentes da UFRN junto à comunidade local e nacional;

  • Editar os periódicos organizados pelas unidades acadêmicas ou programas de pós-graduação da UFRN;

  • Imprimir folders, cartazes e similares demandados pelas diversas unidades acadêmicas e pela administração da UFRN;

  • Estabelecer parcerias editoriais, com outras editoras públicas e privadas, com vistas à edição da produção dos docentes e discentes da UFRN;

  • Efetuar as negociações necessárias com entidades empresariais, comerciais e industriais, com vistas a criar condições para a edição das obras e para o atendimento dos serviços demandados por docentes, discentes, unidades acadêmicas e órgãos da administração da UFRN;

  • Efetuar os registros e os depósitos legais da sua produção de livros e de periódicos.




. Herculano Ricardo Campos (PROF.)

. Adilson Nunes de Carvalho (TÉC.)

. Alessandro Muniz Fontenelle (TÉC.)

. Alva Medeiros da Costa (TEC.)

. Edson Nascimento de Lima (TEC.)

. Erinaldo Silva de Souza (TÉC.)

. Francisco Guilherme de Santana (TÉC.)

. Francisco Jorge de Medeiros (TÉC.)

. Francisco Wildson Confessor (TÉC.)

. Helton Rubiano de Macedo (TÉC.)

. Marcos Antônio Grilo (TÉC.)
. Olavo Alves de Oliveira (TÉC.)

. Risoleide Rosa Freire de Oliveira (TÉC.)



A intenção que norteia a definição das linhas editoriais é, por um lado, disseminar da forma mais ampla possível o resultado da produção no âmbito da pesquisa, do ensino e da extensão que envolve docentes e discentes, notadamente no interior das bases de pesquisas da universidade e nos programas de pós-graduação e, por outro, de forma complementar, possibilitar o acesso de amplos setores da comunidade acadêmica e da sociedade em geral à diversidade de publicações que tem lugar na EDUFRN. Em outras palavras, a Editora constitui o vértice que aglutina e que dissemina a produção científica e cultural no âmbito da UFRN, contribuindo de forma direta para o aperfeiçoamento da relação extensão-pesquisa-ensino-aprendizagem.

  • RENOVAÇÃO DO PROJETO SOBRE O DESENVOLVIMENTO DO NUCLEO DE AVALIAÇÃO NEUROPSICOLOGICA NO HOSPITAL DE PEDIATRIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE - HOSPED

20/09/2010 a 19/09/2011

O presente projeto consiste no desenvolvimento do Núcleo de Neuropsicologia que realiza atividades de avaliação Neuropsicológica por meio de entrevistas, observação e testes neuropsicológicos.

JOSE EDSON DE MOURA e EDNA NUBIA OLIVEIRA DE MOURA

O desenvolvimento do presente projeto, tem impacto social significativo na medida em que a identificação de dificuldades cognitivas presentes nas crianças portadoras de patologias neurológicas proporciona uma maior compreensão dos casos clínicos em estudo e consequentemente, uma conduta interventiva mais adequada.

  • RENOVAÇÃO DO PROJETO (RE)HABILITANDO EMOÇÕES: ACOMPANHAMENTO PSICOLÓGICO DE CRIANÇAS ENCAMINHADAS PELO NÚCLEO DE NEUROPSICOLOGIA PEDIÁTRICA DO HOSPITAL DE PEDIATRIA PROFESSOR HERIBERTO BEZERRA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE – HOSPED/UFRN

20/09/2010 a 19/09/2011

O presente projeto consiste no desenvolvimento do serviço de acompanhamento psicológico de pacientes encaminhados pelo Núcleo de Neuropsicologia Pediátrica do HOSPED, que funciona atendendo crianças com suspeita de Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade, Distúrbios Específicos de Aprendizagem e Transtornos Neurológicos, oriundas da Clínica de Neurologia do Ambulatório desse hospital.

EDNA NUBIA OLIVEIRA DE MOURA e JOSE EDSON DE MOURA

O acompanhamento psicológico, por meio da técnica de ludoterapia, promove uma melhoria na qualidade de vida das crianças bem como de seus familiares o que se reveste de relevância social.




Baixar 176.81 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
ensino médio
Conselho nacional
minas gerais
terapia intensiva
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
Colégio estadual
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
extensão universitária
língua portuguesa