Saúde integral da crinça e


BH - VIVA CRIANÇA AGENDA DE COMPROMISSOS SAÚDE INTEGRAL DA CRIANÇA E ADOLESCENTE E REDUÇÃO DA MORTALIDADE INFANTIL



Baixar 455.91 Kb.
Página10/38
Encontro02.12.2019
Tamanho455.91 Kb.
1   ...   6   7   8   9   10   11   12   13   ...   38

BH - VIVA CRIANÇA

AGENDA DE COMPROMISSOS SAÚDE INTEGRAL DA CRIANÇA E ADOLESCENTE E REDUÇÃO DA MORTALIDADE INFANTIL




VIII- A ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE SAÚDE

E DA REDE DE ATENÇÃO À CRIANÇA
O papel da Equipe de Atenção Básica de Saúde na atenção à criança
A estratégia da saúde da família é o eixo norteador para a organização da atenção básica nas unidades de saúde, entendida como o conjunto de ações de caráter individual ou coletivo desempenhadas para a promoção da saúde e a prevenção dos agravos, bem como para as ações de assistência aos problemas de saúde. Portanto, a porta de entrada preferencial do sistema de saúde é a unidade básica de saúde /equipe de saúde da família e o momento privilegiado para prover ações resolutivas, que contemplem integralmente e de forma mais abrangente as necessidades colocadas, para além da assistência à saúde. No entanto, não se pode perder de vista que qualquer local do sistema de saúde e outros espaços sociais se colocam como oportunidade de cuidado e devem prestar a atenção integral à criança, além de envolver / demandar a atuação da ESF/UBS.

As unidades de saúde, independentemente da sua forma de organização e /ou cobertura por equipes de saúde da família, devem aderir à Agenda de Compromisso para a Atenção Integral à Saúde da Criança e Redução da Mortalidade Infantil. Devem ainda pactuar o cumprimento de alcance de resultados, com o seu desempenho sendo avaliado periodicamente. Os critérios e indicadores para esta avaliação devem ser definidos e pactuados entre as unidades de saúde e gestores municipais, tendo como referência as diretrizes apontadas pelos níveis regionais, estaduais e federal.



Como ressaltado anteriormente, o foco de todos profissionais nesta agenda é a criança, dentro do contexto da sua família e sociedade. Cada olhar (de cada profissional da equipe de saúde e de acordo com a sua competência profissional) adiciona saberes e possibilitadas de atuação integral, sobre o todo da criança, a criança por inteiro. A idéia central deve ser a de não perder oportunidades de atuação, de prevenção, promoção e de assistência, enfim, de cuidado, com vinculação e responsabilização sobre a continuidade da atenção. É sob esta ótica que cada trabalhador articula sua ação com a do outro e de outros atores sociais, e cada nível de atenção com o outro, conformando uma rede de saúde de fato e uma rede de apoio social por onde caminha a criança/ família, e funcionando em seu benefício. A atenção básica deve estabelecer:

1   ...   6   7   8   9   10   11   12   13   ...   38




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
ensino médio
Conselho nacional
minas gerais
terapia intensiva
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
Colégio estadual
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
extensão universitária
língua portuguesa