Só acontece com a minha mãE



Baixar 175.03 Kb.
Página1/36
Encontro01.06.2019
Tamanho175.03 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   36

SÓ ACONTECE COM A MINHA MÃE
MICO

RESUMO DO LIVRO


O título desse livro é autoexplicativo.

Acredito que muitos filhos – e, certamente, muitas mães - vão se identificar com as histórias aleatórias - ou não - de uma mãe desvairada em busca do prêmio de Mico do mês (ou da história, para ser mais justo). 

Quando se dão conta de que eu escrevi um livro sobre a minha mãe, costumam pensar: “Ai! Que fofo, escreveu um livro em homenagem ao devotamento e amor que sente pela mãe”. Contudo, a realidade não é bem essa...

De certo que sou grato por tudo o que minha mãe fez por mim e me ensinou nessa vida, entretanto... o objetivo principal desse livro é poder compartilhar com vocês um pouco das situações embaraçosas - pra não dizer "bizarras" - que nos fizeram conhecer o real significado de "vergonha alheia".

O livro traz à tona relatos das mais variadas situações incomuns experimentadas ou motivadas por uma mulher que, por um acaso ou por uma conspiração universal, vem a ser a minha genitora.

“Só acontece com a minha mãe” pode incorrer em narrativas que também se sucederam com você, amigo leitor, ou com alguém que você conhece.

“Todas as mães são iguais”, dizem.

Ao final da leitura, a gente volta a conversar sobre isso...


A todos que conheceram a minha mãe e sobreviveram para contar as histórias.


SUMÁRIO


CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA

PRÓLOGO


FIM DOS TEMPOS

EU VOS DECLARO...

LOVE IS IN THE AIR

DA MANGA ROSA...

A MINHA MÃE É LOUCA!

VAI MORRER POR ISSO?

POCOTÓ

QUEM MORREU?



À SUA IMAGEM E SEMELHANÇA

FOI CONSENTIDO?

PERDÃO, MINHA GENTE!

REST IN PEACE

EM NOME DO PAI...

“PAI E MÃE, OURO DE MINA...”

CARA DE UM...

SPLISH SPLASH

ESSES ELEVADORES...

CENTRO?


DEUS LHE PAGUE!

NEM SÓ DE LOUCURA VIVE O HOMEM

TUDO O QUE O SOL TOCA

INCENSO E MIRRA

ELA É UM DOCE

VAMOS ENTRAR...

ACHADO NÃO É ROUBADO

TINHA UM SONHO: IR PRA NOVA YORK

GAROTA, EU VOU PRA CALIFÓRNIA

ISSO AÍ NÃO É MEU...

DREAM OF CALIFORNICATION

VIM DE TÃO LONGE PARA MORRER AQUI?

TODO DIA É BLACK FRIDAY

LINHAGEM

COMPLETA?

SANDRA´S ANATOMY

LÁ, ONDE DEUS ESTÁ

EU ODEIO A MINHA MÃE

EU AINDA ODEIO A MINHA MÃE

QUEM ELA PENSA QUE É?

DEIXA O MENINO JOGAR

AI! QUE SAUDADE DO SOL DE MACEIÓ

CARMA


EU DUVIDO...

QUANTA FOME...

ENGULA O CHORO

NA PONTA DA LÍNGUA

RECATADA E DO LAR

RABISCADO

MAMA ÁFRICA

FRUTO PROIBIDO

JOGUE O LIXO NO LIXO...

SAIA JUSTA

LÍNGUA SOLTA

QUEM VAI CHEGANDO...

CYBER ATAQUE

QUEBRA


KILEU

LET´S FALL IN LOVE

GLOSSÁRIO DA DONA SANDRA

MERDE


EPÍLOGO

NOTA EXPLICATIVA

CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA

Este livro não é indicado para menores de 14 anos ou pessoas com alta sensibilidade ativa.


Ao insistirem contra as advertências, o riso é gratuito e por sua conta e risco.

PRÓLOGO
O título desse livro é autoexplicativo.

Acredito que muitos filhos – e, certamente, muitas mães - vão se identificar com as histórias aleatórias - ou não - de uma mãe desvairada em busca do prêmio de Mico do mês (ou da história, para ser mais justo). 

