Saúde integral da crinça e



Baixar 455,91 Kb.
Página26/38
Encontro02.12.2019
Tamanho455,91 Kb.
1   ...   22   23   24   25   26   27   28   29   ...   38



3-LINHA DE CUIDADO: PROMOÇÃO DO ALEITAMENTO MATERNO, ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E ATENÇÃO AOS DISTÚRBIOS NUTRICIONAIS

A equipe de atenção básica deverá:





  • Realizar no pré-natal e nas visitas domiciliares as ações de prevenção e combate à desnutrição, com orientação para alimentação saudável, incentivo e preparo ao aleitamento materno, incluindo a visita domiciliar no último mês de gestação;




  • Apoiar e orientar a nutriz no domicílio na primeira semana após o parto e orientar para a importância do “5o dia Saúde Integral”; se detectadas alterações na amamentação referenciar para a unidade de saúde;




  • Avaliar o Cartão da Criança em todas as oportunidades, seja nas visitas domiciliares ou toda vez que a criança vai à unidade de saúde (nos diversos locais de assistência, como na sala de vacinas, farmácia, sala de injeções), além das instituições de educação infantil verificando a curva de crescimento, avaliação do desenvolvimento e estado vacinal.



  • Se o cartão não está preenchido adequadamente, providenciar a pesagem e medida da criança, preencher a curva de crescimento e anotar as intercorrências, avaliar o desenvolvimento e registrar no local específico; providenciar as vacinas necessárias. Se a criança não possui o cartão, providenciar a sua entrega e preenchimento.




  • Realizar orientação alimentar e avaliação nutricional anual de todas as crianças de 0 a 6 anos residentes nas áreas de risco.




  • Identificar os fatores de risco nutricionais, como baixo peso ao nascer, prematuridade, doenças associadas etc. que predispõem à desnutrição, para um acompanhamento mais rigoroso;




  • Manter o cartão da criança corretamente preenchido, e avaliá-lo em todo o atendimento da criança. Se a curva de crescimento estiver abaixo do percentil 10 , utilizar os gráficos de peso/idade e altura/idade para classificar o grau de desnutrição. Se a curva estiver acima do percentil 90 orientar alimentação e iniciar seguimento adequado para a criança com sobrepeso ou obesidade;




  • Manter atualizado o cadastramento das crianças desnutridas, para propiciar a busca ativa de faltosos, especialmente aquelas crianças com desnutrição moderada e grave;




  • Identificar a gestante desnutrida e realizar o acompanhamento;




  • Realizar o acompanhamento e tratamento segundo protocolo específico;




  • Acompanhar a nutriz e a criança nos cuidados com a saúde integral, com

orientações sobre o aleitamento materno, alimentação saudável e educação nutricional;


  • As equipes de saúde deverão incentivar ações de promoção à saúde e prevenção da desnutrição, tais como: orientação alimentar, acompanhamento pré-natal, suplementação alimentar para gestante desnutrida, nutriz e criança de risco nutricional, incentivo ao aleitamento materno, acompanhamento do crescimento e desenvolvimento, avaliação da anemia e hipovitaminose A com tratamento adequado; uso do ferro profilático e polivitamínicos para o RN prematuro e de baixo peso, orientação para o desmame.



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   22   23   24   25   26   27   28   29   ...   38


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal