São facilitadores do inter-relacionamento professor-aluno e aluno-aluno



Baixar 58,66 Kb.
Página1/10
Encontro17.10.2018
Tamanho58,66 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10


CONCLUSÃO:
Uma educação unicamente direccionada para o aspecto cognitivo, renegando os aspectos não menos importantes, do sentir e agir, é incapaz de atender ás verdadeiras necessidades do indivíduo enquanto ser bio-psico-social. O ser humano é então um ser que pensa, sente e age, e é assim que deve ser considerado em seu processo de crescimento e desenvolvimento.

Tendo em conta o que já foi escrito sobre o tema, é de referir que sobre a aplicação dos jogos psicodramáticos em sala de aula, foi possível perceber o seguinte;



  • São facilitadores do inter-relacionamento professor-aluno e aluno-aluno

  • Permitem uma vivência dinâmica dos conceitos, ou seja, traduz-se na prática a sua teoria

  • Reduzem os problemas disciplinares

  • Estabelecem momentos de relax, o que facilita o processo de aprendizagem e as relações interpessoais

  • Permitem um melhor reconhecimento do seu corpo, através do movimento

  • Promovem a descoberta de si mesmo e, consequentemente do outro

  • Provocam mudanças de comportamento

  • Ampliam a sua criatividade e espontaneidade

  • Dota os indivíduos de um amadurecimento psico-social

  • Promovem a motivação dos alunos e do professor

  • Possibilitam observar o indivíduo no seu todo, pois trabalham o sentir (corpo) e o agir (ambiente), integrando-os no pensar (mente)

Enfim, educar consiste em reconhecer em si e nos outros, a necessidade de desenvolver os aspectos pensar, sentir e agir, de forma harmoniosa, para facilitar a compreensão, organização, retenção e capacidade de aplicação dos conceitos teóricos e práticos envolvidos no processo de aprendizagem.





Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal