Relatório de projeto de pesquisa



Baixar 53,8 Kb.
Página1/10
Encontro09.08.2018
Tamanho53,8 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10

RELATÓRIO DE PROJETO DE PESQUISA
Nome do Projeto: Relações entre as variáveis básicas presentes no processo de enciumar-se, identificadas a partir da literatura, e a percepção das pessoas a respeito das variáveis presentes nesse tipo de sentimento.
Nome do(a) Proponente ou Orientador(a): Nádia Kienen

Nome do(a) Bolsista: Elizabeth Mönster

Campus/Unidade: Pedra Branca
Data do Relatório: 12/09/2008
Tipo do Projeto:

( ) PUIC Disciplina ( ) PUIC Continuado ( X ) PUIC Individual

Introdução
O ciúme é um importante fenômeno que afeta vários relacionamentos humanos. De maneira geral, produz sofrimento ao próprio sujeito que o sente e às outras pessoas que com ele convivem. Para que esse sentimento possa ser compreendido, é importante inicialmente concebê-lo como um processo, e não como algo estanque ou como “uma coisa que as pessoas podem possuir”. Para ser considerado um processo, é necessário mudar a própria nomenclatura que designa esse tipo de fenômeno, passando de “ciúme” para “enciumar-se”.

A troca de substantivos por verbos e a conseqüente denominação de um processo comportamental não é apenas uma troca de palavras. Ela significa a percepção de um processo comportamental mais do que um fenômeno independente da atuação dos organismos. Essa percepção é possibilitada por meio da análise de comportamento, que vem a ser a explicitação das características das relações entre o meio que ocorre antes de uma determinada ação, a ação do organismo em si e o meio após a ação do organismo em interação com ele (BOTOMÉ, 2001). No caso do processo comportamental de enciumar-se, é importante observar nos comportamentos dos indivíduos as variáveis que constituem a relação entre ações de um organismo e o meio no qual essas ações ocorrem (incluindo o que o organismo produz nesse meio) para que seja possível caracterizar os componentes constituintes desse processo.

Há, na literatura, diversas informações a respeito de ciúme. Em algumas delas, o ciúme é considerado um sentimento humano comum e universal:
É um sentimento natural que vem acompanhado de atitudes que visam preservar o objeto de amor/desejo. Quando ele existe desta maneira, é um elogio ao outro. Porém, muitas pessoas acabam transformando esse comportamento ‘natural’ colocando no relacionamento uma série de comportamentos mesquinhos, de manipulação, possessividade e de alienação. (SILVA, 2001, p.7)
O ciúme tem suas raízes na relação primária entre a mãe e o bebê e eventualmente na relação com o pai. O estado de dependência caracteriza esse estágio evolutivo e a impossibilidade da parte do bebê de assegurar a presença constante do objeto de amor, ou seja, a mãe, produz uma verdadeira ansiedade de abandono. (FERREIRA SANTOS, 2003, p. 60)
Segundo Almeida (2007) o ciúme é compreendido pela sociedade como parte fundamental dos relacionamentos amorosos. Vive-se em busca de procurar o que é melhor em cada pessoa, a cada momento. Nos dicionários de língua portuguesa são encontrados muitos exemplos de definições que não explicitam claramente o que é definidor do processo de ciúme e qual a percepção das pessoas sobre esse tipo de sentimento. Definições tais como “Sentimento negativo de inquietação, tinha ciúme cegos, mortais, enormes do marido, “Teve uma crise de ciúmes”, “Ficou cheio de ciúmes da namorada”. “Esta roído de ciúmes dela” (BRANDÃO, 2001), são alguns dos exemplos do que pode ser encontrado nesse tipo de literatura.