“Só acontece com a minha mãe” pode incorrer em narrativas que também se sucederam com você, amigo leitor, ou com alguém que você conhece.

O fato é que minha mãe – Dona Sandra -, inconscientemente ou não, parece buscar cotidianamente ser a pessoa mais proeminente em pagar gorilas, digo... micos

Quando se dão conta de que eu escrevi um livro sobre a minha mãe, costumam pensar: “Ai! Que fofo, escreveu um livro em homenagem ao devotamento e amor que sente pela mãe”. Contudo, a realidade não é bem essa...

De certo que sou grato por tudo o que minha mãe fez por mim e me ensinou nessa vida, entretanto... o objetivo principal desse livro é poder compartilhar com vocês um pouco das situações embaraçosas - pra não dizer "bizarras" - que nos fizeram conhecer o real significado de "vergonha alheia".

O livro traz à tona relatos das mais variadas situações incomuns experimentadas ou motivadas por uma mulher que, por um acaso ou por uma conspiração universal, vem a ser a minha genitora.

“Nossa, que horrível! Como você pode fazer isso com a sua própria mãe?”, dirão.

Somos seus filhos e, nem por isso, ela deixou de nos fazer passar vergonha um só dia.

Porém, se você ainda não está convicto quanto à minha inocência, o próximo argumento, certamente, irá te desarmar: ela me pediu para fazer isso!

Pior: ela insistiu nisso por anos a fio!

Ok! A ideia da criação do livro foi minha – há cerca de uns 10 anos -, mas ela não parou de falar sobre isso desde então.

Essa coisa toda não poderia morrer comigo, tipo corrente de redes sociais: passe adiante esses micos raros a que minha mãe deu origem, senão você estará fadado a ficar sem rir loucamente com outras histórias não menos inusitadas, hilárias e reais que poderão ser descritas em futuros volumes de uma possível saga.
O título original desse livro não era o que aparece na capa.

Longe disso! 

A ideia inicial desta obra havia gerado o título de “minha mãe daria um livro”.

Um pouco familiar, não acha?

Pouco após eu especular sobre o início desses escritos (muitos anos atrás), um certo ator - Paulo Gustavo - passou a interpretar sua própria mãe nos teatros nacionais com a obra cultural “Minha mãe é uma peça”, o que levou por água abaixo meus planos para o título “minha mãe daria um livro”. 

“Vai ver, a peça nem vai fazer sucesso”, pensei.

Qual nada!

O único fracasso alcançado foi o das minhas próprias expectativas. O espetáculo de comédia foi um sucesso em todo o Brasil. E, ainda não satisfeito, aquele carequinha hilário levou seu show para o cinema1

Por fim, só me restou mudar o nome que aparece no cabeçalho dessas páginas.

Mas, confesso que, desse jeito, a obra ficou um pouco mais a cara da Dona Sandra. 

Mesmo porque...

Há coisas que só acontecem com a minha mãe!

FIM DOS TEMPOS
Setembro de 1982.
Nossa, vai começar daí?”.

Você pode estar me questionando isso agora.


Dois meses após se casar com a Dona Sandra, o meu pai – JP - perdeu sua mãe para uma doença incurável.
Mas, me falaram que esse livro era pra rir” – talvez você me censure.
Vamos chegar lá! Eu garanto!

Só espero que você não esteja com a bexiga cheia enquanto lê esse livro.


No dia seguinte à missa de sétimo dia, meu pai, como esperado, se apresentava abatido e triste.

Até aí, apresentação natural de quem havia acabado de se despedir de um ente querido. Embora o Sr. JP, durante boa parte de minha infância, tenha se conservado (com alguma frequência) sisudo e austero, quase como um militar em eterna prontidão; bem diferente da pessoa de alma leve dos dias atuais.


Familiares reunidos em torno do túmulo de minha falecida avó paterna, conjugavam seus pensamentos e orações dedicados à recém falecida quando, sem advertência ou precedente histórico, abriram-se os céus em luminosidades nunca antes registradas oficialmente.


Baixar 175.03 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   36




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
ensino médio
Processo seletivo
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
minas gerais
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
outras providências
secretaria municipal
ResoluçÃo consepe
políticas públicas
Dispõe sobre
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Colégio estadual
conselho estadual
ministério público
consentimento livre
psicologia programa
público federal
Serviço público