Relatório de projeto de pesquisa



Baixar 34,27 Kb.
Página1/4
Encontro06.07.2018
Tamanho34,27 Kb.
  1   2   3   4

A INFLUÊNCIA DA MÚSICA PERSONALIZADA SOBRE PORTADORES DE DEMÊNCIA RESIDENTES EM UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA
Wilson Andrade Carvalho Junior1; Daiana Ferreira Malaquias2; Leksander Lohn Macedo3; Dr. André Junqueira Xavier 4 (orientador)
1Graduado em Farmácia, Graduando em Medicina, Universidade do Sul de Santa Catarina, wilsonjrds@hotmail.com

2 Graduada em Psicologia, Lar São Francisco de Assis, day_biela@hotmail.com

3 Graduado em Enfermagem, Graduando em Medicina, Universidade do Sul de Santa Catarina e Lar São Francisco de Assis

4 Doutor, Graduado em Medicina, Universidade do Sul de Santa Catarina, andre.xavier@unisul.br,
RESUMO:

A demência é uma síndrome de importante impacto social e causa de incapacidade. Diversos estudos têm demonstrado resultados positivos da música em portadores de demência. O presente estudo teve como objetivo avaliar a influência da música em portadores de demência. Foi realizado estudo piloto de intervenção não randomizado e não controlado com cinco portadores de demência institucionalizados em centro geriátrico. Á cada participante, a escuta de listas de músicas personalizadas foram realizadas em 05 sessões de 30 minutos cada ao longo de 02 semanas. Nos momentos pré e pós-intervenção, foi avaliado o estado geral e aplicado o CDR. Após a intervenção: todos participantes apresentaram melhoria do estado geral; 20% mantiveram pontuações do CDR e 80% apresentaram diminuição de pontuações do CDR. A música demonstrou-se, no tratamento de portadores de demência, uma intervenção de baixo custo, segura, e associada a efeitos positivos significativos mesmo a curto prazo.


INTRODUÇÃO:

Reconhecida como uma das principais causas de incapacidade e dependência de cuidados entre a população geriatrica, a demência tem apresentado, nos ultimos anos, aumento notório em taxas de incidência e de prevalência. Segundo a OMS, em nível mundial, atualmente, existem 47.5 milhões de portadores de demência, e há cada ano incidem 7.7 milhões novos casos de demência, o que corresponde a um novo caso de demência há cada 4 segundos.

Diversos estudos têm demonstrado que a escuta de música permite aos portadores de demência grandes benefícios: maior socialização; melhora do bem-estar; maior responsividade a familiares e equipe de saúde; melhoria na coordenação e em funções motoras; e controle de estados de agitação, de ansiedade e de depressão. Em portadores de demência, a escuta de música desacelera a deterioração de funções cognitivas (CHU, 2014), e estados de agitação são mais prevalentes durante o emprego da assistência médica tradicional comparado ao emprego de sessões de música (RIDDER , 2013). O presente estudo teve como objetivo avaliar a influência de listas de músicas personalizadas em um grupo insitucionalizado e portador de demência.


: sistemas -> doc pro
doc pro -> Citrus reticulata
doc pro -> O conceito psicanalítico de inconsciente na obra alice no país das maravilhas
doc pro -> AvaliaçÃo do comportamento relacionado a depressão em camundongos com distrofia muscular de duchenne
doc pro -> O sistema de cáricias presente na relaçÃo entre cuidador/idoso em uma instituiçÃo de abrigamento do sul de santa catarina
doc pro -> Efeito da integraçÃo sensorial no atendimento de crianças com déficit de atençÃo e hiperatividade
doc pro -> Fatores associados à qualidade de vida em adultos com diabetes mellitus tipo 1
doc pro -> AvaliaçÃo do comportamento relacionado a depressão em camundongos com distrofia muscular de duchenne
doc pro -> Força de preensão em pacientes com fibromialgia
doc pro -> Síndrome alienaçÃo parental como instrumento legal para a não concessão da guarda aos filhos de genitor ou genitora alienante
doc pro -> O conceito psicanalítico de inconsciente na obra alice no país das maravilhas


Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal