Sobre o pai com comentários de Juan Carlos Bodoque Compreendendo a Manifestação Divina e algo mais sobre a natureza da Lei no Antigo Testamento Welington Corporation a viagem



Baixar 11,62 Mb.
Página1/29
Encontro11.10.2018
Tamanho11,62 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   29

SOBRE O PAI

Com comentários de



Juan Carlos Bodoque

Compreendendo a Manifestação Divina e algo mais sobre a natureza da Lei no Antigo Testamento

Welington Corporation

A VIAGEM.

Compreender a revelação de Deus no Velho Testamento é uma viagem transcendental que exige absoluta confiança em alguém admiravelmente desconhecido. Não é para gente descompromissada com as perguntas que realizará. Nem para os escandalizados com sua humanidade propositamente manifestada. Tal como Louis Neilmoris. Em seu livro intitulado “A verdade sobre a Bíblia...” com esses sutis ‘...’ ao final do titulo, Louis levanta as ‘inconsistências’, as contradições de Deus revelado nas Escrituras, seus estranhos atos, seus arrependimentos, seu ‘fascínio’ por sacrifícios sanguinolentos; Sua ‘santidade estranha’ que matava quem dele se aproximava sem o cuidado devido. As acusações de um deus “antropomorfizado” são corriqueiras em muitos círculos filosóficos e espiritualistas. Porém Louis não chegou nem perto do grau, numero e gênero de ‘inconsistencias’ que DEUS revela em suas ATITUDES no Velho Testamento. Elas serão listadas na parte posterior deste estudo. O Livro dos Espíritos de Alan Kardec reclama da ‘humanidade de Deus’ isso inúmeras vezes. Até transgredindo na acusação, quando diz que as Escrituras traduzem um Deus feito imagem do homem. Para tanto o redefinem como uma inteligência superior a tudo e sem forma ou aparência, aristotélico, porém significativamente DIFERENTE do que Ele nos apresenta na revelação de seus profetas.

Há um mistério que os milhões de espíritos ao redor da terra (frase retirada da literatura...) não compreendem sobre Deus. E nunca compreenderão. Mas, que Davi, Isaias, Daniel, Moisés, Ezequiel e Salomão compreenderam.

SOBRE O MUNDO

Há um indisfarçável ódio humano a Deus, dissimulado em milênios de incredulidade, que moldou milhares de filosofias. Decerto que Deus não é uma figura bem-quista de milhões de seres humanos e se a eles fosse dada a oportunidade de anulá-lo da criação, o fariam sem remorso algum.

O IMPIO

Não o amam, não veneram, não compreendem suas leis e tem raiva de quem julga entender. Possuem invulgar e triste alcunha nas Escrituras, são denominados ímpios. A vida de impiedade é uma vida de vilania monótona. Uma vida cuja grande divagação é “não há deus” e ponto final. E de plena rejeição às coisas ditas espirituais.



SOBRE A FICÇÃO RELIGIOSA E MÁGICA

E que afunde na lama da ignomínia qualquer tipo de “realidade mágica”, ou espiritual, ou mítica. Seja tais ‘realidades mágicas’ os fantasma de Draugr, da saga Eyrbyggja, sejam as aparições nos castelos catalogadas no Ghost Club of Great Britain, fundado em 1862.



Seja isso “aparições de Maria”, como a virgem de Guadalupe em 1531 na cidade do México! E a prove-se isso, essa decepção com todo tipo de ‘crendice’ com os muitos falsos milagres FORJADOS pelo mundo afora, desvendados por detetives religiosos famosos tais como



Sanal Edamaruku

O cético é chamado de “caça-gurus” qual desmascarou mais de 300 charlatões, entre eles curandeiros, xamãs, adivinhos e médiuns. Caçador de mitos caçado pela Igreja Católica, até usando a justiça para perseguir Edamaruku por ele ter mostrado na TV a farsa que era o “milagre” das gotas d’água do pé de um crucifixo em Mumbai (uma canalização antiga de água estourada).






Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   29


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal