Saúde pública e meio ambiente urbano



Baixar 109,9 Kb.
Página4/11
Encontro11.10.2018
Tamanho109,9 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11
SAÚDE AMBIENTAL

Fica assim patente que as saúdes pública e ambiental estão relacionadas, pois cada vez mais o ser humano depende do meio físico e social que o cerca e que influenciam diretamente sua saúde física, social e mental.

A Política Nacional de Saúde Ambiental, cujos fundamentos agora começam a ser discutidos,21 deverá englobar diversas áreas de conhecimento, em especial as voltadas para movimentos sociais e o fortalecimento da democracia através do acesso à educação e à informação, que são a base e o fundamento do desenvolvimento de uma sociedade saudável.

Samuel W. Bloon,22 analisando a relação equipe de saúde-paciente, conclui que o doente sofre as influências e pressões do grupo familiar a que pertence. Por sua vez a equipe está sujeita às regras institucionais, às decisões do seu órgão de classe e à política institucional decorrente de seu vínculo empregatício, que influenciam seu agir. Ambos estão inseridos num contexto mais abrangente que é a comunidade e que também recebe a carga emocional e social dessas relações e de conhecimentos, numa avaliação eurística de risco em que acaba sempre prevalecendo o interesse maior que é o econômico.

Melhor exemplifica o desenho abaixo.


Sociedade

Instituição Família

Médico Doente

Este modelo nos dá a dimensão de como a relação terapêutica repercute no meio social, retroalimentando-se dessa influência, dentro de uma teoria social sistêmica e autopoiética,23 ou seja, o meio influencia o homem e este modifica o ambiente gerando novas patologias ou a volta recrudescida de velhos males, como a malaria e a febre amarela. Para que direção a humanidade caminhará, só a nós cabe decidir.

A equipe de saúde deveria, na forma da Constituição Federal, durante sua graduação, ter recebido educação ambiental voltada para sua atividade.24 Estes conhecimentos irão influenciar seu agir.

A Teoria dos Sistemas ecológicos de Bronfenbrenner, introduzida no Brasil pelo Prof. Ruy Jornadas Krebs, contextualiza o cotidiano, centrado no desenvolvimento das pessoas em ambientes ora receptivos ora adversos, a qualquer hipótese de mudança ou integração. Assim, o ser humano responde a estímulos ambientais que modificam seu fenótipo e/ou genótipo, numa mutação natural das espécies em resposta ao seu habitat. Endossa esta afirmativa a elevação da altura média de algumas populações decorrente da mudança de hábitos alimentares. Somos influenciados física e psicologicamente pelo ambiente que nos cerca e pelos alimentos que ingerimos, alguns deles prenhes de hormônios, como a carne de frango.

Acompanhando a tese da sinergia em que os ocupantes do Planeta Terra vivem, Fritjof Capra comenta:

A concepção sistêmica vê o mundo em termos de relações e de integração. Os sistemas são totalidades integradas, cujas propriedades não podem ser reduzidas às unidades menores [...]. Todo e qualquer organismo – desde a menor bactéria até os seres humanos, passando pela imensa variedade de plantas e animais – é uma totalidade integrada e, portanto, um sistema vivo. 25

O I Seminário da Política Nacional de Saúde Ambiental, realizado em outubro de 2005, definiu a Saúde Ambiental como “um campo de práticas intersetoriais e transdisciplinares voltadas aos reflexos, na saúde humana, das relações ecogeossociais do homem com o ambiente com vistas ao bem-estar, à qualidade de vida e à sustentabilidade, a fim de orientar políticas públicas formuladas com utilização do conhecimento disponível e com participação e controle social.”26 Para garantir a dignidade da pessoa humana, a qualidade de vida e a sustentabilidade é necessário que políticas públicas e ações governamentais de saúde tornem efetiva a proteção e a promoção da saúde individual e coletiva.

Na saúde ambiental, ganha destaque a questão do saneamento básico, ou melhor, da falta de saneamento provocando doenças e epidemias, bem como a poluição ambiental,27 em especial em regiões densamente povoadas como nossas cidades.

É necessária a construção de novos valores sociais, trazidos pela educação ambiental, que tecnologias e atitudes eficientes, voltadas à preservação, que novos conceitos serão introjectados na sociedade.

No sentido de implementar ações globais de saúde ambiental, os Ministérios da Saúde, da Educação, das Cidades, da Ciência e Tecnologias, do Trabalho e Emprego, Integração Nacional (PNDR), formam grupos de trabalho, estabelecendo o diálogo entre os diversos setores do executivo, em obediência ao princípio da economicidade (art. 70 da CF).

Aumentam problemas de saúde pública relacionados com a degradação ecológica, que pedem soluções conjuntas, estabelecendo-se um diálogo entre os gestores federais, estaduais, municipais e sociedade. Um exemplo é a epidemia de Dengue no Rio de Janeiro, em que pessoas, valendo-se da negligente e omissa fiscalização pública, deixaram de adotar medidas preventivas para impedir a proliferação das lavras. Esta omissão conjunta deu origem a uma epidemia que ceifou desnecessariamente muitas vidas e gerou uma responsabilidade civil para o poder público. Neste sentido, a Defensoria Publica da União propôs ação civil pública (ACP) para exigir que os Postos de Saúde ficassem abertos nos finais de semana, enquanto durar a epidemia. 28

Lamentavelmente não é só a dengue que aflige o ser humano, mudanças climáticas, decorrentes do aquecimento global, aumentam a população de insetos, trazendo de volta doenças já erradicadas como a malária e a tuberculose.29



: eventos
eventos -> Psicologia no caps: as atividades vivenciadas em estágio relato de experiência
eventos -> Carolina Frattini Moura Curriculum Vitae Outubro/2016 Carolina Frattini Moura
eventos -> Perfil e formação doS tUtores de uma universidade pública da região centro-oeste 1
eventos -> Libro de resúmenes de plenarias, minicursos, ponencias y mesas redondas XII congreso de Lingüística Sistémico-Funcional de América Latina (alsfal) Asociación de Lingüística Sistémico-Funcional de América Latina
eventos -> A importância da atuaçÃo da fisioterapia dentro do núcleo de apoio à saúde da família. Ana Karine C. B. de Paula Gomes¹
eventos -> Título do trabalho
eventos -> Adolescência, sexualidade e autoconhecimento: um relato de experiência do pibid – psicologia ventura, Jaqueline Souza¹; fernandes, Ronan Carlos da Cunha²; costa, Jaqueline Batista de Oliveira³


Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal