Relatos de experiência de uma professora-tutora na disciplina de psicologia de grupo do curso de licenciatura em matemática à distância ufpel



Baixar 117,51 Kb.
Página2/8
Encontro03.03.2018
Tamanho117,51 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8
Palavras-chave: educação à distância; matemática; psicologia de grupos; tutoria.




  1. Introdução

A Educação a Distância-EaD começou no século XV com a invenção da imprensa, com composição de palavras com caracteres móveis, tornando-se desnecessário ir às escolas para assistir o venerado mestre ler, na frente de seus discípulos, o raro livro copiado. Antes, os livros, copiados manualmente, eram caríssimos e, portanto inacessíveis à plebe, razão pelo qual os mestres eram tratados como integrantes da corte.

Com evolução dos tempos e o avanço sociedade moderna e da educação, desde a qualificação dos professores até o uso das tecnologias em sala de aula, surge neste contexto a Educação a Distância. Existe hoje EaD em praticamente quase todo o mundo, tanto em nações industrializadas como também em países em desenvolvimento.

Segundo Alves (1994, p. 03) “inexistem registros precisos acerca da criação da EaD no Brasil”. Sabe-se que a Educação a Distância começou num momento bastante conturbado onde a educação brasileira passava por uma crise.

A EaD foi legalizada no Brasil a partir do Artigo 80 da LDB (Lei de Diretrizes e Bases). Esse decreto caracteriza a EaD como uma modalidade educacional na qual a mediação didático-pedagógica nos processos de ensino a aprendizagem ocorre com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação, com estudantes e professores desenvolvendo atividades educativas em lugares ou tempos diversos.

Esses avanços da educação à distância ficam claros nas palavras de Moran


No princípio a educação a distância era bastante solitária e exigia muita autodisciplina do aluno. Agora, com a criação das redes, a EaD continua sendo um processo bastante individual porém com uma maior possibilidade de comunicação, tanto síncrona como assíncrona, entre os envolvidos no processo, o que pode contribuir para a criação de grupos de estudos e de aprendizagens individuais e coletivas (MORAN, 2007, p.45).

O curso de Licenciatura em Matemática a Distância foi criado pela Universidade Federal de Pelotas no ano de 2006 com pólos inicialmente em cidades próximas à Pelotas. A partir de 2008 novos recursos tecnológicos começaram a surgir com a expansão de novos pólos e consequentemente o surgimento de novos alunos. Participa de três projetos e oferece, assim, três estruturas distintas, que são: os Pró-Licenciaturas (Fase I e II), em parceria com as Prefeituras Municipais e o Programa UAB-Universidade Aberta do Brasil (Fase I e II).

Este curso visa formar professores de Matemática para atuarem na segunda fase do Ensino Fundamental e no Ensino Médio, habilitando-os para aprimorar, de forma significativa, suas intervenções nos processos de Ensino-Aprendizagem de Matemática, na auto-formação do aluno como pessoa, na qualidade de ensino nas escolas e na formação da comunidade. O curso prepara, ainda, para a continuidade de estudos em nível de Pós-graduação em Educação, em Matemática ou em áreas afins.

As aulas são ministradas através de webconferências, vídeo-aulas, material didático. As dúvidas e questionamentos bem como a interação entre professores, alunos e professores tutores são feitos através do ambiente virtual de aprendizagem- Moodle.

Atualmente o CLMD conta com aproximadamente 600 alunos, mais de 23 pólos educacionais e mais de 80 funcionários.





  1. Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal