Relato memorial sobre a minha educaçÃO



Baixar 150 Kb.
Página1/5
Encontro04.03.2018
Tamanho150 Kb.
  1   2   3   4   5

Eu no mundo e a escola em mim Entre flores e muros: formação, currículo e vivências escolares


RELATO MEMORIAL SOBRE A MINHA EDUCAÇÃO: EU NO MUNDO E A ESCOLA EM MIM
Cynara Carvalho de Abreu

Depois que me tornei adulta e adentrei na maravilhosa área da docência, comecei a querer entender quais eram os motivos que me fizeram ser professora. E mais, o quê me fez ser como me reconheço hoje? O encontro com a área da Educação me abriu possibilidades reais para que eu planejasse uma viagem ao passado e pudesse reconstruir a minha trajetória de forma a tentar compreender a minha formação. Não me preparei academicamente para ser professora, mas alguma coisa em mim me levava a essa área e assim que tive a oportunidade a abracei fortemente. Não obstante, compreendi que a base científica e metodológica da Pedagogia e da Educação eram lacunas para mim. Se eu me sentia professora o que teria me feito assim?

Conhecendo melhor a área da pesquisa educacional, deparei-me com uma abordagem relativamente nova: o método autobiográfico. Vi nessa perspectiva a chance de poder, a partir da minha experiência, compreender o meu processo formativo e, melhor, fazer com que outras pessoas pudessem reconhecer as suas histórias na minha história. Eu não estudei para ser professora, mas quis muito sê-lo e hoje, eu sou. Quantas pessoas também comungariam dos mesmos sentimentos? Decidi escrever sobre a história da minha formação e levantei uma hipótese sobre mim mesma. Eu instituí provisoriamente uma figura de mim e a submeti a avaliação da minha experiência (Delory-Momberger, 2006). Através da sucessão e da diversidade das minhas experiências, hipotetizadas por mim mesma, testei e experimentei a validade da minha construção identitária e deparei-me com a possibilidade de reconfigurá-la.

Ao me apresentar por meio de um relato, faço uma interpretação de mim mesma, uma vez que explicito as etapas e os campos temáticos da minha construção. Concomitantemente, assumo o papel de intérprete do mundo histórico e social em que estou inserta e assim, produzo categorizações que permitem me apropriar do mundo social no qual defino e tenho definido o meu lugar. (Delory-Momberger, 2006)

Remontar a minha experiência escolar e os seus entornos, referenciando pessoas, grupos e acontecimentos que fazem parte da minha trajetória, foi o que me propus a fazer neste texto. Para tanto, busquei traçar um fio condutor da história de minha vida que tivesse seu eixo no processo de formação escolar desde o ensino infantil até a pós-graduação. No entanto, foi para mim impossível construir um relato de mim mesma nestes propósitos sem que pudesse embrenhar-me pelos contextos familiares, sociais e políticos em que me inseri durante o percurso da minha história. Preciso registrar aqui o quão maravilhoso foi para mim a prática autobiográfica.

Procurei trabalhar com um material narrativo constituído por recordações consideradas como experiências significativas na minha aprendizagem e sobre o legado que a escola me deixou (e deixa). Ao escolher falar sobre aquilo que considero experiências formadoras em minha vida escolar, falo de mim e do mundo que eu enxerguei. Somente a partir da identificação dessas experiências pude entender de que maneira as dinâmicas de formação, de conhecimento e de aprendizagem narram a inter-relação entre o meu passado, o meu presente e o meu futuro.

(...) para que uma experiência seja considerada formadora, é necessário falarmos sob o ângulo da aprendizagem; em outras palavras, essa experiência simboliza atitudes, comportamentos, pensamentos, saber-fazer, sentimentos que caracterizam uma subjetividade e identidades. (JOSSO, 2004, p. 47-48)

A HISTÓRIA DA MINHA EDUCAÇÃO

Dom Bosco certa vez registrou: “Os maus servem de exemplo e os bons de modelo”. Que eu siga o modelo de Nóvoa (1995) em “Vida de professores”. Escrevo, portanto, sobre a minha história (pelo menos parte dela) ao mesmo tempo em que faço reflexões sobre meus trinta e poucos anos e o meu trajeto na escola, que se passam inevitavelmente pela minha família e pelos meus outros significativos.



Baixar 150 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
ensino médio
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
Curriculum vitae
oficial prefeitura
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
assistência social
santa maria
Excelentíssimo senhor
Conselho regional
Atividade estruturada
ciências humanas
políticas públicas
outras providências
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
secretaria municipal
Dispõe sobre
Conselho municipal
recursos humanos
Colégio estadual
consentimento livre
ResoluçÃo consepe
psicologia programa
ministério público
língua portuguesa
público federal
Corte interamericana