Ao examinar as informações encontradas em Silva, Ferreira-Santos, Almeida e Brandão é possível perceber que há controvérsias na literatura. Brandão (2001), por exemplo, apresenta definições de ciúme a partir de exemplos. Porém pode-se perceber que exemplos não definem o ciúme, apenas ilustram alguns casos nos quais o ciúme parece ocorrer. No entanto, exemplificações não contêm os aspectos característicos de uma definição, por apresentarem também aquilo que pode ser considerado superficial ou exclusivo da situação exemplificada. Além disso, é possível perceber que em algumas definições o ciúme ainda é compreendido como um “sentimento natural, inato” (SILVA, 2001, p.1). Em outras fontes, tais como em Ferreira Santos (2003), são explicitados aspectos que constituem a infância do sujeito e que parecem estar vinculados ao desenvolvimento do processo de ciúme. No entanto, dentre as fontes consultadas, nenhuma delas parece deixar claro quais as variáveis básicas que caracterizam o processo comportamental de enciumar-se.

Em uma pesquisa realizada por MÖNSTER (2007), cujo objetivo era encontrar as variáveis básicas constituintes do processo comportamental do ciúme a partir da literatura, é possível perceber que para identificar as variáveis básicas constituintes desse processo, é preciso responder três tipos de perguntas: Com que aspectos do meio se relaciona quem “tem ciúme” ou quem faz o que costumeiramente é denominado de enciumar-se? (Classe de estímulos antecedentes).O que resulta (condições conseqüentes) quando alguém age como “enciumado” em relação a esses aspectos do meio? Ou, em outras palavras, que aspectos constituem os resultados ou conseqüências desses tipos de atuação? (classe de estímulos conseqüentes).Quais as classes de respostas que alguém apresenta e que são responsáveis pela mudança dos aspectos do meio existentes para os que caracterizam as “condições conseqüentes”? (classes de respostas). Nesta pesquisa, foram encontradas algumas situações que antecedem a ação do enciumar-se: posse, idéia da perda de posse, rival, desconfianças; algumas ações que o individuo faz quando ocorre o processo comportamental de enciumar-se: brigar com o rival, verificar as desconfianças, etc; e as conseqüências do processo comportamental de enciumar-se: sensação de medo, angústia e ansiedade, atenção do objeto de posse e aumento da necessidade de preservar seu objeto de posse, sensação de desprezo, desonra, minimizado e excluído pela presença do rival; ressentimento invejoso contra um rival; diminuição da sensação de raiva; diminuição da sensação de inferioridade e alívio nas sensações corporais desagradáveis. Na literatura são explicitadas poucas conseqüências constituintes desse processo. Tendo isso claro é possível verificar que é de fundamental importância pesquisar a percepção das pessoas em relação ao comportamento de enciumar-se, à medida que elas podem constituir fonte de informação acerca de outros aspectos, ainda não identificados na literatura, que podem constituir esse processo. Especialmente no que diz respeito às conseqüências do processo, que estão pouco explicitadas na literatura pesquisada.

A partir dos dados coletados na literatura, a pesquisa se propõe a pesquisar como as pessoas percebem esse sentimento, para que assim seja possível identificar se o que aparece na literatura é coerente com a percepção das pessoas. A pesquisa tem como objetivo caracterizar o processo comportamental de enciumar-se a partir da percepção dos sujeitos em relação a esse sentimento muito comentado no senso comum, porém pouco estudado pelos psicólogos, ainda que de fundamental importância para a profissão.






Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10


©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
santa catarina
Prefeitura municipal
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
Processo seletivo
ensino fundamental
Conselho nacional
terapia intensiva
ensino médio
oficial prefeitura
Curriculum vitae
minas gerais
Boletim oficial
educaçÃo infantil
Concurso público
seletivo simplificado
saúde mental
Universidade estadual
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
saúde conselho
educaçÃo física
santa maria
Excelentíssimo senhor
assistência social
Conselho regional
Atividade estruturada
ciências humanas
políticas públicas
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
outras providências
recursos humanos
Dispõe sobre
secretaria municipal
psicologia programa
Conselho municipal
Colégio estadual
consentimento livre
Corte interamericana
Relatório técnico
público federal
Serviço público
língua portuguesa